Que tal conhecer e pilotar as novas Scooters da Honda?

Esta é a proposta da By Moto, concessionaria Honda de BH que irá promover mais um evento no e-hangar juntamente com o encontro de motores da Engine no Carlos Prates na capital mineira no dia 13/04/2019. Além de conhecer os novos produtos como a Elite, SH150, haverá também espaço exclusivo para Scooter (todas as marcas), prova de equilíbrio valendo prêmios (competição de moto tartaruga), distribuição de brindes exclusivos e a presença do instrutor Leo Pereira para um bate-papo sobre pilotagem.

Então anote aí, dia 13/04/2019 às 14h, no Aeroporto Carlos Prates no espaço E-Hangar. Para participar, garanta o seu convite no link abaixo:

https://forms.gle/6oyeoAsxcL4ipFuPA

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração da By Moto Honda BH.

 

Ágeis, confiáveis e muito desejada pelos pequenos pilotos, a LEM Motos está de volta ao Brasil para a alegria dos apaixonados pelos produtos da marca italiana. O modelo importados direto da fábrica italiana em Salerno será a 50cc, motorização 2T e aros 12/10.

Para acompanhar as novidades,  acesse os links:

https://www.facebook.com/LEM-Motor-Brasil-356472351661113/?modal=admin_todo_tour

Ou siga no Instagram @lem.motorbrasil

https://instagram.com/lem.motorbrasil?utm_source=ig_profile_share&igshid...

Por Leo Tavares com a colaboração da LEM Brasil.

 

Uma notícia muito triste para o setor das duas rodas, a fábrica da ASW  Racing em Mogi das Cruzes/SP incendiou nesta madrugada de quarta-feira (03/04/2019) destruindo mais de 90% da empresa e escritórios.

Em nota publicada nas redes sociais, a ASW comunicou que ainda não sabem o motivo que levou o ocorrido e que não houve vítimas. Com 33 anos de história, a empresa passa por um momento muito duro e fecha nota reafirmando os seus valores: Inovação, união, comprometimento, profissionalismo e respeito.

Força a toda família ASW e que esta página seja apenas mais um capítulo de superação da sua história.  

Por Leo Tavares direto da redação.

 

 

 

Ricardo Martins está de malas prontas rumo ao Rio Grande do Norte onde disputará a partir de quinta-feira o RN 1500, prova válida pela abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Após chegar à capital potiguar, o piloto ainda terá de deslocar-se de carro até a bucólica São Miguel do Gostoso, distante 115 km, de onde a prova largará na próxima quinta-feira.

Mas na verdade, o clima de competição já começa a esquentar a partir de amanhã, quando então, todos os veículos deverão passar pela vistoria.

Segundo o piloto, a prova deste ano deverá apresentar um roteiro próximo daquele que foi percorrido nos anos anteriores, com trechos de areia no primeiro dia e depois, pedras e chão duro nos demais, entretanto, as constantes chuvas na região trarão um ingrediente a mais com os quais os pilotos terão de lidar.

"A gente vai ter muita poça no meio do traçado e precisaremos tomar muito cuidado com isso, pois tentar vará-las a mais de 100 km/h é uma opção e uma roleta-russa ao mesmo tempo - e se der errado, você pode se machucar - então, só na hora é que vou conseguir avaliar e tomar a melhor decisão: se varar ou contorná-las pela lateral", prevê.

Ricardo Martins já utiliza em sua motocicleta os pneus Rinaldi HE 42, desenvolvidos especialmente para o rally, mas para esta prova, em específico, o piloto catarinense embarcou em sua carreta algumas unidades do RMX 35, pneu cuja característica principal é seu elevado poder de tração.

"Na dianteira eu só vou usar o HE 42, mas na traseira, irei avaliar a cada dia a melhor estratégia de pneu, pois isso vai depender de quão molhada ou não vai estar a prova", raciocina Martins, que usa um par de pneus para cada dia de prova. "Ao final do dia os pneus estão destruídos!".

Roteiro
O RN 1500 deste ano terá um roteiro de 816 km, dos quais 598 km serão cronometrados. Confira abaixo o cronograma desta que será a 21a edição da prova (*).

