Rigor Rico, piloto da equipe Beta Racing, levou pela terceira vez consecutiva a vitória do Barãomaniacs numa etapa marcada por emocionantes disputas e um amplo domínio dos mineiros em todas as categorias da modalidade. A tensão gerada pelo risco de rompimento da Barreira da Mina de Gongo Soco não atrapalhou em nada a prova de Barão de Cocais que contou com recorde de inscritos e grande participação do público da cidade nos dois dias de evento.

Correndo em casa, Rigor Rico enfrentou um grande desafio de performance no prólogo do primeiro dia da etapa, em um circuito de Super Enduro armado no centro de Barão de Cocais. O piloto Ronald Santi, que em 2017 foi campeão de Hard Enduro (silver) impôs um forte ritmo para os pilotos da categoria Gold. Apesar de quatro meses afastado dos treinamentos, Ronald ganhou apoio da 3R Motos para a prova. Correndo com moto Beta e uma pista que favorece seu estilo de pilotagem, Ronald conseguiu fazer com Rigor Rico um grande duelo, levando momentos de grande emoção, e até mesmo aflição para a torcida do piloto da casa.

Apesar do esforço do talentoso piloto de Belo Horizonte, Rigor Rico levou alegria para a torcida da cidade conquistando a vitória do prólogo e garantindo assim a primeira posição para as trilhas Gold do segundo dia. Completaram o pódio do primeiro dia Ronald Santi (2) e Gustavo Furlaneto de Cuiabá.

No segundo dia, as grandes trilhas de Hard Enduro nas montanhas de Barão de Cocais foram finalmente desafiadas. Rigor Rico confirmou seu favoritismo com grande vitória ao fim de quatro horas e vinte minutos de muita pedra, cascalho, barro e um grande visual na paisagem mineira.

“Foi a prova mais emocionante que disputei em minha cidade. No primeiro dia acredito que minha largada na quinta colocação trouxe grande emoção para o público. Foi muito contagiante a vitória no prólogo com a ajuda da galera. No segundo dia, domingo, não tinha idéia de como seriam os desafios. E apesar de conhecer a maioria das trilhas da região, fiquei surpreso com a quantidade de trechos inéditos. Acredito que 30 por cento da prova foi inédita pra mim e isso até provocou a sensação de eu estar correndo fora de minha cidade. A etapa teve organização impecável!” – declarou o vencedor do Barãomaniacs.

No segundo pelotão da GOLD grande histórias vieram a superfície. Em grande ascensão, Gustavo Furlaneto enfrentou problemas com a corrente de sua moto e isto quase custou-lhe a tão esperada segunda colocação da prova. O piloto gaúcho Tobata, que em 2018 havia conseguido apenas a nona posição na Silver no Barãomanics, mostrou alto nivel de competitividade. Mesmo enfrentando problemas de aquecimento de motor, Tobata conseguiu terminar a prova na terceira colocação. E o resultado do gaúcho só não foi o mais surpreendente pois, na quarta colocação, o paulista Benê Coser, um ex-piloto bronze, arrancou aplausos com sua chegada.

“Foi uma experiênica única ficar entre os 5 melhores do Brasil, Entre Rigor Rico e Renan Tonon. Por uns 5 minutos consegui ficar em segundo na GOLD. Mas no Sibil eu perdi a pedaleira, a embreagem também se foi nesse lugar. Acabei rastejando até o fim da prova. Mas foi muito legal. Me marcou muito que quando via na trilha placas escrito “GOLD, SILVER e Bronze” ficava animado, e rezava pra tudo que é santo quando via placas escrito somente “Gold” – conta Benê Coser.

Completou o pódio o jovem piloto cuiabano Renan Tonon, também estreante na elite, chegando bem na quinta colocação. Ronald Santi infelizmente sentiu o peso dos quatro meses longe dos treinamentos com moto e acabou não completando a etapa. 

