O Team Rinaldi comemorou duas vitórias na terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Hard Enduro, realizada durante o Night Track Hard Enduro, neste fim de semana, dias 16 e 17 de junho, no município de Morungaba (SP). Rigor Rico e Bárbara Neves foram os responsáveis por fazer a festa da equipe.

Rigor foi o primeiro colocado na categoria principal – Gold, abrindo vantagem na ponta da tabela. “Foi uma prova muito divertida, com trechos inéditos, ótimas trilhas e bastante pedra, do jeito que eu gosto”, disse. Seu irmão, Ripi Galileu também enfrentou o desafio, finalizando em sexto lugar após cometer um erro de percurso.

Já Bárbara venceu a primeira etapa da classe Feminina na temporada 2018. A atleta, que é destaque nacional no Enduro FIM, está animada com a oportunidade de disputar o título em uma modalidade diferente, além de aprimorar sua técnica e ganhar ainda mais experiência.

Rigor, Ripi e Bárbara equiparam suas motocicletas com os pneus Rinaldi SR 39 na dianteira e SR Hard na traseira. Para eles, os melhores modelos para a prática do Hard Enduro. “Foram excelentes, ofereceram desempenho e segurança, me ajudando a alcançar o lugar mais alto do pódio”, disse Bárbara ao fim do evento.

Agora, os pilotos retornam as suas cidades, onde terão pouco mais de dois meses para se prepararem para a próxima rodada da competição, que também é patrocinada pela Rinaldi. A quarta etapa está programada para acontecer nos dias 25 e 26 de agosto, em Socorro (SP).

Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/Gustavo Narciso

Ritmo de negócios nos primeiros cinco meses do ano mostram que o setor está em processo de recuperação

As fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) estão em plena recuperação dos seus volumes de produção. A exemplo dos meses anteriores, registraram crescimento no número de motocicletas fabricadas em maio: saíram das linhas de produção 96.607 unidades, alta de 24,3% sobre o mesmo mês do ano passado (77.730) e de 9,3% na comparação com abril (88.422). Já no acumulado dos cinco meses, foram produzidas 444.566 unidades, correspondendo a uma expansão de 19% sobre as 373.491 unidades do ano passado. Os dados são da Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

Para Marcos Fermanian, presidente da entidade, chegar ao quinto mês consecutivo de crescimento significa que a recuperação do setor está praticamente consolidada. “O que mais assistimos neste período foi a contínua ascensão dos negócios no mercado nacional e tudo indica que as projeções serão revisadas para cima”, comenta. No início de 2018, a previsão divulgada pela entidade apontava um crescimento de 5,9% para a produção total do ano, chegando a 935 mil unidades, em comparação com as 882.876 unidades fabricadas em 2017.

A recuperação do setor também reflete nas vendas no atacado, feitas pelas fabricantes às concessionárias. Foram 87.939 motocicletas vendidas em maio, significando uma alta de 29,6% sobre o mesmo mês de 2017 (67.859) e de 12% na confrontação com abril (78.536). No acumulado, o cenário também foi de crescimento: 16,1%, sendo 400.478 motocicletas enviadas às lojas neste ano ante 345.019 em 2017.

Cinco categorias reuniram 96,2% do total de motocicletas comercializadas em maio, com as seguintes participações: Street, em primeiro lugar, com 49,7% (43.726 unidades), seguida da Trail com 22,1% (19.445), Motoneta com 15,2% (13.368), Scooter com 7,5% (6.576) e Naked com 1,7% (1.497).

Na categoria Street estão as motocicletas de baixa ou média cilindrada destinadas ao uso urbano, enquanto a Trail reúne as de baixa ou média cilindradas destinadas ao uso misto, tanto em vias pavimentadas quanto fora da estrada. Na categoria Motoneta estão os motociclos tipo underbone, de dimensões reduzidas e econômicos, que são pilotados com os condutores na posição sentada e destinam-se ao uso urbano, tendo baixa cilindrada e contando com câmbio automático ou semiautomático.

São incluídos na categoria Scooter os motociclos pilotados com o condutor na posição sentada, que possuem câmbio automático ou semiautomático e privilegiam o conforto. Na categoria Naked estão as motocicletas sem carenagem, com motor propositalmente exposto e de alto desempenho. As motocicletas desta categoria são concebidas para a utilização em terrenos pavimentados. São, enfim, semelhantes a uma motocicleta versão “Sport”, porém sem a carenagem.