04/04 - São Miguel do Gostoso  - Açu - total: 230 km (150 km especial)
05/04 - Açu - Açu - 186 km - total: 186 km (144 km especial)
06/04 - Açu - Currais Novos - total: 220 km (184 km especial)
07/04 - Currais Novos - Currais Novos - total: 180 km (120 km especial)

(*) O roteiro pode sofrer alteração, conforme informação dos organizadores.

Por Leo Tavares com a colaboração da Rinaldi com foto de DF Fotos.

A 23ª edição do Enduro das Cachoeiras foi realizada com sucesso no fim de semana, dias 30 e 31 de março, em União da Vitória. Valendo pela abertura do Paranaense de Enduro de Regularidade e também por etapas da Copa Brasil e Sul-Brasileiro da modalidade, o evento atraiu alguns dos melhores pilotos do país para disputas acirradíssimas pelo percurso de 230 quilômetros.

No sábado, entraram em ação apenas os competidores da Copa Brasil e Sul-Brasileiro, encarando um trajeto de 122 km. Já no domingo, juntaram-se a eles os atletas do estadual para mais 115 km de adrenalina. “A prova contou com muitas trilhas por mata nativa. Faltou aquela chuva típica que todos esperavam, mas foi excelente”, disse o diretor da Federação Paranaense de Motociclismo, Valdeci Martines.

Os ganhadores do Cachoeiras e também da Copa Brasil e Sul-Brasileiro foram: Guilherme Cascaes na Master, Pablo Zanchet na Senior, Alessandro Costa na Over 40, Ewerton de Lucena na Brasil, Franciel Caldart na Júnior, Tito Zanin na Over 45, Pericles Dutra na Over 50, Vlademir Smaniotto na Over 55, George Parik na Over 60, Lucio Metzdorf Filho na Novatos, e Bernardo Lima e Etevaldo Borghezan na Duplas.

Já no Paranaense, os que garantiram o lugar mais alto do pódio foram: Emerson “Bombadinho” Loth na Master, Pericles Dutra na Senior, Alessandro Costa na Over 40, Vitor Aliot da Cosa na Junior, Gilso Moraes na Over 45, Nereo Paludo na Over 50, Rosni Visentin Ferreira na Over 55, Ademir Teixeira na Over 60 e Eduardo Antonio Froza na Novatos.

Para Bomba – campeão do Enduro das Cachoeiras nos anos de 2011, 2013, 2015 e 2018, tricampeão brasileiro e heptacampeão estadual, foi um excelente início de temporada. “O roteiro foi top e o evento bem disputado. Ganhei sábado, mas domingo acabei perdendo tempo com uma árvore que entrou no para-lama dianteiro, ficando em segundo. Agora é se preparar para a próxima”, afirma.

O estadual volta a reunir os competidores nos dias 13 e 14 de abril, para o Enduro do Porco, em São José das Palmeiras. Já a Copa Brasil tem corrida marcada para 18 e 19 de maio, data do Enduro dos Ipês, na cidade de Lavras (MG). E o Sul-Brasileiro terá sua final nos dias 15 e 16 de junho, durante o Enduro das Neves, no município de Braço do Norte (SC).

>>> Confira os resultados completos em: wwww.endurodascachoeiras.com.br

O 23º Enduro das Cachoeiras foi uma realização do Motoclube Porto União da Vitória, com apoio do grupo de trilheiros Lameiros do Iguaçu, Prefeitura de União da Vitória, Pro Tork, Hotel Riad, Hotel 10 e Clube Náutico Hobi. A supervisão e da Federação Paranaense de Motociclismo – FPRM.

Por Leo Tavares com a colaboração da ID – Assessoria de Comunicação Estratégica e foto de Gerson Coas.

O piloto da Honda, Marc Marquez #93 levou a melhor e conquistou a sua primeira vitória na MotoGP em 2019 na Argentina neste domingo 31/03/2019 no circuito das Termas de Río Hondo.

Largando bem a frente dos outros pilotos desde o início da corrida, Marquez chegando a frente do piloto da Yamaha Valentino Rossi #46 com uma margem de quase 10s e deixando para trás em 3º lugar a Ducati de Dovizioso #4.

