A Yamaha do Brasil não para de inovar e vai levar até você os melhores momentos do Campeonato Brasileiro de Motocross direto da pista do Motódromo Pedro Stradiotti, localizada as margens da BR 163 - Km 371, conta com 1.300 metros e obstáculos como sequência de costelas, king, duplo, triplo e mesas. 

para poder acompanhar é muito fácil, basta entrar no perfil da Yamaha do Brasil no Facebook no domingo (10/06) a partir das 11:30H. 

O canal CorrosivoFilmes vai facilitar ainda mais a sua vida, basta acessar o link facebook.com/yamahamotorbrasil/

Esta eperando o que para conferir lá

por Leo "Corrosivo"  direto da redação.

Três campeonatos patrocinados pela marca de pneus Rinaldi voltam a reunir seus competidores neste fim de semana, dias 9 e 10 de junho: Brasileiro de Motocross – em Nova Alvorada do Sul (MS), Brasileiro de Enduro FIM – em Aracruz (ES) e Copa Sul Mineira de Enduro de Regularidade – em Itajubá (MG). Saiba mais sobre cada evento abaixo!

Campeonato Brasileiro de Motocross

O Campeonato Brasileiro de Motocross realiza sua quarta etapa, com a disputa de oito categorias: MX1, MX2, MXJR, MX2JR, MX3, MX4, MX5 e Elite MX. A pista do Motódromo Pedro Stradiotti, localizada as margens da BR 163 - Km 371, conta com 1.300 metros e obstáculos como sequência de costelas, king, duplo, triplo e mesas. A programação inicia no sábado, às 8h30, com os treinos livres, e segue às 12h10, com os cronometrados, e às 15h15, com as primeiras provas. No domingo, às 8h45, rola o warm up, e às 11h45, o restante das baterias. A entrada é franca.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM

O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM também terá sua quarta etapa realizada neste fim de semana. O roteiro, de aproximadamente 50 quilômetros, traz as características da região, com trechos acidentados e terreno firme. Estão previstas três especiais: o Cross Teste Yamaha (com 4 km e passagem por pista de motocross); o Extreme Teste Rinaldi (3,1 km de muitas pedras); e o Enduro Teste MR Pró (3,8 km em pastagens e plantações de eucaliptos). Os pilotos completarão três voltas no circuito por dia. As largadas acontecem na Praça da Paz, às 10h, no sábado, e às 8h, no domingo. O público tem acesso liberado.

Copa Sul Mineira de Enduro de Regularidade

Já a Copa Sul Mineira de Enduro de Regularidade realiza sua quinta rodada, durante o Enduro da Mantiqueira. Serão aproximadamente 120 quilômetros de percurso com trilhas íngremes, repletas de subidas e descidas, pela mesma região que finalizará o tradicional Enduro da Independência, no mês de setembro. A largada do primeiro piloto acontece no domingo, às 9h30, no Parque da Cidade, onde os fãs do esporte podem conferir de perto. Ao todo, são oito categorias.

Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/Angelo Savastano

O Tradicional Enduro do Marvão chega à 17ª edição e como sempre muito prestigiado por competidores. O evento esse ano deixa de lado as tradicionais disputas na modalidade enduro de regularidade e passa a ser um circuito de Enduro FIM. A mudança da data também é outra novidade, pois tradicionalmente a prova acontecia no mês de maio e nesse ano acontecerá nos dias 23 e 24 de junho, na bela Castelo do Piauí, a norte do Estado, valendo pela 4ª etapa do Campeonato Piauiense de Enduro FIM. Além disso, a organização do evento realizará também uma competição de mountain bike, que já está homologada pela Federação de Ciclismo do Piauí, embora não seja etapa do ranking estadual.

Competidores de vários municípios já estão confirmando presença, como Parnaíba, Piripiri, Campo Maior, Piracuruca, Floriano, Floriano, Picos e Valença do Piauí. Este ano, como é tradicional, a organização do evento, que tem como diretor Newton Rossi, fará novamente ações sociais para ajudar instituições carentes da região de Castelo do Piauí. Cada competidor inscrito terá que doar dois quilos de alimento não perecível. No dia das disputas (24), a organização também realizará um bingo beneficente, cuja renda será destinada para comunidade terapêutica que previne e trata de dependentes químicos.

