Com Tunico Maciel na liderança das motos, Sertões está a caminho do Jalapão para etapa Maratona

Equipe Honda Racing ocupa os três primeiros lugares da classificação das motos; Primeira parte do desafio sem assistência externa será nesta quinta-feira (29/8), com 475 km de percurso.

Os competidores do Sertões 2019 estão prestes a encarar um desafio que promete ser o divisor de águas na disputa dos títulos de todas as categorias. A primeira parte da etapa Maratona, que não permite auxílio mecânico externo, será esta quinta-feira (29/8), entre Porto Nacional e São Félix do Tocantins (TO), com 475 quilômetros de percurso - 330 deles de especiais (trechos cronometrados). Entre as motos, o líder Tunico Maciel, da Honda Racing, está embalado por vitórias nas últimas três etapas do rali com a motocicleta CRF 450RX. 

A quarta etapa do Sertões largou nesta quarta-feira (28/8) de São Miguel do Araguaia (GO). Os pilotos cumpriram 570 km, incluindo 275 de especiais, até a cidade de Porto Nacional (TO). Além da vitória de Maciel na geral das motos e na classe Production Aberta, o time vermelho contou com o primeiro lugar de Gregorio Caselani na Super Production - o que manteve o gaúcho na ponta da tabela da categoria e na vice-liderança da geral.  

Caselani foi o segundo mais rápido da quarta etapa com o tempo de 2h57min09seg - exatamente o mesmo anotado pelo companheiro de equipe Jean Azevedo. Sete vezes campeão e maior vencedor das motos, o experiente piloto segue em terceiro lugar na briga pelo título do Sertões 2019. 

Primeiro a chegar em Porto Nacional, Tunico Maciel foi cercado pela população local, que fez uma recepção calorosa, com direito a bandeirinhas do Brasil e do Sertões. “É muito bom ser recebido assim, muito obrigado a todos da cidade”, agradece o mineiro. “A quarta etapa do Sertões foi uma das melhores da minha vida, muito prazerosa de andar. O piso era excepcional, com um misto de cascalho e piçarra, foi um dia muito bom mesmo.”

Maciel defende o título das motos no Sertões 2019 e está pronto para encarar o famoso Jalapão. “Estou muito confiante. A minha Honda CRF 450RX está perfeita, não tive qualquer problema com a moto durante a prova. O modelo é o mesmo com o qual fui campeão do Sertões em 2018 e estou liderando o Campeonato Brasileiro esse ano, por isso não tenho com o que me preocupar. Quero andar forte nessa primeira parte da Maratona e continuar bastante concentrado”, acrescenta Maciel.    

Jean Azevedo lembrou que, pela Maratona englobar duas etapas da prova, serão mais de 800 km sem poder contar com auxílio mecânico externo. “Serão dois dias duros e muito importantes para a classificação final do rali. Quem conhecer melhor os segredos do Jalapão pode sair de lá em uma posição melhor”, aposta o paulista, que disputa o Sertões há 25 anos. 

Gregorio Caselani também esquenta a briga interna da Honda Racing pelo título das motos no Sertões. “Foram etapas muito longas até chegar no Tocantins, e na quinta etapa o tipo de terreno vai mudar bastante. A prova vai ficar ainda mais pesada por conta das areias do Jalapão, sem dúvidas o piso será um desafio à parte. O fato de estar com a Honda CRF 450RX, um equipamento totalmente confiável, também faz muita diferença na Maratona”, finaliza o campeão das motos em 2016. 

Patrocinado pela Honda, o 27º Sertões largou no dia 25 de agosto de Campo Grande (MS). O rali conta com oito dias de disputas até a chegada em Aquiraz (CE), marcada para 1º de setembro. O roteiro total é de 4.890 quilômetros, sendo 2.861 de especiais (trechos cronometrados), com passagem por seis estados: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Piauí e Ceará. A prova inclui também categorias para carros, UTVs e quadriciclos.

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country é patrocinada por Pro Honda, ASW, Michelin, DID e Seguros Honda.