 

Emplacamentos

Com base nos dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), as vendas no varejo totalizaram 81.238 unidades em maio, correspondendo a aumento de 2,1% sobre o mesmo mês de 2017 (79.533) e a um recuo de 1,1% na comparação com abril do presente ano (82.118).

No que diz respeito às vendas diárias, em maio a média foi de 3.868 unidades com 21 dias, representando um salto de 7% sobre o mesmo mês do ano passado (3.615), que teve 22 dias úteis. Mas na comparação com abril, houve recuo de 1,1% (3.910). No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, a média diária de vendas ficou em 3.715 unidades.

“Na primeira quinzena de maio a média diária estava acima de 4 mil motocicletas, volume que acabou caindo no fim do mês em função dos impactos da paralisação dos caminhoneiros. Mesmo assim, foi algo pontual”, diz Marcos Fermanian. De acordo com o presidente da Abraciclo, o que fica de mais importante nesta evolução constante das vendas diárias é a plena recuperação do mercado nacional de motocicletas. “Isso estanca os seguidos recuos que vinham desde 2012”, diz.

 

Exportações

Na análise sobre as motocicletas comercializadas para outros países em maio, foi registrado volume de 5.945 unidades, representando uma alta de 37,2% sobre o mesmo mês de 2017 (4.333) e recuo de 21,6% na comparação com abril do presente ano (7.585). A Argentina liderou o ranking com 63% de participação, seguida da Colômbia e Estados Unidos (ambos com 9,3%), Austrália (5,6%) e Canadá (3,8%). 

Nos cinco primeiros meses do presente ano, as exportações de motocicletas brasileiras totalizaram 37.852 unidades, correspondendo a uma elevação de 53,3% em relação às 24.686 unidades exportadas em igual período de 2017.

 

Projeções

MOTOCICLETAS - PROJEÇÕES 2018

 

2017

2018

Quantidade

Variação %

Produção

882.876

935.000

52.124

5,9

Atacado

814.573

850.000

35.427

4,3

Varejo

851.013

865.000

13.987

1,6

Exportação

81.789

85.000

3.211

3,9

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Abraciclo / Associadas

Colaboração e foto: Abraciclo/Arquivo CF

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Hard Enduro promete ser uma das mais desafiadoras da temporada 2018. Isto porque ela será realizada durante o Night Track Hard Enduro, que contempla uma prova noturna, levando a relação entre homem, máquina e natureza ao extremo. O evento acontece neste fim de semana, dias 16 e 17 de junho, no município de Morungaba (SP).

E a Rinaldi Pneus não apenas patrocina a competição, como também lidera a categoria principal – Gold, com o piloto Rigor Rico, que se mostra bastante confiante. “É uma corrida muito legal, eu ganhei ano passado e espero repetir o desempenho. Estamos chegando a metade do campeonato, por isso é bom conquistar um bom resultado, para ir mais tranquilo para a fase final”, explica.

A terceira edição do Night Track ficou dividida da seguinte forma. No sábado, os participantes enfrentarão a prova noturna, repleta de obstáculos naturais e artificiais. Já no domingo, será a vez de encarar as trilhas mais técnicas e divertidas da região. Os organizadores escolheram a cidade de Morungaba porque a mesma é considerada um dos melhores lugares para a prática da modalidade.

Também representam a Rinaldi no evento os atletas Ripi Galileu e Bárbara Neves. Ripi é o segundo colocado na classificação da Gold e principal adversário do seu irmão, Rigor. Bárbara ainda não pontuou, pois esta será a primeira etapa com categoria Feminina. A atleta que é destaque nacional no Enduro FIM está animada com a nova oportunidade. Eles escolheram os pneus Rinaldi SR 39 e SR Hard para a disputa.

Confira a programação:

Sábado:

17h30 - Início das baterias - Pousada Pedra da Prata
21h30 - Encerramento

Domingo:

9h - Largada no Parque Ecológico Pedro Mineiro
15h - Encerramento

Colaboração e foto: ID Comunicação/Gustavo Narciso

O 36º Enduro do Milho será a válido pelo Campeonato Mineiro de Enduro de Regularidade e também contará pontos para o Circuito Off Road do Cerrado. O evento tem a supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais – FMEMG e da Confederação Brasileira de Motociclismo - CBM, que está sempre presente acompanhando de perto e garantindo que todas as exigências estejam sendo cumpridas em relação a estrutura, organização e segurança.

A prova terá largada às 10 h na Praça da Independência, praça central da cidade de Presidente Olegário onde estará montado toda a estrutura da organização. O roteiro deste ano terá 105 km de trilhas nesta região, terreno composto por cavas fundas, paredões e pedras. Vários balaios de gato testarão o nível de navegação dos pilotos ao longo de todo o trajeto.

