Como previu Valentino Rossi, o Grande Prêmio da República Checa foi desafiador e difícil. Mesmo assim, o piloto nove vezes campeão mundial conquistou importantes pontos ao cruzar a linha de chegada na quarta colocação, mantendo vivas suas chances no campeonato 2018.

Rossi, que havia conquistado o segundo lugar no grid, fez uma largada brilhante e assumiu a liderança da corrida já na primeira curva. Nas voltas iniciais, ele e seu compatriota Andrea Dovizioso brigaram pela ponta várias vezes, enquanto Marc Marquez e Jorge Lorenzo os seguiam de perto. Rossi chegou a se manter em primeiro, mas na 17ª volta, sofreu várias ultrapassagens e caiu para o quinto lugar.

Determinado, Rossi tratou de se recuperar e na última chicane da última volta, recuperou o quarto lugar, terminando a prova a 2.902s do primeiro.

Já para Maverick Viñales o GP da República Checa não foi nada animador. Largando em 12º no grid, o piloto da Yamaha foi envolvido em um acidente já na primeira volta, tirando-o as chances de recuperação.

A boa notícia em meio ao resultado negativo, é que Viñales não sofreu lesões graves, garantindo assim a sua participação no próximo GP, a ser disputado no dia 12 de agosta na Áustria.

O quarto lugar obtido no GP da República Checa fez de Valentino Rossi o primeiro piloto a conquistar mais de 6000 pontos nos campeonatos mundiais em todas as categorias. Rossi também se mantém em segundo lugar na classificação do campeonato a 49 pontos do líder e 23 pontos à frente do companheiro de equipe Viñales, que agora ocupa a quarta posição.

 

Após o GP disputado no Circuito de Brno, a Yamaha segue em terceiro lugar no Campeonato de Construtores com uma margem de 43 pontos para o primeiro, enquanto a Movistar Yamaha MotoGP permanece na primeira posição na classificação entre as equipes, com uma diferença de 3 pontos para a segunda colocada.

Colaboração e foto: Yamah do Brasil

Os pilotos da equipe Honda Racing foram ao pódio na sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, disputada neste final de semana (4 e 5 de agosto), em Farroupilha, no Rio Grande do Sul. O mineiro Júlio Ferreira foi o terceiro na classe E2, mesma colocação obtida pelo carioca Nicolás Rodriguez na E1. Pela Enduro GP, categoria que reúne os mais rápidos da competição, Ferreira ficou em quinto - já Rodriguez foi o sétimo colocado.

O Enduro da Curva Reta, cuja base foi no estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio, um dos um dos principais pontos turísticos da Serra Gaúcha, teve a chuva e o frio como fatores extras de dificuldade para os competidores. As trilhas trouxeram ainda mais desafios com a chuva por conta das raízes e pedras aparentes, canaletas e o piso escorregadio.

“As especiais foram mudando com a chuva de sábado e, neste domingo, havia muitas canaletas nas trilhas. Quando a chuva parou, veio o frio. Foi uma prova bem difícil”, afirmou Júlio Ferreira, que acelera a motocicleta Honda CRF 450RX e ocupa a vice-liderança da categoria E2. “Agora vamos treinar mais, focar mais e ir com tudo para Patos de Minas (MG), na final da competição, para tentar chegar lá mais forte.”

Nicolás Rodriguez, segundo colocado na tabela de classificação da E1, também avaliou como dura a prova deste final de semana. “Mesmo com as dificuldades, consegui um resultado satisfatório”, afirmou o carioca. Ele utiliza a Honda CRF 250R. “Para última etapa, eu vou com força total. Minas Gerais é um lugar bacana de andar, lá não tem essa característica de chão molhado, o que eu prefiro para competir”, declarou.

Gabriel “Tomate” Soares, piloto que completa o time de Enduro FIM da Honda Racing, se recupera de uma fratura na mão direita e não correu neste final de semana.

Outros resultados - Tiago Wernersbach, da equipe Honda Moto Litoral, venceu a prova na E4 e segue na liderança da categoria. Diogo Andrade, do mesmo escrete, foi o quinto na Over 35 neste final de semana e ocupa a segunda posição da tabela.

A sétima e última etapa do Brasileiro será realizada nos dias 29 e 30 de setembro, Patos de Minas (MG). A equipe Honda Racing de Enduro FIM conta com o patrocínio da Honda, D.I.D correntes e Mobil.