Sertões 2019 - Classificação após quatro etapas (resultados extraoficiais)

Classificação geral – Motocicletas
1 - Tunico Maciel #1 - 17:57:54 - Honda CRF 450RX
2 - Gregorio Caselani #5 - 18:05:34 - Honda CRF 450RX
3 - Jean Azevedo #3 - 18:17:58 - Honda CRF 450RX
4 - Bruno Leles #18 - 18:53:01
5 - Tulio Malta #4 - 19:07:43

Categoria Super Production
1 - Gregorio Caselani #5 - 18:05:34 - Honda CRF 450RX
2 - Jean Azevedo #3 - 18:17:58 - Honda CRF 450RX
3 - Bruno Leles #18 - 18:53:01
4 - Ricardo Martins #2 - 19:48:02
5 - Ramon Sacilotti #11 - 20:06:14

Categoria Production Aberta
1 - Tunico Maciel #1 - 17:57:54 - Honda CRF 450RX
2 - Tulio Malta #4 - 19:07:43
3 - Vítor Closs #9 - 19:38:23
4 - Mário Marchiori #8 - 19:42:50
5 - Rafael Milan #12 - 20:25:39

Sertões 2019 - 4ª etapa (resultados extraoficiais)

Classificação geral – Motocicletas
1 - Tunico Maciel #1 - 02:54:54 - Honda CRF 450RX
2 - Gregorio Caselani #5 - 02:57:09 - Honda CRF 450RX 
3 - Jean Azevedo #3 - 02:57:09 - Honda CRF 450RX
4 - Ricardo Martins #2 - 03:00:21
5 - Tulio Malta #4 - 03:02:04

Categoria Super Production
1 - Gregorio Caselani #5 - 02:57:09 - Honda CRF 450RX 
2 - Jean Azevedo #3 - 02:57:09 - Honda CRF 450RX
3 - Ricardo Martins #2 - 03:00:21
4 - Bruno Leles #18 - 03:03:29
5 - Ramon Sacilotti #11 - 03:06:54

Categoria Production Aberta
1 - Tunico Maciel - 02:54:54 - Honda CRF 450RX
2 - Tulio Malta #4 - 03:02:04
3 - Vítor Closs #9 - 03:04:02
4 - Mário Marchiori #8 - 03:09:23
5 - Rafael Milan #12 - 03:15:18

Programação Sertões 2019:

29/8 - Quinta-feira 

5ª etapa - Porto Nacional (TO) a São Félix do Tocantins (TO) – Maratona
Deslocamento inicial - 142 km 
Especial (Cronometrado) - 330 km 
Deslocamento final - 3 km 
Total do dia - 475 km

A primeira parte da etapa Maratona será com um visual bem bonito do Jalapão, região marcante na história do Sertões. Porém, o desafio estará no piso de muita “quebradeira”, com erosões e pedras, mais abrasivo do que nos dias anteriores. Haverá passagens em rios, grandes retas com areia pesada e terra batida. A atenção deverá estar na mudança de cores no piso e também na hidratação.

30/8 - Sexta-feira
6ª etapa - São Félix do Tocantins (TO) a Bom Jesus (PI) – Maratona
Deslocamento inicial - 0 km 
Especial (Cronometrado) - 535 km 
Deslocamento final - 2 km 
Total do dia - 537 km

O dia da última parte da etapa Maratona ficará marcado pela maior especial da história do Sertões, em 27 anos. Será o trecho mais importante da edição, com muita areia, grandes retas, poucas sombras, descidas de serras, bem árido, com todos os tipos de pisos. Destaque para a paisagem durante a passagem pelos cânions de Bom Jesus, no Piauí.

31/8 - Sábado
7ª etapa - Bom Jesus (PI) a Crateús (CE)
Deslocamento inicial - 2 km 
Especial (Cronometrado) - 325 km 
Deslocamento final - 628 km 
Total do dia - 955 km

Depois de seis dias muito intensos nas especiais, o Sertões 2019 começará a diminuir forte o ritmo nos trechos cronometrados. Porém, será a etapa mais longa da edição em quilometragem, com um deslocamento final de 617 km - um desafio extra para todos os pilotos, que terão que controlar o sono e o cansaço antes da chegada no penúltimo destino, em Crateús (CE).

1/9 - Domingo
8ª etapa - Crateús (CE) - Aquiraz (CE)
Deslocamento inicial - 428 km 
Especial (Cronometrado) - 18 km 
Deslocamento final - 6 km 
Total do dia - 452 km

O dia iniciará com um deslocamento direto para a especial de 30 km nas dunas de Aquiraz (CE). Será um circuito de 10 km, com três voltas nas areias, uma dinâmica bem diferente das demais especiais. A largada será em linha e a chegada, no Beach Park, famoso parque aquático da região.

Total de especiais - 2.861 km 
Total da prova - 4.890 km 

*As informações são fornecidas pela organização do evento e estão sujeitas a alterações.

Por Leo Tavares com a colaboração da Mundo Press e foto de José Mário Dias.