Nas categorias de acesso os mineiros dominaram o lugar mais alto do pódio. Os destaques foram: as vitórias de Mayonne Santos, de Santa Bárbara (MG) na categoria Silver, de Bruno Furtado (Barão de Cocais) levando a vitória na categoria Bronze. Pedro Brito de Belo Horizonte vencendo a categoria nacional e Carlos Souza (Ouro-Preto) ganhando na Iron. Na categoria feminina Isa Oliveira de Japaraíba-MG levou a melhor e conquistou a vitória, seguida por Bárbara Neves de Aparecida de Goiânia (GO) e Marilsa das Graças de Barão de Cocais-MG. 

Resultados oficiais:

Categoria Gold

1 Rigor Rico

2 Gustavo Furlaneto

3 Tiago Lume

4 Benedito Coser

5 Renan Tonon

Categoria Silver

1 Mayonne Santos

2 Marco Túlio Faria

3 Bruno Domiciano

4 Erasmo Schwanz

5 Lucas Rocha

Categoria Bronze

1 Eduardo Furtado

2 Washington Silva

3 Rodrigo Furtado

4 Lucas Torres

5 Vitor Peão

Categoria Nacional

1 Pedro Brito

2 Raphael Couto

3 Wesley Da Conceicao

4 Eduardo Mourão 5 Marcelo Ernesto

Categoria Iron

1 Carlos Souza

2 Janderson Silva

3 Gilson Henrique Costa Silva

4 Neuber Alves

5 Joao Paulo Moreira De Sousa

Categoria Feminina

1 Isa Oliveira

2 Barbara Neves Gonzaga

3 Marilsa das Graças de Souza Magalhães

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração e foto de Christian Camilo.

 

A temporada 2019 da multicampeã Maiara Basso começou da melhor forma possível. A piloto da equipe KTM Sacramento dominou neste domingo (24) a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross, realizada na cidade da Lapa (PR), mostrando que está preparada para lutar por mais títulos em sua já vitoriosa carreira.

A gaúcha de 22 anos liderou a categoria VXF Especial do início ao fim e não deu chance as concorrentes. "Foi uma prova bem legal, em uma pista bastante rápida e de chão duro. Consegui largar na frente e imprimi um ritmo bom, conseguindo vencer com uma vantagem de mais de 25 segundos", destacou a atual tricampeã nacional de velocross que competiu com uma KTM 250SX-F.

Maiara decidiu de última hora disputar a prova, pois ainda não está na condição física ideal. "Estou voltando de lesão (na clavícula direita), não é fácil, então começar vencendo é muito bom. Tinha treinado muito pouco para essa etapa, mas deu tudo certo e agora vou focar na abertura do Brasileiro de Motocross no dia 14 de abril em Alfenas (MG)", completou a piloto que também defende o título nacional de motocross em 2019.

Maiara Basso conta com patrocínio da KTM Sacramento. A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross está prevista para os dias 6 e 7 de abril em Canelinha (SC).

Resultado da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross 2019 - Lapa (PR):

VXF Especial - Feminina
1. Maiara Basso - KTM Sacramento
2. Daiane Lobchenko
3. Tatiane Lobchenko
4. Eduarda Cozatti
5. Tayná Zolet

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração da Publix e foto de Anisteu Faggion.

Aconteceu neste domingo (24), a primeira etapa do SuperBike Brasil, em Interlagos, São Paulo. O certame paulistano recebeu os pilotos da Ello Double F Racing para disputas emocionantes e garantia de bons pontos para o time.

Na categoria de base - a Escola 1.000, o piloto numeral #25, Fábio Queiroz, largou da segunda posição do grid e fez uma corrida conservadora. 

"A primeira etapa para mim foi de muita evolução. Bati meu recorde pessoal e me senti confortável encima da moto. Sei que posso ser mais agressivo e ganhar melhores posições. Darei meu máximo nas próximas etapas para alcançar o mais alto do pódio. Agradeço todos meus patrocinadores por investirem e acreditarem em mim e a toda minha equipe pelo suporte no final de semana.", comenta Queiroz. 