Sem dúvida foi uma corrida eletrizante na terra dos hermanos. E a próxima corrida será dia 14/04 nos Estados Unidos, no Circuito das Américas.

Por Leo Tavares direto da redação com fotos da Moto GP.

 

Tudo pronto em União da Vitória para a 23ª edição do Enduro das Cachoeiras, válida pela abertura do Campeonato Paranaense de Enduro de Regularidade e por etapas do Sul-brasileiro e Copa Brasil. Durante este fim de semana, dias 30 e 31 de março, os pilotos percorrerão mais de 230 quilômetros, prevalecendo as trilhas, diferencial que coloca o evento como uma das principais provas da modalidade no país.

Entre os pilotos confirmados na categoria principal, a Master, estão nomes como Emerson “Bombadinho” Loth – campeão do Enduro das Cachoeiras nos anos de 2011, 2013, 2015 e 2018, e Guilherme Cascaes – atual líder do Sul-Brasileiro e Copa Brasil. Bomba terá a vantagem de correr em seu estado e se mostra confiante. “Fiz uma boa preparação e espero sair com vitória”, destaca o atleta Pro Tork.

Percurso para todos terminarem a prova satisfeitos

Com previsão de tempo estável para os próximos dias, tudo deve ficar mais fácil, tanto para os competidores, como para o pessoal da organização. “Repassamos as trilhas no sábado passado (23) e está tudo ok. Se não chover, temos certeza que todos os pilotos vão adorar o percurso. Se o tempo piorar, temos programados alguns cortes para não prejudicar nenhuma categoria”, tranquilizou o diretor de prova Rafael Wahl.

A concentração será no Parque Ambiental Ari Queiroz. No sábado, serão 122 km, com o ponto de apoio centralizado em São Domingos, distante apenas 12 km do centro. Já no domingo, os atletas terão que percorrer mais 115 km, com o neutro principal e apoio no Grilo Chácara Park, na localidade do Rio Vermelho, a cerca de 25 km da largada. A chegada é sempre no Clube Náutico Hobi. No domingo será servido almoço gratuito aos pilotos, a partir das 13h.

As inscrições estão disponíveis no site: www.endurodascachoeiras.com.br/inscricoes, até às 24h desta quinta-feira, dia 28.

O 23º Enduro das Cachoeiras é uma realização do Motoclube Porto União da Vitória, com apoio do grupo de trilheiros Lameiros do Iguaçu, Prefeitura de União da Vitória, Pro Tork, Hotel Riad, Hotel 10 e Clube Náutico Hobi. A supervisão e da Federação Paranaense de Motociclismo – FPRM.

Por Leo Tavares com a colaboração da ID – Assessoria de Comunicação Estratégica e foto de Daniela Burgonovo.

Rigor Rico, piloto da equipe Beta Racing, levou pela terceira vez consecutiva a vitória do Barãomaniacs numa etapa marcada por emocionantes disputas e um amplo domínio dos mineiros em todas as categorias da modalidade. A tensão gerada pelo risco de rompimento da Barreira da Mina de Gongo Soco não atrapalhou em nada a prova de Barão de Cocais que contou com recorde de inscritos e grande participação do público da cidade nos dois dias de evento.

Correndo em casa, Rigor Rico enfrentou um grande desafio de performance no prólogo do primeiro dia da etapa, em um circuito de Super Enduro armado no centro de Barão de Cocais. O piloto Ronald Santi, que em 2017 foi campeão de Hard Enduro (silver) impôs um forte ritmo para os pilotos da categoria Gold. Apesar de quatro meses afastado dos treinamentos, Ronald ganhou apoio da 3R Motos para a prova. Correndo com moto Beta e uma pista que favorece seu estilo de pilotagem, Ronald conseguiu fazer com Rigor Rico um grande duelo, levando momentos de grande emoção, e até mesmo aflição para a torcida do piloto da casa.

Apesar do esforço do talentoso piloto de Belo Horizonte, Rigor Rico levou alegria para a torcida da cidade conquistando a vitória do prólogo e garantindo assim a primeira posição para as trilhas Gold do segundo dia. Completaram o pódio do primeiro dia Ronald Santi (2) e Gustavo Furlaneto de Cuiabá.

