No próximo final de semana Bruno Crivilin disputa mais uma etapa do Mundial de Enduro, dessa vez na França. A prova desta vez terá um formato diferente do tradicional.

No sábado, às 9h15 da manhã (4h15 da madrugada no Brasil) os pilotos largam para cinco voltas no percurso com dez Enduro Testes. Às 17 horas (meio-dia no Brasil) será a vez do SUPER STRAIGHT, onde os pilotos largam em disputas lado a lado, em uma pista de 300 m de reta com troncos, saltos, pneus e pedras (como o Red Bull Straight Rhythm). Cada piloto encara a pista, uma vez de cada lado, valendo como Testes 11 e 12.

No Domingo será a vez dos pilotos encararem um Cross Country de duas horas e meia, com largada às 15h (10 da manhã no Brasil). 

Vale a torcida de todos os brasileiros para o nosso piloto Bruno Crivilin!

colaboração e foto: Janjão Santiago

A cidade de Morrinhos (GO) foi neste sábado (15) e domingo(16) palco da 6ª etapa do Brasileiro e 2ª etapa do Campeonato Goiano de Motocross. Um final de semana com boas disputas e muita adrenalina, já que o brasileiro se aproxima do final da temporada.

Aproximadamente 15 mil pessoas compareceram nos dois dias de prova realizada neste fim de semana no interior goiano. No domingo, correram pelo Brasileiro seis categorias, sendo 65cc, MX2, MX2JR, MX1, MXJR e Elite MX.

Os jovens pilotos da 50cc deram um espetáculo na pista, ditando o ritmo do dia do campeonato brasileiro de motocross. A corrida foi marcada por uma disputa emocionante entre Gustavo Maurício que largou na frente e Francisco Emilio, que liderava o campeonato.  Francisco Emilio, teria conquistado o segundo lugar do pódio se não fosse desclassificado por não ter permanecido  no parque fechado após a prova, conforme determinado em regulamento. Com a punição, o piloto deixa sua situação um pouco mais delicada na competição.

A segunda prova do dia foi marcada pelas as categorias MX2 e MX2JR, que apesar de correm juntas pontuam separadamente.  Fábio Santos, da equipe Yamaha e Lucas Dunka (Honda), estiveram lado a lado pela briga da primeira posiçãa na MX2. Mas o topo do pódio de ambas categorias foi azul com Fábio Santos (MX2)  e  Tallys Nathan pela MX2JR , pilotos da equipe Yamaha.

Na primeira bateria da MX1, destque para a recuperação do espanhol Carlos Campano, que não fez uma boa largada, mas teve uma rápida recuperação logo nos minutos iniciais da prova,  subindo cinco posições e alcançando Jetro Salazar (equipe Honda), que chegou a liderar boa parte da corrida. Uma prova marcada por várias trocas de posições, entre Jetro e Campano e Hector Assunção (Honda) e Paulo Alberto (IMS). A motocicleta do espanhol chegou a enroscar com um bump da pista, mas isso não impediu Campano de subir no lugar mais alto do pódio, deixando Jetro Salazar (equipe Honda) com a segunda posição.

Na MXJR muitas quedas deixaram apreensivo o público presente. Marcelo Leodorico (#44), que vinha liderando a bateria sofreu uma queda, e acbaou levando vários pilotos ao chão, entre eles Gabriel Mielke (#102), Brayan Soares (#96) e Henrique Heicka (#202). Os pilotos José Antônio Pedro (#89),Brayan Soares (#96) e Gabriel Milke ( #102) foram punidos em cinco posições por saltarem na bandeira amarela. Punições também marcaram as categorias 65cc. Os pilotos Raul Nunes, Bruno Leal e Renato Cobucci receberam auxílio externo e foram punidos em vinte segundos.

Um show a parte foi a MX Elite, com ultrapassagens que emocionaram o público. Jetro Salazar fez uma boa largada, mas acabou perdendo posição para o espanhol Carlos Campano que fez uma excelente prova e também garantiu o topo do pódio.

Restam apenas mais duas etapas para a final do Campeonato Brasileiro de Motocross. A próxima parada será dia 21 de outubro também em Goiás no município de Caldas Novas. O campeonato tem o patrocínio oficial da Honda, Rinaldi Pneus, Erbs, Yamaha, IMS e apoio da Uniart Troféus.

Confira os resultados das provas deste domingo:

 50 cc

1° Gustavo Mauricio M. Torres

2° Matheus Henrique Mendes Oliveira

3° Caio Eto Tiburcio

4° Luiz Henrique Tapari dos Santos

5° Lucas Pereira Correia da Silva

MX2

1° Fabio dos Santos

2° Pedro Henrique Bueno

3° Lukas Dunka

4° João Pedro Pinho Ribeiro

5° Leonardo de Souza

MX2JR

1° Tallys Nathan Silva Brito

2° Joaquim Antonio Neto

3° Renan Goto

4° Vanderlei de Souza Junior

5° João Vitor Pereira Xavier

65 cc

1° Rafael Becker

2° Bernardo Eto Tiburcio

3° Gustavo Rodrigues

4° Garmichel Rodrigues

5° Vitor Hugo

MX1

1° Carlos Campano

2° Jetro Salazar

3° Humberto Martin

4° Paulo Alberto

5° Hector Assunçao

MXJR

1° Gabriel Bohrer Andrigo

2° Rafael Ribeiro de Araújo

3° José Antonio Pedro Filho

4° Luiz Filipi Vale da Rocha

5° Gabriel Vinicius dos Santos

MX Elite

1° Carlos Campano Jimenez

2° Jetro Salazar

3° Humberto Martin

4° Eduardo Ferreira Lima

5° Fabio dos Santos

Colaboração: Assessoria de Comunicação CBM/Tiago Lopes/SHow Radical