Resultados da 6ª etapa - Farroupilha (RS)

Categoria Enduro GP 
1 - Bruno Crivilin 
2 - Gustavo Pellin
3 - Vinícius Calafati
4 - Patrick Capila
5 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX 
9 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R

E1
1 - Bruno Crivilin 
2 - Diego Colett
3 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R
4 - Willian Palandi
5 - Mauro Brazaca Júnior

E2
1 - Gustavo Pellin
2 - Vinicius Calafati 
3 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX
4 - Eduardo Nazari
5 - Juliano Paoli

E3
1 - Rômulo Bottrel
2 - Felipe Legarrea 
3 - Felipe Carlette (Honda Moto Litoral) - Honda 450R

E4
1 - Tiago Wernersbach (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 230F

2 - Anderson da Luz
3 - Ronald Santi
4 - Fernando Pereira (Honda Motofield) - Honda CRF 230F
5 - Matheus Varaschini

Júnior
1 - Patrick Capila
2 - Willian Lauers 
3 - Martin Trombini
4 - Vinícius da Silva
5 - Vinícius Abreu (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R

Over 35
1 - Michel Cechet
2 - Anderson Vieira 
3 - Pablo Zanchet
4 - Nielsen Bueno
5 - Diogo Resende (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R

Classificação do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM após seis etapas

Enduro GP 
1 - Bruno Crivilin - 292 pontos
2 - Vinícius Calafati - 222 pontos
3 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX - 217 pontos
4 - Patrik Capila - 199 pontos
5 - Gustavo Pellin - 189 pontos
7 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R - 140 pontos

E1 
1 - Bruno Crivilin - 297 pontos
2 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R - 246 pontos 
3 - Diego Collet - 152 pontos
4 - Gabriel Soares - Honda CRF 250R - 150 pontos
5 - Willian Palandi - 106 pontos

E2 
1 - Vinícius Calafati - 270 pontos 
2 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX - 260 pontos
3 - Gustavo Pellin - 242 pontos
4 - Victor Miranda - 174 pontos
5 - Mauricio Rizzon - 153 pontos

E3
1 - Rômulo Bottrel - 291 pontos
2 - Felipe Legarrea - 245 pontos
3 - Felipe Carlette (Honda Moto Litoral) - Honda 450R - 214 pontos 
4 - Rodrigo Corsi - 99 pontos
5 - Lucas Marques - 40 pontos

E4 
1 - Tiago Wernersbach (Honda Motolitoral) - Honda CRF 230F - 282 pontos  
2 - Anderson da Luz - 254 pontos 
3 - Ronald Santi - 218 pontos
4 - Fernando Pereira (Honda Motofield) - Honda CRF 230F - 201 pontos
5 - Marcos Souza - 176 pontos

Júnior 
1 - Patrik Capila - 290 pontos
2 - Willian Lauers - 238 pontos
3 - Vinícius Abreu (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R - 222 pontos
4 - Washington Pereira - 98 pontos
5 - Vinícius Luis da Silva - 62 pontos

Over 35
1 - Nielsen Bueno - 233 pontos 
2 - Diogo Resende (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R- 217 pontos 
3 - Anderson Vieira - 177 pontos
4 - Igor Reolon - 136 pontos
5 - Tiago Bellaver - 88 pontos

Colaboração e foto: Mundo Press/Renato Fernandes

A sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para motocicletas movimentou a Serra Gaúcha neste final de semana (4 e 5). Marcada por alto nível técnico, a prova teve como base o estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio, em Farroupilha (RS), e atraiu grande público.

Gustavo Pellin, de Caxias do Sul (RS), conquistou a sua primeira vitória da temporada pela categoria E2. O piloto da KTM Sacramento Racing também confirmou a segunda posição na classe Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição.

“Foi um fim de semana perfeito. Além de correr em casa, perto da família e dos amigos, conquistei ótimo resultados. Ganhei o primeiro dia de disputas, inclusive pela Enduro GP, e estou muito feliz”, contou. “A prova foi bem divertida, com trilhas técnicas e pesadas, raízes e valetas. Aproveitei o fato de estar acostumado com o terreno e o clima frio da minha região”, acrescentou Pellin.

O vencedor da etapa na Enduro GP e na E1, mais uma vez, foi o capixaba Bruno Crivilin. Com o desempenho, o piloto da Orange BH KTM Racing fica ainda mais perto dos títulos nacionais das duas categorias.

Maurício Brandão, diretor de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo, parabenizou os parceiros locais pela etapa. “O pessoal de Farroupilha se empenhou 100% e fez uma prova maravilhosa. Vale destacar também a receptividade da paróquia do Santuário de Caravaggio, estamos muito felizes com o sucesso do evento.”

Na opinião dele, o nível dos pilotos do Brasileiro demonstra evolução a cada etapa. “A competitividade está forte e todos estão evoluindo juntos. A prova gaúcha teve alto nível técnico, com muitos desafios nas trilhas além do frio - o que valoriza os pilotos mais completos e versáteis”, concluiu Brandão.

Os outros vencedores na Serra Gaúcha foram Rômulo Bottrel (E3 / Yamaha O2 BH Racing), Tiago Wernersbach (E4 / Honda Moto Litoral), Patrik Capila (Júnior / Yamaha O2 BH Racing), Michel Cechet (E35), Erasmo Klering (E40), Orlei Brazaca (E45), Sergio Collet (E50) e Agenor dos Santos (EAmador).

A grande final do Brasileiro de Enduro FIM está marcada para os dias 29 e 30 em Patos de Minas (MG). O campeonato é patrocinado por Rinaldi, Yamaha, ASW, Tech Ride, Edgers, MR Pro Braces, Jeri Aventure Ride, KTM Sacramento, O2BH Yamaha, Motorex e Sig Visual.