No segundo dia, as grandes trilhas de Hard Enduro nas montanhas de Barão de Cocais foram finalmente desafiadas. Rigor Rico confirmou seu favoritismo com grande vitória ao fim de quatro horas e vinte minutos de muita pedra, cascalho, barro e um grande visual na paisagem mineira.

“Foi a prova mais emocionante que disputei em minha cidade. No primeiro dia acredito que minha largada na quinta colocação trouxe grande emoção para o público. Foi muito contagiante a vitória no prólogo com a ajuda da galera. No segundo dia, domingo, não tinha idéia de como seriam os desafios. E apesar de conhecer a maioria das trilhas da região, fiquei surpreso com a quantidade de trechos inéditos. Acredito que 30 por cento da prova foi inédita pra mim e isso até provocou a sensação de eu estar correndo fora de minha cidade. A etapa teve organização impecável!” – declarou o vencedor do Barãomaniacs.

No segundo pelotão da GOLD grande histórias vieram a superfície. Em grande ascensão, Gustavo Furlaneto enfrentou problemas com a corrente de sua moto e isto quase custou-lhe a tão esperada segunda colocação da prova. O piloto gaúcho Tobata, que em 2018 havia conseguido apenas a nona posição na Silver no Barãomanics, mostrou alto nivel de competitividade. Mesmo enfrentando problemas de aquecimento de motor, Tobata conseguiu terminar a prova na terceira colocação. E o resultado do gaúcho só não foi o mais surpreendente pois, na quarta colocação, o paulista Benê Coser, um ex-piloto bronze, arrancou aplausos com sua chegada.

“Foi uma experiênica única ficar entre os 5 melhores do Brasil, Entre Rigor Rico e Renan Tonon. Por uns 5 minutos consegui ficar em segundo na GOLD. Mas no Sibil eu perdi a pedaleira, a embreagem também se foi nesse lugar. Acabei rastejando até o fim da prova. Mas foi muito legal. Me marcou muito que quando via na trilha placas escrito “GOLD, SILVER e Bronze” ficava animado, e rezava pra tudo que é santo quando via placas escrito somente “Gold” – conta Benê Coser.

Completou o pódio o jovem piloto cuiabano Renan Tonon, também estreante na elite, chegando bem na quinta colocação. Ronald Santi infelizmente sentiu o peso dos quatro meses longe dos treinamentos com moto e acabou não completando a etapa. 

Nas categorias de acesso os mineiros dominaram o lugar mais alto do pódio. Os destaques foram: as vitórias de Mayonne Santos, de Santa Bárbara (MG) na categoria Silver, de Bruno Furtado (Barão de Cocais) levando a vitória na categoria Bronze. Pedro Brito de Belo Horizonte vencendo a categoria nacional e Carlos Souza (Ouro-Preto) ganhando na Iron. Na categoria feminina Isa Oliveira de Japaraíba-MG levou a melhor e conquistou a vitória, seguida por Bárbara Neves de Aparecida de Goiânia (GO) e Marilsa das Graças de Barão de Cocais-MG. 

Resultados oficiais:

Categoria Gold

1 Rigor Rico

2 Gustavo Furlaneto

3 Tiago Lume

4 Benedito Coser

5 Renan Tonon

Categoria Silver

1 Mayonne Santos

2 Marco Túlio Faria

3 Bruno Domiciano

4 Erasmo Schwanz

5 Lucas Rocha

Categoria Bronze

1 Eduardo Furtado

2 Washington Silva

3 Rodrigo Furtado

4 Lucas Torres

5 Vitor Peão

Categoria Nacional

1 Pedro Brito

2 Raphael Couto

3 Wesley Da Conceicao

4 Eduardo Mourão 5 Marcelo Ernesto

Categoria Iron

1 Carlos Souza

2 Janderson Silva

3 Gilson Henrique Costa Silva

4 Neuber Alves

5 Joao Paulo Moreira De Sousa

Categoria Feminina

1 Isa Oliveira

2 Barbara Neves Gonzaga

3 Marilsa das Graças de Souza Magalhães

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração e foto de Christian Camilo.

