Rolou na noite desta quinta feira (05/07) uma ação inédita no Brasil. O grupo Orange apresentou a sua nova ação de marketing e patrocínio por parte de uma concessionária de motos a um time de futebol. Considerado como um dos times mais queridos das Minas Gerais, a América passa a ter em suas camisas a logo da O2BH, e a equipe de competições do Grupo passa assinar o nome América no nome das equipes. 

O América Futebol Clube e o Grupo Orange, proprietário das concessionárias Orange BH KTM, O2BH Yamaha e O2BH Kawasaki, responsáveis pelas principais equipes do motociclismo nacional nas categorias de Enduro FIM, Enduro de Regularidade e Motovelocidade, promoveram na noite desta quinta-feira (5 Julho) na sede do Grupo Orange em Belo Horizonte, um coquetel para anúncio de uma parceria inédita no Brasil.

Além de levar a marca O2BH para os números de sua camisa, o América passa fazer parte das equipes que passam a se chamar Orange BH KTM América Racing, Yamaha O2BH América Racing e O2BH Kawasaki América Racing. A parceria prevê a utilização de todo a estrutura esportiva do América pelos pilotos do Grupo Orange, além de diversas ações integradas nos jogos e nas competições motociclísticas que os pilotos disputam no Brasil e exterior. O contrato firmado entre as partes tem duração de um ano e poderá ser expandido.   

No total 9 pilotos e uma ciclista estarão representando o América nas pistas de competição em três equipes distintas. Pela equipe Orange KTM Racing América Racing  Bruno Crivilin e Vinicius Calafati;  pela equipe Yamaha O2BH América Racing, Rômulo Bottrel, Jomar Grecco, Fábio Amaral, Patrik Capila e Ronald Santi são os representantes; e pela O2BH Kawasaki América Racing os pilotos Túlio Malta e Antonio Franzen, além da ciclista Barbara Jechow. Destaque para Crivilin, que lidera o campeonato Brasileiro e está em sexto lugar no Campeonato Mundial. (Confira no final o histórico, categoria, modalidade e principais conquistas de cada piloto)

Palavra do diretor do Grupo Orange – Felipe Nacif

“A parceria com o América vai permitir que nossos atletas tenham acesso a o que há de mais moderno em termos de preparação física, fisiológica e nutricional, algo inédito no motociclismo nacional. Além disso, traz visibilidade ao esporte através de um clube centenário, muito querido em Minas Gerais e no Brasil, e mostra ao publico que o América se posiciona na vanguarda dos clubes no Brasil, expandindo sua atuação no esporte para além das fronteiras do futebol, como já havia feito com o futebol americano”.

Palavra do diretor de Marketing e Negócios do América – Erley Lemos

“Esse é o segundo passo da parceria que estabelecemos com o Grupo Orange. Pensamos em um modelo 360º, com a presença da O2BH no uniforme do América e também do América nas equipes de Enduro e Motovelocidade. É uma estratégia que visa aproximar públicos diversos, do futebol e do motociclismo. Acreditamos muito nessa convergência e estamos muitos animados com as possibilidades futuras”

Mais sobre o América Futebol Clube

Primeiro decacampeão do mundo, o América Futebol Clube foi fundado em 30 de abril de 1912 e é um dos mais tradicionais clubes de Minas Gerais e do Brasil. Em sua rica trajetória centenária, a história do América se confunde com a de Belo Horizonte. Seu primeiro estádio (também o primeiro campo gramado e com arquibancadas cobertas em Minas) se localizava onde hoje se encontra o Mercado Central. Nos dias de hoje, a casa americana é o Estádio Independência, motivo de orgulho de toda torcida. O América destaca também pelo modelo de gestão diferente da maioria de outros Clubes, tendo à frente um Conselho de Administração formado por cinco integrantes, além do Conselho Consultivo, que contempla todos os presidentes e ex-presidentes vivos e ajuda a comandar o Clube e seu futuro. Fora de campo o América é também conhecido pelo seu grande patrimônio, avaliado em mais de R$ 550 milhões.

Por Leo "Corrosivo" direto do evento do Grupo Organge.

 

Mais uma vez a ASW impulsiona o motocross brasileiro no exterior. Com grandes capítulos anteriores em campeonatos estrangeiros, mais uma vez é hora de fazer história no MXGP e introduzir um piloto brasileiro de alto desempenho em uma equipe estrangeira de ponta.

A estrela da vez é Gustavo Pessoa, que agora é oficialmente um piloto ASW e fará parte da equipe Bike It Dixon Racing Team. Correndo pela categoria MX2, o piloto embarcará nesta terça-feira (03) para o Reino Unido, local de Origem da Dixon Racing Team. Sua estreia pela equipe está marcada para o dia 22 deste mês, no qual competirá a 14ª etapa do MXGP na pista de Loket, localizada na República Checa.

Não é a primeira vez que a ASW impulsiona um brasileiro no Mundial de Motocross. A primeira vez foi com Balbi Jr., que disputou o MXGP de 2005 com apoio da equipe Ricci Racing. A marca também é responsável pelo patrocínio de pilotos da equipe brasileira em campeonatos como o Motocross das Nações e o International Six Days Enduro, além de ter dado base para Felipe Zanol ter conquistado seu oitavo lugar no Mundial de Enduro, em 2011.
A vitória da categoria Silver de Bruno Crivilin no Red Bull Romaniacs também foi um marco na história do esporte nacionale considerada um grande acontecimento para a ASW.

Agora, Gustavo seguirá seus treinos para o Mundial de Motocross na Inglaterra. Você pode acompanhar a preparação, o desempenho e o estilo de vida do piloto no exterior por meio das redes sociais da ASW (@aswracing e @aswracingint) e pela página do piloto também (@capitao891).

Colaboração e foto: ASW Racing/