“Esse ano, o evento inova na parte competitiva off-road pois será na modalidade Enduro FIM, mas vai manter as características técnicas da região de Castelo, que tem muita areia, pedras e muitas veredas, trazendo sempre muita adrenalina e alto nível para os enduristas de moto”, destacou Newton Rossi. As inscrições estão abertas no site da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e terão a supervisão da Federação de Motociclismo do Piauí (FMP). Informações www.cbm.esp.br

Colaboração e foto: Aldeia Comunicação

A 9ª etapa do Mundial de Motocross 2018 foi disputada no domingo, 3 de junho, em Matterley Basin. A pista tem um solo que exige muita técnica, que exigiu perícia dos pilotos. Os grandes saltos unidos ao terreno desgastado deixaram as disputas alucinantes.

Com suporte de sua equipe patrocinada DRT Kawasaki, a ASW Racing estabeleceu-se no evento para fortalecer a conexão com seu novo público.
A marca recebeu uma grande quantidade de pessoas em seu stand para expor seus produtos, explicar sua visão e estabelecer o contato dos fãs com os pilotos, que, por sinal, são muito queridos na região.

"O box ficou bastante cheio durante todo o fim de semana. A participação da ASW nesta etapa do MXGP foi muito legal! Diversas lojas e fãs do esporte vieram ao nosso stand. A Dixon Racing Team é, sem sombra de dúvidas, a equipe mais popular. Posso afirmar que a Inglaterra já virou a segunda casa da ASW.", relata Fernando Silvestre, diretor comercial da ASW Racing.

Com direito a anúncio na revista oficial do evento e um carinho enorme sendo desenvolvido do público local pela marca, a ASW continua a solidificar sua presença na Europa.

Bike It DRT Kawasaki

Matterley Basin é praticamente a casa de Tommy Searle, piloto da DRT Kawasaki patrocinado pela ASW. Lá ele conseguiu a primeira colocação no MXGP de 2012, na categoria MX2.

Com um ótimo início e boa execução em ambas as baterias, Tommy conseguiu a 8ª posição na etapa, ressaltando que seu rendimento poderia ter sido ainda melhor, não fosse um plástico preso em sua corrente distraindo-o.

Agora o piloto prepara-se para a próxima rodada seguindo seu treinamento intensivo, orientado por Steve Dixon, dono e chefe de equipe da DRT Kawasaki.

Colaboração e foto: ASW

Cravada entre as terras altas da Serra da Mantiqueira, a charmosa cidade de Itajubá promete uma grande festa para receber os competidores da mais tradicional prova de regularidade do Brasil, o Enduro da Independência 2018.

Em 2017, Itajubá foi palco de passagem e reuniu mais de 5.000 mil pessoas no parque Municipal de lazer para ver de perto a passagem dos pilotos. Devido à grande recepção do ano passado, a prova foi novamente convidada pelo Município para finalizar com chave de ouro a grande festa do off road nacional.

Conhecida em todo o Brasil pelo seu polo tecnológico de ponta, pelas belas trilhas e pelo frio intenso no inverno, Itajubá em Minas Gerais aguarda você e toda a família do Independência para uma grande festa pelas trilhas altas da Mantiqueira.

Resumo da prova:
04/09
Entrega de Material e Largada Promocional em Lavras/MG
05/09
Lavras/MG a Lavras/MG
06/09
Lavras/MG a Lambari/MG
07/09
Lambari/MG a Itajubá/MG
08/09
Itajubá/MG a Itajubá/MG

O Enduro da Independência 2018 conta com o patrocínio e apoio da Yamaha do Brasil, O2BH Yamaha, ASW Racing, Rinaldi Pneus, Cervejaria Backer, Menta Motos, BMP Especial Parts, Tecar Jepp, Água Mineral Ingá, Microcity, Prefeitura Municipal de Lavras, Prefeitura de Lambari e Prefeitura Municipal de Itajubá.