 

A temporada 2019 da multicampeã Maiara Basso começou da melhor forma possível. A piloto da equipe KTM Sacramento dominou neste domingo (24) a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross, realizada na cidade da Lapa (PR), mostrando que está preparada para lutar por mais títulos em sua já vitoriosa carreira.

A gaúcha de 22 anos liderou a categoria VXF Especial do início ao fim e não deu chance as concorrentes. "Foi uma prova bem legal, em uma pista bastante rápida e de chão duro. Consegui largar na frente e imprimi um ritmo bom, conseguindo vencer com uma vantagem de mais de 25 segundos", destacou a atual tricampeã nacional de velocross que competiu com uma KTM 250SX-F.

Maiara decidiu de última hora disputar a prova, pois ainda não está na condição física ideal. "Estou voltando de lesão (na clavícula direita), não é fácil, então começar vencendo é muito bom. Tinha treinado muito pouco para essa etapa, mas deu tudo certo e agora vou focar na abertura do Brasileiro de Motocross no dia 14 de abril em Alfenas (MG)", completou a piloto que também defende o título nacional de motocross em 2019.

Maiara Basso conta com patrocínio da KTM Sacramento. A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross está prevista para os dias 6 e 7 de abril em Canelinha (SC).

Resultado da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross 2019 - Lapa (PR):

VXF Especial - Feminina
1. Maiara Basso - KTM Sacramento
2. Daiane Lobchenko
3. Tatiane Lobchenko
4. Eduarda Cozatti
5. Tayná Zolet

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração da Publix e foto de Anisteu Faggion.

Aconteceu neste domingo (24), a primeira etapa do SuperBike Brasil, em Interlagos, São Paulo. O certame paulistano recebeu os pilotos da Ello Double F Racing para disputas emocionantes e garantia de bons pontos para o time.

Na categoria de base - a Escola 1.000, o piloto numeral #25, Fábio Queiroz, largou da segunda posição do grid e fez uma corrida conservadora. 

"A primeira etapa para mim foi de muita evolução. Bati meu recorde pessoal e me senti confortável encima da moto. Sei que posso ser mais agressivo e ganhar melhores posições. Darei meu máximo nas próximas etapas para alcançar o mais alto do pódio. Agradeço todos meus patrocinadores por investirem e acreditarem em mim e a toda minha equipe pelo suporte no final de semana.", comenta Queiroz. 

Fábio Pitta, da categoria SuperStock com motos de 1.000cc, largou da terceira posição do grid e manteve o posto até o final da corrida, subindo ao pódio e garantindo pontos para o campeonato.

"Mais um final de semana de muita superação e aprendizado. Tive alguns problemas mecânicos na moto durante todo o final de semana. Para a corrida conseguimos um acerto bom e fui para pista buscando melhorar minha posição. Estava brigando por posições a cada volta, porém tivemos a entrada do safety car, o que fez com que os pneus da moto esfriassem e o grip atrapalhasse na retomada da disputa. No final mantive o terceiro posto e garanti bons pontos para o campeonato.", comenta Pitta.

A próxima etapa do SuperBike Brasil, acontecerá dia 14 de abril, em Interlagos - SP. Mais informações e ingressos pelo site oficial do evento - www.superbike.com.br

Para assistir as corridas na integra, acesse:

SuperBike Escola: https://www.youtube.com/watch?v=0sYje4EVuZQ

SuperBike Stock: https://www.youtube.com/watch?v=AuE-9hQjsa0

CALENDÁRIO 2019
2ª etapa - 14 de abril (São Paulo)
3ª etapa - 26 de maio (São Paulo)
4ª etapa - 16 de junho (São Paulo)
5ª etapa - 21 de julho (São Paulo)
6ª etapa - 18 de agosto (São Paulo)
7ª etapa - 22 de setembro (Goiânia)
8ª etapa - 20 de outubro (Curitiba)*
9ª etapa - 10 de novembro (Londrina)*
10ª etapa - 8 de dezembro (São Paulo)
*Datas confirmadas; praças sujeitas a alteração

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração de NS Comunicação e Eventos.