Fábio Pitta, da categoria SuperStock com motos de 1.000cc, largou da terceira posição do grid e manteve o posto até o final da corrida, subindo ao pódio e garantindo pontos para o campeonato.

"Mais um final de semana de muita superação e aprendizado. Tive alguns problemas mecânicos na moto durante todo o final de semana. Para a corrida conseguimos um acerto bom e fui para pista buscando melhorar minha posição. Estava brigando por posições a cada volta, porém tivemos a entrada do safety car, o que fez com que os pneus da moto esfriassem e o grip atrapalhasse na retomada da disputa. No final mantive o terceiro posto e garanti bons pontos para o campeonato.", comenta Pitta.

A próxima etapa do SuperBike Brasil, acontecerá dia 14 de abril, em Interlagos - SP. Mais informações e ingressos pelo site oficial do evento - www.superbike.com.br

Para assistir as corridas na integra, acesse:

SuperBike Escola: https://www.youtube.com/watch?v=0sYje4EVuZQ

SuperBike Stock: https://www.youtube.com/watch?v=AuE-9hQjsa0

CALENDÁRIO 2019
2ª etapa - 14 de abril (São Paulo)
3ª etapa - 26 de maio (São Paulo)
4ª etapa - 16 de junho (São Paulo)
5ª etapa - 21 de julho (São Paulo)
6ª etapa - 18 de agosto (São Paulo)
7ª etapa - 22 de setembro (Goiânia)
8ª etapa - 20 de outubro (Curitiba)*
9ª etapa - 10 de novembro (Londrina)*
10ª etapa - 8 de dezembro (São Paulo)
*Datas confirmadas; praças sujeitas a alteração

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração de NS Comunicação e Eventos.

A FMEMG fechou uma parceria incrível com a Yamaha do Brasil através da Concessionária O2BH pelo programa , BLU CRU da marca azul dos diapasões. Serão várias ações dirigidas exclusivamente aos pilotos que utilizarem motos Yamaha ao longo do Campeonato 2019, dentre elas:  

Sorteio de uma moto TTR 230;  Distribuição de Kits em todas as Etapas;  Desconto no valor de inscrição, a partir da segunda Etapa do Campeonato;  Utilização da Estrutura BLU CRU que será montada em todas as etapas do Campeonato.

Em breve, maiores informações a respeito da forma de participação.

Por Leo Tavares direto da redação com a colaboração da FMEMG.

 

A Triumph BH promoveu neste Sábado (23/03) na capital mineira, um curso com dicas de manutenção e técnicas de pilotagem para seus clientes e convidados. A palestra foi ministrada pelo instrutor de pilotagem TRX,Gabriel Bester. Muitas dicas importantes para um passeio com muita segurança e diversos.

Outra novidade anunciada durante o evento foi a respeito do curso prático que será realizado no mês de maio e você pode inscrever diretamente na Triumph BH. Outras informações: (31)3878.8889 ou pelo site: www.triumphexperience.com.br

Por Leo Tavares direto da Triumph BH.

 

A Honda apresentou um protótipo de moto de cross elétrica no Salão de Tóquio 2019. Segundo se especula, tem potência equivalente à de uma CR250/CR450. Ainda não há muitas informações a respeito do novo produto, nem uma data prevista para lançamento.

Mais que ficou legal, ficou!

Por Leo Tavares com informações e fotos da Web.

Nos dias 23 e 24 de março a cidade mineira considerada “capital do Hardendro” receberá participantes de todo Brasil para a terceira edição do Barãomaniacs, etapa que abre o HEBS (Hardenduro Brasil Series).A expectativa para este ano é de crescimento no numero de participantes, e como no ano passado, serão dois dias de competição: O primeiro dia com um prólogo no centro da cidade que promete duelos de alta emoção, e o segundo dia com trilhas nas montanhas da cidade para as categorias Gold, Silver, Bronze e Iron.
 