O neutro principal será na fazenda do Sr. Antônio e a previsão de chegada nele é as 12:30h. Para o neutro principal a organização levará os galões de combustível e alimentação dos pilotos. A previsão é que 15:30 o primeiro piloto esteja de volta a praça, local de largada.

A organização do evento coordenará diretamente uma equipe de aproximadamente 20 pessoas distribuídas entre Fiscais para Postos de Controle, Técnicos em apuração, Suporte Médico, Pilotos abre e fecha trilhas, Diretores de prova, de Imprensa e de Apuração.

Além deste pessoal, a prova conta com apoio logístico da Polícia Militar, que acompanham a realização e desenrolar de tudo, oferecendo maior segurança através de presença ostensiva e cordial, planejando e executando a segurança do trânsito na cidade.

Este evento é de grande importância, pois demonstra a força que nossa região tem dentro deste esporte e a escolha do nosso município para recebê-lo é o reconhecimento de que esporte aqui é destaque entre a população seja como participante ou apreciador destas aventuras.

Dados do evento:

Nome: 36º Enduro do Milho
15/06/2018
Secretaria de Prova: 19:00h Local Cacau Shopp
Rua Major, 1530 - Centro - Patos de Minas- MG 
Sorteio ordem de largada (Insc. confirmadas): 20:00h
16/06/2018
Largada: 10:00 h
Local: Praça da Independência (Presidente Olegário)
Chegada: a partir das 15:30h
Local: Praça da Independência (Presidente Olegário)

Inscrições:
Até sexta: R$130,00
www.chronusae.com.br
Sábado: R$150,00
Secretaria de Prova – Praça da Independência – Presidente Olegário

Organização:
Walter – 34 9.9977-9016
Weuler – 34 9.9801-5662

Colaboração: Organização do Enduro do Milho

Que tal vestir o mesmo modelo das roupas dos melhores pilotos off road do Brasil? E melhor, em uma série limitada! Gostou, então confira o que a ASW Racing acabou de lançar para o mercado. 

Combinando a qualidade dos conjuntos Podium Tech 18 com a exclusividade gráfica que apenas alguns de nossos atletas de alta performance têm, a ASW lança a nova linha de Conjuntos Podium Teams. 

Os modelos Dixon Team, Geração Team e Orange Team, antes disponíveis apenas para os pilotos, agora entram para venda em uma série limitada de 50 unidades numeradas para cada versão, as quais contém um brasão exclusivo para a equipe referente ao conjunto. Estes modelos poderão ser encontrados nas seguintes lojas: 

• Orange BH KTM (www.orangebhloja.com.br
• MX Parts (www.mxparts.com.br
• MRP Racing (www.mrpracing.com
• Spinelli Motos (www.spinellimotos.com.br
• MS2 Racing (www.facebook.com/ms2racing)

Por Leo "Corrosivo" direto da redação com informações da ASW Racing

Em Aracruz/ES, os pilotos Rômulo Bottrel e Patrik Capila conquistam mais duas vitórias para a Equipe; Ronald Santi foi o vice-campeão da Categoria E4.

Os pilotos da equipe Yamaha O2BH Racing conquistaram importantes resultados na etapa capixaba do Brasileiro de Enduro e seguem firmes em busca dos títulos brasileiros. Em uma prova que foi considerada de alto nível técnico e com especiais exigentes, os pilotos dominaram suas categorias e de quebra, subiram no pódio da classificação Geral.
 
Patrik Capila, que disputa a Categoria EJ, venceu mais uma vez os dois dias de competição e segue cada vez mais líder na tabela de classificação. Em um final de semana em que andou muito forte, ainda conquistou o terceiro lugar na Categoria EnduroGP (Geral).
 
“Consegui conquistar dois bons resultados, mas não foi fácil o final de semana, foi um pouco complicado e tive alguns problemas no decorrer da prova, mas consegui atacar bem nas horas certas e estou muito feliz com o resultado. Venci os dois dias na minha categoria e no segundo dia fiquei em segundo lugar na EnduroGP, meu melhor resultado até aqui. Fico muito feliz com o primeiro pódio na Geral nessa temporada e vou trabalhar bastante pra conquistar outros no decorrer do ano”, relatou Patrik Capila, líder da Categoria EJ e quarto colocado na EnduroGP.
 