Colaboração e foto: EI2018/Arquivo CF

Com os resultados obtidos no fim de semana, a Movistar Yamaha MotoGP recuperou a primeira posição na classificação entre as equipes.  A sexta etapa do Mundial de MotoGP, que aconteceu no dia 3 de junho no Autodromo de Mugello, teve um sabor especial para Valentino Rossi. O piloto da Movistar Yamaha MotoGP não só celebreu a terceira colocação na corrida, conquistada em seu país, como também subiu na classificação geral do campeonato, ocupando agora o segundo lugar – a 23 pontos do líder.

Rossi que havia começado bem o fim de semana, largando na pole position, perdeu a liderança na primeira volta. Sofrendo constantes ataques, o piloto italiano chegou a ocupar a quinta colocação. Contudo, Rossi reagiu, deu um show de pilotagem e cruzou a linha de chegada em terceiro. Por pouco ele não faturou a posição de Dovizioso, que chegou poucos metros a sua frente.

ara Viñales, o GP disputado na Itália não foi dos melhores. Tudo parecia ter um bom desfecho, com O piloto espanhol conquistando um bom lugar na classificação, largando na primeira fila, em terceiro lugar. Porém uma largada ruim lhe custou caro, fazendo com que ele completasse a primeira volta em décimo primeiro. 

Na busca por se recuperar, Maverick Vinãles imprimiu um forte ritmo com sua Yamaha M1, mas em função da deterioração dos pneus, sua evolução não foi além da oitava colocação. Não muito distantes de Maverick Viñales, chegaram os pilotos da Equipe Yamaha Tech3. Johann Zarco foi o décimo e Hafizh Syahrin o décimo segundo.

Com o resultado obtido na sexta etapa do campeonato, que terá um total de 18, Rossi agora soma 72 pontos e fica em segundo na classificação geral com 5 pontos à frente de Viñales, que caiu para terceiro.

Graças a pontuação conquistada no GP da Itália, a Yamaha se mantêm em segundo lugar no Campeonato de Construtores, reduzindo para 22 pontos a diferença em relação ao líder. Já entre as equipes, a Movistar Yamaha MotoGP não só recuperou a primeira posição na classificação, como abriu uma vantagem de 15 pontos.

A próxima etapa será o Grande Prêmio da Catalunha, disputado na cidade de Barcelona, Espanha, no dia 17 de junho.

Colaboração e foto: Ymaha do Brasil/Yamaha Racing

Piloto da equipe KTM Sacramento vence segunda etapa e segue invicto no campeonato Duas etapas, duas vitórias. Loandro Anton segue com 100% de aproveitamento no Campeonato Paranaense de Enduro FIM 2018. A segunda etapa da temporada foi disputada neste domingo, dia 3 de junho, em Tamarana (PR) e teve o piloto da equipe KTM Sacramento como grande destaque entre os cerca de 100 competidores.

Vencedor da Geral e da categoria E1, Loandro acelerou uma KTM 250 EXC-F e elogiou a competição. "A prova foi sensacional, com trilhas muito boas e bem lisas. Foram cinco especiais em cada uma das quatro voltas. Fiz uma prova limpa, sem erros. Terminei com boa vantagem, 4 minutos mais rápido que o segundo melhor tempo", destacou o líder invicto da temporada.

No total, os pilotos percorreram cerca de 80 quilômetros na corrida que teve como base o Sítio Jacob. Cada giro pelo percurso contou com um Cross Teste e quatro Enduro Testes.

O Campeonato Paranaense de Enduro FIM reserva novos desafios aos competidores ainda este mês: a terceira etapa da temporada 2018 está prevista para o dia 17 de junho, em São João do Triunfo.

Resultado da segunda etapa do Campeonato Paranaense de Enduro FIM 2018:

Categoria E1
1. Loandro Anton
2. Paulo Geremias Irmani Jr.
3. Maycon Bruno Lara Rodella
4. Raul César Men
5. Elton Alexandre Lorusso

A equipe KTM Sacramento é patrocinada por KTM, Dafra, Borilli Racing, Motul, Alpinestars, Bell, 100% e Edgers.

Colaboração e foto: Publix

O brasileiro Bruno Crivilin disputou neste final de semana mais duas etapas do Mundial de Enduro, desta vez na Estônia. Mais uma vez o brasileiro fez dois Top 10: no sábado foi oitavo e no domingo fechou a etapa em sétimo.

