Com os títulos da classificação geral e das categorias Elite e E1 já garantidos, equipe HondaRacing vai à cidade paulista com Júlio Ferreira e Gabriel “Tomate” Soares tentando manter o bom desempenho nas pistas.

A sexta e última etapa da Copa EFX Brasil de Enduro FIM será disputada neste domingo (11), em Mauá (SP), com a equipe Honda Racing pronta para manter o bom desempenho na competição e brigar pelas primeiras posições. O piloto Júlio Ferreira, campeão geral e da categoria Elite por antecipação, e Gabriel “Tomate” Soares, também da classe Elite, serão os representantes do time vermelho na disputa.

Júlio Ferreira venceu as quatro primeiras etapas, disparando na liderança de sua categoria e da classificação geral da competição. Na quinta e mais recente prova, em Bragança Paulista (SP), foi segundo lugar em ambas as disputas - o suficiente para assegurar os dois troféus.

“Os títulos da Elite e da geral já estão garantidos, mas vou encarar a última etapa como se fosse a primeira, com gás e garra”, afirmou o piloto mineiro, que acelera a Honda CRF 450RX. “Tenho treinado muito e vou com tudo para tentar vencer mais esta disputa”, concluiu.

Ferreira só não ostenta 100% de aproveitamento no certame por conta da vitória de Gabriel “Tomate” Soares na última etapa. O paulista, que retornava à competição após recuperar-se de uma fratura na mão direita, fazia sua estreia na classe Elite e cravou o melhor tempo entre todos os pilotos da prova.

“Voltei muito bem, vencendo na EFX e no Brasileiro de Enduro FIM. Então, acho que o foco agora é tentar manter esse bom desempenho”, disse Soares, que irá acelerar a Honda CRF 450RX na disputa em Mauá (SP). “Quero vencer mais uma para entrar ainda mais forte em 2019”, completou.

O evento que será disputado na cidade da região metropolitana de São Paulo terá como base o Grêmio Esportivo Mauaense e entrada gratuita. Os pilotos terão que superar três testes cronometrados em um percurso de aproximadamente 30 quilômetros, que contará com dois controles de horário.

Também integrante da equipe Honda Racing, o piloto Nicolás Rodrigues, campeão antecipado da E1 em Bragança Paulista (SP), será desfalque nessa prova: o carioca viaja com a seleção brasileira nesta semana ao Chile, onde disputará, de 12 a 17 de novembro, o International Six Days Enduro.

A equipe Honda Racing de Enduro FIM conta com o patrocínio da Honda, D.I.D correntes e Mobil.

Copa EFX Brasil 2018 - 6ª etapa
Base do evento: Grêmio Esportivo Mauaense, Mauá (SP)
Entrada franca

Programação*

Sábado (10/11)
12h - Abertura do parque de eventos para montagem dos boxes
16h - Abertura da secretaria para entrega de material
18h - Fechamento da secretaria para entrega de material

Domingo (11/11)
7h - Abertura da secretaria
7h30 - Início da vistoria técnica e entrada ao parque fechado
8h45 - Briefing técnico a pilotos e equipes
9h - Início das largadas com os primeiros pilotos
10h - Fim da vistoria técnica e entrada ao parque fechado/ fechamento da secretaria
15h - Previsão da premiação aos campeões
17h - Encerramento das atividades

*A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações

Colaboração e foto: Mundo Press/Idário Café

Recém coroado Campeão Brasileiro de Enduro na Categoria Júnior, o capixaba Patrik Capila, da Yamaha O2BH América Racing, já está em Viña del Mar, no Chile desde a última terça-feira (6), para a disputa do Internacional Six Days Enduro, que acontece entre os dias 12 e 17 de novembro. O jovem piloto de 19 anos se junta a Bruno Crivilin, Gustavo Pellin e Nicolas Rodriguez para defender as cores da Seleção Brasileira.

A prova é considerada as Olimpíadas do Enduro, e este ano conta com a participação de 400 pilotos de 25 diferentes países. Será a primeira participação de Capila na prova, que no ano passado teve a seleção brasileira conquistando o oitavo lugar, melhor resultado do Brasil em todos os tempos.

Este ano o piloto teve a oportunidade de participar de duas provas do Mundial de Enduro, na Espanha e Portugal, além de conquistar um terceiro lugar em uma etapa do Campeonato Português. Agora o desafio será maior defendendo a seleção brasileira. Patrik vai disputar a prova com uma Yamaha YZ 450FX, com um kit que aumentou a cilindrada da moto para 480cc. Isso porque a prova exige que cada seleção tenha pilotos nas três categorias. Assim, Capila disputa a Categoria E3, para motos acima de 450cc.

“Estou bem animado, já começamos a reconhecer as especiais e estou gostando bastante. Depois de disputar o Campeonato Brasileiro com uma Yamaha YZ 250FX, vou encarar uma moto bem mais forte, mas isso não será problema. Já treinei bastante com a moto e estou bem adaptado. Quero ajudar nossa seleção a conquistar mais uma boa colocação, assim como no ano passado. Estou ansioso para poder acelerar logo”, relatou Capila.

Serão seis dias de prova com uma média de 270 quilômetros por dia. Ao final de cada dia os pilotos tem poucos minutos para dar manutenção nas suas motocicletas – nenhuma ajuda é permitida, a não ser para abastecer. Qualquer reparo ou manutenção, bem como as trocas de pneus diárias, tem que ser feitas pelos pilotos, depois de acelerarem por cerca de sete horas a cada dia.

A Equipe Yamaha O2BH América Racing tem patrocínio da Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/Janjão Santiago