O mineiro Rômulo Bottrel também tem bons motivos pra comemorar. O piloto, que lidera a Categoria E3, conquistou mais duas importantes vitórias na competição nesta quarta etapa da temporada. “Foi uma prova muito bem organizada, como sempre acontece aqui em Aracruz, com um bom público acompanhando as disputas ao lado das especiais. Consegui mais dois importantes resultados pro Campeonato, ataquei quando preciso e soube dosar bem na hora certa. Fico feliz pelo resultado, são pontos importantes na tabela de classificação”, comentou Bottrel, que agora abriu 34 pontos de vantagem na Categoria E3.
 
Pela Categoria E4, o mineiro Ronald Santi teve duras batalhas com seus concorrentes durante todo o final de semana. A Categoria mais disputada do brasileiro teve o piloto da Yamaha O2BH Racing conquistando o segundo lugar na categoria na soma dois dias de competição. Com o resultado Santi se mantém na briga pelo título.
 
“Foi uma prova bem dura e as disputas no fim de semana foram bem legais. Consegui andar bem durante toda a prova e tentei andar forte durante todo o tempo. Esses pontos conquistados aqui em Aracruz serão muito importantes para a disputa do campeonato”, explicou o piloto, que ocupa o terceiro lugar na tabela de classificação.
 
O próximo desafio dos pilotos será pela quinta etapa do Campeonato Brasileiro, que acontece em Marzagão/GO, nos dias 30 de junho e 1º de julho.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/Janjão Santiago

Em prova de alto nível técnico, pilotos da Orange BH KTM Racing fazem dobradinha, com Bruno Crivilin dominando o final de semana e Vinicius Calafati conquistando o segundo lugar na Classificação Geral e a vitória na Categoria E2.

Em prova válida pelo Campeonato Brasileiro de Enduro, o 6º Enduro de Aracruz, realizado na cidade natal do piloto Bruno Crivilin, serviu para a quebra de um tabu, já que o piloto, líder do Campeonato, nunca havia vencido em casa. Dessa vez a história foi diferente, o piloto dominou todo o final de semana, ao ponto de vencer praticamente todas as especiais dos dois dias de competição, sempre com boa margem para seus principais concorrentes.
 
“Consegui vencer os dois dias, na minha categoria e na Geral, estou muito feliz em manter a liderança no campeonato, mas principalmente por ser minha primeira vitória aqui em Aracruz. Todo ano acontecia algum imprevisto, mas dessa vez correu tudo 100%. Foi muito empolgante ter todo o apoio de minha família, meus amigos e toda a torcida aqui de Aracruz, ver toda aquela multidão na beira da pista torcendo por mim foi algo que me deixou muito feliz”, comemorou o piloto, que agora tem grande vantagem na liderança da Classificação, na EnduroGP e na Categoria E1.
 
Vinicius Calafati, que disputa o Brasileiro na Categoria E2 com uma KTM 350 EXC-F, também comemorou o final de semana, com um resultado muito forte nos dois dias de competição. O piloto venceu a categoria E2 e foi o vice-campeão da EnduroGP (Geral).
 
“Foi uma prova muito boa aqui no Espírito Santo, as três especiais estavam muito legais. Nos dois dias eu cometi erros no começo da prova, nas primeiras especiais do dia. No primeiro dia tive que lutar bastante para reverter o resultado, mas acabou dando certo. Neste segundo dia aconteceu a mesma coisa, acabei caindo na primeira especial e perdi muito tempo, cerca de trinta segundos, e tive que buscar a recuperação no decorrer do dia. Ataquei muito o tempo todo, em todas as especiais, mas deu tudo certo. Foi com certeza minha melhor etapa do campeonato, estou muito feliz”, relatou Calafati.
 
Os pilotos agora seguem para Belo Horizonte, sede da equipe, onde intensificam os treinamentos para a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro, que acontece em Marzagão/GO, nos dias 30 de junho e 1º de julho.

Colaboração e foto: Orange BH/Janjão Santiago

Emerson Loth deu show de pilotagem nas sétima e oitava etapas Campeonato Paranaense de Enduro de Regularidade 2018, realizadas neste fim de semana, dias 9 e 10 de junho, na cidade de Teixeira Soares, a cerca de 50 quilômetros de Ponta Grossa. O piloto do Team Rinaldi venceu ambas as provas, abrindo vantagem na liderança da classificação da categoria Master.

A disputa aconteceu na Fazenda Santa Joana, com um percurso de 151 quilômetros por estradas de pinus e trilhas mais abertas, com média alta de velocidade. Um desafio tranquilo para o atual campeão estadual, sul-brasileiro e brasileiro. “Estou contente com meu resultado, não posso deixar de destacar que ele não seria possível sem o excelente desempenho dos pneus Rinaldi SH 31 e RW 33”, explica.