Continuando sua jornada pelo Campeonato Mundial de Enduro, o capixaba Bruno Crivilin conquistou mais dois importantes resultados neste final de semana. A prova que aconteceu em Tallinn, na Estônia, foi bastante dura e muito concorrida, já que pela proximidade com Suécia e Finlândia, contou com vários pilotos desses países, sempre muito competitivos.

Na sexta-feira aconteceu o Superteste, com uma especial muito técnica e vários obstáculos artificiais, com um grande público acompanhando as disputas. Crivilin acabou caindo e perdendo algum tempo, mas ainda assim conquistou a oitava colocação (quarto lugar na sua categoria). Na queda, a moto acabou caindo sobre o piloto e a descarga quente acabou queimando parte de seu braço e costas.

A partir desta etapa, foi estabelecida a parceria da equipe Orange BH KTM Racing com a Equipe Zanardo/Jolly, uma das melhores do circuito, para prestar assistência para o jovem piloto no Campeonato Mundial.

Se a estrutura de ponta deu tranquilidade ao piloto, ainda assim teve que encarar, além de um difícil percurso, as dores constantes durante todo o final de semana por causa da queimadura. Sempre andando entre os primeiros nas especiais, finalizou o primeiro dia na oitava posição na categoria.

Se a estrutura de ponta deu tranquilidade ao piloto, ainda assim teve que encarar, além de um difícil percurso, as dores constantes durante todo o final de semana por causa da queimadura. Sempre andando entre os primeiros nas especiais, finalizou o primeiro dia na oitava posição na categoria.

“Tentei andar sempre em um ritmo forte, mas as dores por causa da queimadura, principalmente na segunda metade da prova, acabaram incomodando um pouco, fazendo com que não conseguisse me concentrar direito e cometesse alguns erros, sem conseguir imprimir o ritmo que queria. A prova estava muito dura e não consegui me encontrar na moto e andar como queria. Acabei finalizando o sábado em oitavo, mas sabendo que poderia ser melhor”, relatou Crivilin.

No domingo o piloto conseguiu imprimir um ritmo melhor durante a prova, mas ainda assim, teve que superar as dificuldades do percurso que, se já era difícil, piorava a cada volta.

“As especiais ficaram muito esburacadas, por causa do tipo de terreno mais arenoso, só que com junto com a areia tinha também muitas pedras, pedras grandes, e no decorrer da prova foram aparecendo muita ponta de pedra e raízes. Não havia 50 centímetros da prova que não tivesse pedra, buraco ou raízes, a gente brigava o tempo inteiro e além disso tinha que ter muito cuidado pra não estragar o equipamento. Mas o balanço é altamente positivo, mais uma experiência adquirida e a certeza de que precisamos melhorar em alguns pontos”, explicou o piloto. 

Mesmo com um percurso com maior nível de dificuldade, Crivilin subiu uma posição em relação ao dia anterior, e finalizou o dia na sétima posição. No Mundial, ocupa a sexta colocação na classificação, apenas dois pontos atrás do quinto colocado, depois de seis etapas disputadas.

Da Estônia o líder do Campeonato Brasileiro segue direto para o Espírito Santo, onde no próximo final de semana tem mais uma prova válida pelo Brasileiro de Enduro, em Aracruz, sua cidade natal. Crivilin lidera a Classificação Geral e a Categoria E1.

Colaboração e foto: Orange BH/Jnjão Santiago

Caracas, o piloto Brasileiro Bruno Crivilin está de volta ao velho continente para defender as cores verde e amarela pelas trilhas da Estônia. Focado em buscar um bom resultado, o piloto capixaba da equipe Orange BH KTM Racing vai disputar nesta sexta, sábado e domingo. O piloto ocupa a quinta colocação na classificação do Campeonato na sua categoria. 

Na Estônia desde o último domingo, o jovem piloto brasileiro vai enfrenta neste final de semana ao lado dos melhores pilotos do mundo mais uma vez. A terceira etapa do Campeonato Mundial de Enduro será disputada com tempo seco e terrenos com muita areia. 