Duas novidades marcam a edição 2019 do Barãomaniacs: A primeira novidade  são os primeiros passos da HEBS que deve incentivar mais pilotos a participarem das principais etapas do Hard Enduro Nacional. A HEBS é dirigida pelos organizadores das seis principais etapas do circuito e seu o objetivo do é  promover maior abertura para novos participantes e assim fomentar de maneira mais agressiva o crescimento cultural e esportivo do Hardenduro.
 
A segunda novidade está indiretamente ligada a uma nova conceituação de dificuldade para as categorias. Sabemos que a HEBS tinha a intenção de eliminar nesta temporada a categoria IRON, fazendo com que a Bronze ficasse “um grau mais fácil”, e assim da mesma maneira a Silver também descesse um ponto de dificuldade. Em Barão de Cocais, haverá a categoria IRON, e quem confirma isso é o track manager da prova Ripi Galileu . Segundo Ripi a intenção é produzir trilhas bem adequadas ao desafio:
 
“Minha intenção é produzir trilhas nas quais os pilotos consigam terminar e que deixe neles o desejo de subir de categoria em 2020”, afirma Ripi que também é um dos grandes pilotos da atualidade mas que não poderá correr por estar encabeçando a produção da prova. Em 2018 Ripi foi eleito pelos pilotos do circuito Hard como o piloto que melhor sintetiza o espírito do esporte. 
 
“Esse ano vamos mudar um pouco o terreno, os pilotos irão andar em  terreno com pedra branca com areia, e em canga com cascalho”, completa Ripi que atualmente ocupa a quinta posição do nosso ranking geral.
 
 
Para os pilotos, a expectativa é alta:
“Para a prova aqui a expectativa é muito boa. Está todo mundo ansioso. Vamos começar um campeonato novo. Tá todo mundo louco pra acelerar. Venho treinando muito bem, muito forte. Nunca estive tão focado, afinal irei participar em prova internacionais. Quero chegar 100 por cento para as provas. A prova aqui em Barão é muito legal. É uma prova que o piloto fará 95% em cima da moto se estiver preparado. É uma prova que com certeza exige um pouco na parte física. É um percurso baseado o tempo inteiro em trilhas. Reconheço que levo uma vantagem por já conhecer as principais trilhas daqui, onde treino, mas Ripi sempre tenta me surpreender para aumentar o desafio. Acredito que teremos muitos pilotos este ano”
- Rigor Rico – Primeiro colocado no Ranking Geral– Barão de Cocais-MG.
 
“Tendo em vista a prova do ano passado, espero uma excelente prova. Barão é uma das etapas mais equilibradas e prazerosas de correr.  A experiência do Ripi como organizador/piloto é algo que faz a prova ser perfeita, estou ansioso para correr o Baraomaniacs novamente.  Desde o campeonato de 2018, não parei os treinos. Para o Baraomaniacs 2019 continuo treinando a parte física todos os dias, porém aumentei bastante os treinos encima da moto. Durante a semana são 2 treinos (mais rápidos) e no final de semana é sábado e domingo focando em treinos mais longos. Estou curioso para conhecer as tão famosas trilhas da Gold de Barão de Cocais.”
- Gustavo Furlaneto –  Número 2 do Ranking – Cuiabá-MT.
 
“O Barão maniacs é a prova mais gostosa de correr  pra mim. Na minha região (RS)  tem muitas pedras, porém, lisas, não são de fácil transposição, já na região de Barão de Cocais o chão traciona muito, as pedras tracionam muito, me sinto um verdadeiro piloto correndo por aquelas trilhas (rs). Ripi me prometeu que esse ano a prova vai ser muuuuito hard, gostosa mesmo, o desafio é o que move o piloto de Hard Enduro e quando o organizador de uma etapa diz, ‘Tobata dúvido que você vai completar…”, é mais que uma provocação, é uma obsessão particular chegar ao fim da prova. Meu serviço me impede de treinar como gostaria, especialmente no verão, porque trabalho na lavoura e neste período é que o serviço aperta, mas sempre que sobra um tempinho to em cima da moto. Esse ano pretendo continuar entre os três melhores do campeonato na categoria principal, será uma tarefa muito mais difícil, tendo em vista que esse ano o nível dos pilotos na Gold subiu muito, uma gurizada nova, com o leite todo, e eu já tô quase na casa dos “enta” (rs)”
- Tobata –  Número 6 do Ranking – Osório (RS).
 