O atleta, mais conhecido como Bombadinho, retorna para Curitiba, onde segue com o treinamento. Seu próximo desafio será nos dias 23 e 24 de junho, data em que encara o Enduro das Neves, em Braço do Norte (SC), válido por mais uma rodada do Brasileiro da modalidade. O estadual volta a reunir seus competidores apenas nos dias 11 e 12 de agosto, em Realeza.

Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/Angelo Savastano

Os pilotos Rômulo Bottrel, Patrik Capila e Ronald Santi tem novos desafios pelo Brasileiro de Enduro, dessa vez em Aracruz/ES. Jomar Grecco reforça a equipe nesta etapa, que também é válida pelo Campeonato Capixaba de Enduro.

Em busca de mais vitórias, os pilotos da Equipe Yamaha O2BH Racing já estão em Aracruz/ES, onde se preparam para a quarta prova da temporada. O 6º Enduro de Aracruz, que é válido pelas sétima e oitava etapas, tem percurso desafiador e especial com muitas pedras.
 
Para Rômulo Bottrel e Patrik Capila, a meta é conquistar mais duas vitórias e ampliar a vantagem na liderança do Campeonato. Bottrel lidera a Categoria E3 e Capila é líder da Categoria EJ. Ronald Santi também luta por bons resultados, para se manter na briga pelo título brasileiro da Categoria E4.

Quem reforça o time é o capixaba Jomar Grecco, que lidera o Campeonato Capixaba de Enduro – a prova também será válida pelo estadual. Grecco, que também disputa o Brasileiro de Regularidade, disputará a prova com a sua Yamaha WR 450F e tem planos de manter os bons resultados conquistados em outros anos em Aracruz, onde sempre ficou bem colocado na prova.
 
A prova terá especiais longas e desafiadoras, sendo um Cross Teste, um Enduro Teste e um Extreme Teste. Das três especiais, o Extreme Teste promete ser o mais desafiador do roteiro, com muitas rochas e pedras no caminho, onde além de ser rápido, o piloto terá que ter uma atenção a mais com o equipamento. O percurso tem muitas pedras, em terreno com muitas subidas e descidas, e os pilotos terão que passar por cima de rochas de todos os tamanhos. Nesse tipo de terreno, qualquer erro pode danificar a moto e atrapalhar as pretensões de bons resultados.
 
Os pilotos darão três voltas por dia no circuito de cerca de 50 quilômetros, sendo três especiais por volta. E para complicar um pouco mais o trabalho dos pilotos, existe a previsão de chuva - ainda que em pouca quantidade -  para o sábado.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/janjão Santiago

Os pilotos da equipe Orange BH KTM Racing já estão em Aracruz, palco da quarta etapa da temporada do Brasileiro de Enduro. O jovem talento, Bruno Crivilin, que retornou da Estônia, onde disputou o Mundial de Enduro no último final de semana, já está desde terça-feira em Aracruz, sua cidade natal. Já Calafati chegou na quarta-feira na cidade. Os pilotos já fizeram o reconhecimento das especiais e estão animados para a prova.

Serão três testes especiais, sendo um Cross Teste, um Enduro Teste e um Extreme Teste, que promete ser o mais desafiador do roteiro, com muitas rochas e pedras no caminho.
 
“Gostei muito das especiais, o pessoal do Trail Clube Tribo da Trilha sempre capricha bastante. Eles se dedicam durante muito tempo para fazer uma prova de alto nível. Estou bem animado, principalmente por correr em casa, ao lado da família, dos amigos e de toda a torcida aqui de Aracruz. É sempre uma força a mais ter toda esta torcida”, disse o líder do campeonato.
 
Quem também está com boas expectativas para a prova é Vinicius Calafati, que ocupa a segunda colocação na classificação da Categoria E2. A meta é assumir a liderança nesta prova.
 
“Tenho treinado bastante nos últimos dias e estou confiante em uma vitória aqui em Aracruz. As especiais são muito legais e o Extreme Teste muito técnico, com muitas pedras e bem desafiador, que não permite erros. Vou lutar para conquistar duas vitórias aqui, no sábado e domingo”, relatou o piloto da Equipe Orange BH KTM Racing.

No final de semana os pilotos darão três voltas por dia no circuito de cerca de 50 quilômetros. A prova, quarta da temporada, conta pontos para a sétima e oitava etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro.

Colaboração e foto: Orange BH/Janjão Santiago