Desta vez, ao contrário das duas primeiras onde não tinha estrutura de equipe para suporte, ele conta com o apoio da Zanardo/ Jolly Racing, que é uma das melhores do circuito e conta com o líder do Campeonato Mundial, Alex Salvini. 

O líder do Campeonato Brasileiro aproveitou a semana pra se aclimatar e reconhecer as especiais, além de preparar a moto e testá-la. Segundo Crivilin, a expectativa é a melhor, por causa da estrutura e porque gostou bastante das especiais. 

“Já estou na Estônia desde o último domingo, foi bom pra me aclimatar e acostumar com o fuso horário, são seis horas de diferença para o Brasil. Na quarta-feira já comecei a caminhar as especiais. Gostei bastante das especiais, são bem mistas, sendo que o Extreme Teste e o Enduro Teste serão bem técnicos, bem duros, acho que o enduro Teste vai dar por volta de uns 12 minutos, onde a chance de errar é muito grande. Tem que ter um cuidado extra também com a moto, a chance de estragar é muito grande, são muitas pedras. Eu gosto desse estilo e gostei bastante das especiais. O Extreme é curto, mas bem difícil, com subidas e descidas bem íngremes de areia, acho que vai ser bem desafiador. O Cross Teste é em uma pista de areia, com saltos e curvas também em areia, muito legal, com uma parte de single track com muita areia e curvas. A expectativa é boa demais, acho que vou conseguir andar melhor que nas outras etapas, já estou mais familiarizado com o tipo de competição e o nível das disputas e quero ver se consigo um resultado melhor para o Brasil e mais do que isso, subir na classificação do Campeonato”, relatou Crivilin. 

A prova conta com três especiais cronometradas, um Enduro Teste, um Cross Teste e um Extreme Teste, e serão três voltas no sábado e mais três no domingo. Nesta sexta-feira acontece o Superteste que define a ordem de largada e já começa a contar tempo para a prova. 

O Superfete está programado para as 19h45 (13h45 aqui no Brasil). No sábado e domingo a prova começa as 9h da manhã (3h da madrugada aqui no Brasil). 

Vamos ficar aqui na torcida pelo piloto por um bom resultado! 

Braapppppppppp.....
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, ProX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Por Leo "Corrosivo" com colaboração e foto da Orange BH e Foto de Jaume Soler Movies.

Ao guidão de uma Yamaha WR 450F, Jomar Grecco é o grande vencedor da edição comemorativa de 30 anos do famoso enduro capixaba.

Na edição comemorativa dos 30 anos, o piloto Jomar Grecco, da Equipe Yamaha O2BH Racing, venceu as 4 etapas do Enduro da Polenta, disputadas neste sábado e domingo em Venda Nova do Imigrante, Espirito Santo.

“No sábado a prova aconteceu com terreno bastante liso, choveu a noite e o dia todo, nos dando muito trabalho. Com as trilhas bem lisas, o terreno não tracionava bem, então exigiu muito preparo e muita técnica. Mesmo assim, consegui imprimir um bom ritmo e venci o dia. No domingo foi um pouco melhor, tinha alguns trechos lisos também, mas o sol ajudou a secar algumas partes e a prova ficou mais rápida, com médias bem justas e com muita navegação”, relatou o bicampeão brasileiro.

Jomar Grecco também recebeu um troféu comemorativo dos 30 anos do Enduro da Polenta, concedido pelo Trail Clube Mata Atlântica, organizador da prova.

"É a oitava vez que venço a prova na Categoria Master, mas cada vitória tem uma história diferente... Vencer nesta edição comemorativa teve um sabor ainda mais especial. Fizeram um troféu exclusivo dos 30 anos do Polenta e fiquei muito feliz de receber essa premiação, um troféu muito bacana e que terá um lugar especial na minha galeria", disse o piloto da Yamaha.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro é o Enduro das Neves, que está marcado para os dias 23 e 24 de junho, na cidade de Braço do Norte/SC. A final do campeonato será na cidade capixaba de Viana, nos dias 21 e 22 de Julho, onde será definido o campeão brasileiro.

colaboração e foto: Yamaha do Brasil/Erik Araujo