“Em relação a minha categoria, em Barão o desafio em 2018 estava bem ajustada. Este ano pelo que ouvi falar, a temporada deve aliviar um pouco a dificuldade da categoria bronze. Por isso muitos estão esperando uma Bronze mais fácil em Barãomanics, uma trilha de mais tocada porém com maior kilometragem. Vai pegar não só na técnica, como na resistência. Minha expectativa é pegar um pódio, com a saída do Bene que irá correr na Silver. Sei que tem outros caras fortes, como o Beiço e o Bombom que ano passado se machucou e se voltar bem no físico será um grande adversário. Com relação a turma do ano passado tenho certeza que será difícil competir….se eu pegar um pódio será um ótimo resultado.”
- Mauricio Penino – 16 no ranking geral– São Paulo-SP.
 
“Esse ano vou subir de categoria, espero que o campeonato seja mais disputado pois está cada vez mais alto o nível dos pilotos, a expectativa é que 2019 seja melhor que 2018”.
- Rodrigo Lima – 17 no ranking geral – Aguaí-SP
 
“Gosto muito da modalidade do Hard Enduro, se encaixa muito no meu estilo de pilotar, me identifico com essa modalidade que vem crescendo muito no Brasil, e o Barão Maniacs é a prova mais aguardada do ano, participei de todas as provas do Barão Maniacs e essa vai ser a terceira vez. Bom, esse ano venho mais preparado fisicamente, mesclando mountain bike e treinamento funcional, acho que vai ser o grande diferencial na prova, que vem sendo muito longa e bem desgastante. Com a moto priorizei os treinos mais técnicos e longos, tendo em vista que o terreno da região é bem acidentado e com muitas pedras. Minha expectativa esse ano é andar mais forte, fazer uma boa prova sem cometer erros, sendo constante em toda percurso.”
- Raphael Couto –  66 no ranking geral – Barão de Cocais-MG.
 
 
“A expectativa é grande. Pelo que imaginamos, o nível deve aumentar consideravelmente.
Barão é conhecida como a capital nacional do Hard, e temos um dos melhores pilotos do cenário nacional e internacional.
Aqui em Barão o pessoal é vidrado no esporte, e por consequência, os trajetos sempre estão se renovando.
O pessoal da Gold pode se preparar, porque com certeza eles terão ótimas surpresas pra uns, e não tão ótimas pra outras.
Tomara que no dia esteja um tempo ameno, porque se tiver um sol muito forte, acredito que haverá desistências em todas as categorias.”
- Michael Resende – 127 no ranking –  Barão de Cocais-MG.
 
“Espero do Barãomaniacs uma prova muito técnica e de alto nível , como sempre ocorreu e foi planejada pelos organizadores. Exige resistência e perícia dos pilotos para transpor os obstáculos referentes a cada categoria. Em Barão de Cocais encontrma-se trilhas de todos os níveis de dificuldade e belas paisagens, pena que durante a prova não é possível apreciar e contemplar de uma forma mais plena e detalhada. Um prólogo empolgante e com grande disputa.
 
Ano passado, depois de uns 4 meses parado, fui direto para prova onde fiquei em 6 no prólogo e finalizei em nono na prova. Para este ano espero pegar pódio. ”
- Wemerson Rodrigues – 178 no ranking –  Barão de Cocais-MG.
 
Por Leo Tavares com a colaboração da organização do HEBS e foto de The XRider

Aconteceu na noite de quarta-feira 20/03/2019 uma grande ação de apoio à comunidade de Macacos, distrito de Nova Lima que vem passando por um momento difícil devido ao medo da instabilidade de uma barragem de uma Mineração situado na região.

