A chuva, que caiu durante os dias que antecederam a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro, castigou as trilhas de Itapema-SC e dificultou a vida dos pilotos, entre eles os estreantes na competição, o argentino Crispy Arriegada e o paulista Thales Vilardi. O evento foi realizado neste final de semana e está sendo considerada pelos organizadores a etapa mais difícil dos últimos anos do Brasileiro.

Os pilotos que representam a Orange BH KTM Racing tiveram desempenhos diferentes, mas dentro do previsto e com objetivos alcançados. Ambos entraram no circuito dispostos a aprender e conhecer mais sobre o Campeonato.

Crispy cresceu de sábado para domingo, foi melhor a cada volta e a medida que foi conhecendo o terreno, seus tempos foram melhrando. "Foi uma prova de adaptação, um tipo de terreno que não tem na Argentina e guiando pela primeira vez uma KTM 500 EXC-F. Foi uma competição dura, três voltas seguidas no percurso, meus equipamentos são de excelente quantidade e resistência e foram muito importante. Foi um quarto lugar suado e ainda teremos muita competição pela frente", disse Arriegada, 4° colocado na categoria E3. 

Já Thales possui grande experiência no motocross e entrou em sua primeira competição de enduro disposto a conhecer o terreno e a entender a forma de disputa. "No sábado a pista estava bem pesada, muito lisa, muitas curvas em descida e eu caí bastante, mas fui aprendendo a cada volta, evolui muito de um dia para o outro. Agora é praparar ainda mais para a segunda etapa", disse o piloto da KTM 250 EXC-F, que chegou na 7ª colocação na categoria E1. 

A Equipe Orange BH KTM Racing utiliza pneus Kenda, equipamentos ASW e capacetes Airoh, que são os patrocinadores principais e a W-Tech, Durag, Circuit, Motul, TCX, MrPró, Exceed e Alex Design são fornecedores oficiais.

Ao todo, serão 7 rodadas duplas durante o ano. A próxima é dia 7 de abril, em Nova Bréscia-RS.

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração de Flávio Bergman e foto de Janjão Santiago,.

A cidade da Lapa, localizada a cerca de 70 quilômetros de Curitiba, foi escolhida como palco para a abertura do Campeonato Brasileiro de Velocross 2019. A prova acontece nos dias 23 e 24 de março, no Parque de Exposições, com a expectativa de reunir mais de 400 atletas. A disputa também é válida como primeira etapa do Pro Tork Paranaense da modalidade.

O local recebe provas estaduais e nacionais há mais de dez anos, sendo considerado um dos principais redutos do esporte na região Sul do país. A pista foi criada no início dos anos 2000 e reformada há três anos, sofrendo mudanças no traçado de 1.600 metros. O circuito foi novamente preparado e se destaca pelas velocidades médias e altas, curvas, paredões, largura que facilita ultrapassagens e terra sempre solta.

Um dos responsáveis pela reforma na época foi o atleta Narsi Sarkis, conhecido como Turco da Lapa. Com dezenas de títulos no currículo, ele se mostra animado para acelerar em casa e defender os canecos das categorias VX4 e VX5 no Paranaense e da VX45 no Brasileiro. "A expectativa é grande para competir aqui, com a presença e cobrança da torcida", comenta o veterano em tom de brincadeira.

Quem também não vê a hora de alinhar no gate é Rafael Faria, piloto de Almirante Tamandaré, atual campeão brasileiro nas categorias principais, VX1, VX2 e 230cc Pró. “Venho treinando de maneira constante e me sentindo bem com a minha pilotagem. Gosto bastante da pista da Lapa, tenho boas lembranças, grandes resultados lá, espero iniciar a disputa com vitórias”, afirma o piloto que defende a Pro Tork Racing Team.

A programação inicia no sábado com os treinos livres, às 9h, enquanto que os classificatórios acontecem às 11h30, e as primeiras provas às 15h45. Já no domingo é retomada com o restante do classificatório às 8h30, seguido por mais baterias às 12h. O local oferece ampla infraestrutura, com área para camping, praça de alimentação, brinquedos infláveis, expositores e até um dinamômetro para testar o desempenho das motos. A entrada custa R$ 10 e o estacionamento é gratuito.

Benefícios conquistados pela FPRM para seus filiados

A Federação Paranaense de Motociclismo firmou várias parcerias com o objetivo de fomentar o esporte e facilitar a participação de atletas, principalmente amadores, nas competições estaduais. A Pro Tork, parceira da entidade há 20 anos, garante inscrição gratuita para quem utilizar o equipamento completo da marca, e ainda oferece 30% de desconto nos escapamentos off road. Além disso, a Pirelli reduziu o valor dos pneus para os pilotos federados. Eles podem ser adquiridos na Orma Motos, em Curitiba.

Serviço: Campeonato Brasileiro e Paranaense de Velocross

Etapa: 1
Data: 23 e 24 de março
Local: Parque de Exposições da Lapa - Lapa (PR)
Inscrição: R$ 100 antecipada através do link agendaoffroad.com.br/1-etapa-campeonato-paranaense-de-velocross / R$ 150 no local
Ingresso: R$ 10 na portaria (crianças até 10 anos são isentas)

O Campeonato Pro Tork Paranaense de Velocross 2019 tem o patrocínio da Pro Tork – a maior fábrica de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes, além do apoio da Pirelli Pneus, Mobil, Acipar, Winn’s e 5inco Gráficos. 

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração da ID Comunicação e foto de Thiago Racecross.