Com isto, a população e o comércio local, vem sofrendo com o afastamento dos frequentadores do vilarejo que vivem principalmente da atividade turística. Em uma ato de apoio, a comunidade off-road da Grande BH, reuniram no Bar do Marcinho, reduto dos praticantes para demonstrar a comunidade que podem contar com o apoio da classe esportista.

Durante o evento, membros de motoclubes, representantes da comunidade e comerciantes reforçaram ao público presente da importância de todos continuarem a frequentar o comércio local.

Esta ação tem o objetivo de ajudar e conscientizar o retorno das atividades em Macacos e contou com a participação dos pilotos dos motoclubes: Q4, Equipe Cobra, Cano Cheio Enduro Team, Barranco de Minas, TCMG, Cavucando Enduro Team BH, Equipe Endureza Trail, Equipe Trilha Certa, Equipe Trail Bull, Tarados com Sufoco, BH Trilheiros, Fast Brothers, Equipe Jair óleos Trail e Competição e FMEMG.

Por Leo Tavares, direto do Bar do Marcinho

A inscrição subsidiada oferecida pela Pro Tork segue pelo sexto ano consecutivo nos campeonatos paranaenses de motocross e velocross. A marca, considerada a maior fábrica de motopeças da América Latina e líder mundial na produção de capacetes, é parceira da Federação Paranaense de Motociclismo há 20 anos, realizando diversas ações em prol da modalidade no estado.

Quem utilizar determinados equipamentos não paga para participar das corridas ao longo da temporada. O valor costuma variar entre R$ 100 e R$ 150 por categoria, representando uma boa ajuda de custo aos participantes. Os itens obrigatórios são: conjunto Jett Evolution 2, capacete Jett Evolution 2, óculos Blast, colete Jett Lite, botas Jett Lite ou Jett Hi-Vis - com sola Tri-Compound e luva Pro Tork.

O piloto deve fazer a inscrição normalmente, assinalando a opção de subsídio, que o livrará automaticamente do pagamento. Porém, haverá fiscalização no parque fechado. Quem não seguir as regras será proibido de alinhar no gate, tendo que passar na secretaria de prova para a realização do pagamento. Vale ressaltar que ela só é válida para os pilotos filiados no Paraná e todos os pilotos oficiais Pro Tork do país.

A Pro Tork é patrocinadora da Federação Paranaense de Motociclismo.

Por Leo Tavares com a colaboração de ID – Assessoria de Comunicação Estratégica.

Sucesso na abertura da Campeonato Mineiro de Regularidade 2019 , o “Enduro das Cavas”, etapa válida também pela Copa Estrada Real , com recorde de 138 pilotos vindos de diversas regiões  enfrentaram as trilhas pelas serras e vales da região e superaram os desafios mesmo com uma boa chuva na região, que em nada atrapalhou.
 
Evento elogiado por todos, contou com a presença do presidente Gustavo Jacob (FMEMG) , Lúcio Ribeiro Vice e Presidente da Copa Sul Mineira e o presidente da Copa Estrada Real Marcos Eustáquio.

Os vencedores:
Cat. Master:   Thiago Pascoal – Nova Lima (MG) 
Cat. Senior:   Thales Brito  – Três Pontas (MG) 
Cat. Over 40: Claudio Teixeira Ribeiro – Ubá (MG)
Cat. Over 45: Marcio Miranda – Lagoa da Prata (MG)
Cat. Junior:   André Resende – Luminárias (MG)  
Cat. Brasil:   Ian Silva Pereira – Carmo do Rio Claro (MG)
Cat. Over 50: Edson C Maciel – Lagoa da Prata (MG)
Cat. Over 55: Cassius Nunes – Nova Lima (MG) 
Cat  Novato:  Rodrigo S. Lopes Paraguai – Nova Lima (MG) 

Confira a classificação compelta no link: http://totemnow.com.br/site/2019/03/18/17-03-enduro-das-cavas/

Por Leo Tavares com a colaboração da FMEMG com fotos de Angelo Savastano.