Resultados - Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018

Resultados da 6ª etapa

Enduro GP 

1 - Bruno Crivilin 

2 - Gustavo Pellin 

3 - Vinícius Calafati 

4 - Patrik Capila 

5 - Júlio Ferreira 

 

E1
1 - Bruno Crivilin
2 - Diego Colett
3 - Nicolás Rodriguez
4 - Willian Palandi
5 - Mauro Brazaca Júnior

E2
1 - Gustavo Pellin
2 - Vinícius Calafati
3 - Júlio Ferreira
4 - Eduardo Nazari
5 – Juliano Paoli

E3
1 - Rômulo Bottrel
2 - Felipe Legarrea
3 - Felipe Carlette

E4
1 - Tiago Wernersbach 

2 - Anderson da Luz 

3 - Ronald Santi
4 - Fernando Pereira
5 - Matheus Varaschini 

 

EJúnior
1 - Patrik Capila
2 - Willian Lauers
3 - Martin Trombini
4 -  Vinícius Luis da Silva
5 - Vinícius de Sá

E35
1 - Michel Cechet
2 - Anderson Vieira
3 - Pablo Zanchet
4 - Nielsen Bueno
5 – Diogo Andrade

E40
1 - Erasmo Klering
2 - Fabio Santini
3 - Adriano de Ávila
4 - Sidney Siquela
5 - Fernando Spindler
 

E45
1 - Orlei Brazaca
2 - Rodrigo Cavalini
3 - Pélmio Simões
4 - Maurício Fernandes
5 - Laurindo Zatorski Filho
 

E50
1 - Sergio Collet

EAmador
1 - Agenor dos Santos
2 - Judi Júnior
3 - Luciano Bristot
4 - Felipe Schwantz
5 – Tulio Bortolini

Classificação do Campeonato Brasileiro após seis etapas

Enduro GP
1 - Bruno Crivilin - 292 pontos 

2 - Vinícius Calafati - 222 pontos   

3 - Júlio Ferreira - 217 pontos     
4 - Patrik Capila - 199 pontos 
5 - Gustavo Pellin - 189 pontos


E1 
1 - Bruno Crivilin - 297 pontos   

2 - Nicolás Rodriguez - 246 pontos 
3 - Diego Colett - 152 pontos   
4 - Gabriel Soares - 150 pontos 

5 - Willian Palandi - 106 pontos  

 

E2
1 - Vinícius Calafati - 270 pontos
2 - Júlio Ferreira - 260 pontos 

3 - Gustavo Pellin - 242 pontos 

4 - Victor Miranda - 174 pontos 

5 - Mauricio Rizzon - 153 pontos

 

E3
1 - Rômulo Bottrel - 291 pontos 

2 - Felipe Legarrea - 245 pontos 

3 - Felipe Carlette - 214 pontos 

4 - Rodrigo Corsi - 99 pontos 

5 - Lucas Marques - 40 pontos

 

E4
1 - Tiago Wernersbach - 282 pontos    

2 - Anderson da Luz - 254 pontos   
3 - Ronald Santi - 218 pontos

4 - Fernando Pereira - 201 pontos

5 - Marcos Souza - 176 pontos  



EJúnior
1 - Patrik Capila - 290 pontos 

2 - Willian Lauers - 238 pontos 

3 - Vinícius de Sá - 222 pontos 

4 - Washington Pereira - 98 pontos 

5 - Vinícius Luis da Silva - 62 pontos

 

EFeminina
1 - Maiara Basso - 144 pontos

2 - Bárbara Neves - 134 pontos 

3 - Marcely Cazadini - 106 pontos 

4 - Tainá Aguiar - 76 pontos 

5 - Livia Batistine - 64 pontos

 

E35
1 - Nielsen Bueno - 233 pontos
2 - Diogo Resende - 217 pontos
3 - Anderson Vieira - 177 pontos 

4 - Igor Reolon - 136 pontos

5 - Tiago Bellaver - 88 pontos 

 

E40
1 - Fernando Teixeira de Carvalho - 221 pontos

2 - Adriano de Ávila - 204 pontos

3 - Sidnei Siquela - 141 pontos

4 - Fernando Spindler - 109 pontos
5 - Cassiano Tebaldi - 100 pontos 


E45
1 - Rodrigo Cavalini - 242 pontos
2 - Pélmio Simões - 232 pontos 

3 - Laurindo Filho - 209 pontos
4 - Maurício Fernandes - 209 pontos 

5 - Evandro Bozetti - 88 pontos

 

E50
1 - Marcos Benvenutti - 208 pontos 

2 - Romeu Enrich - 103 pontos 

3 - Milton Coelho - 76 pontos

4 - Levi Tesch - 50 pontos 

5 - Fábio Campos - 50 pontos

 

EAmador
1 - Gabriel Bellaver - 235 pontos 

2 - Agenor dos Santos - 229 pontos 

3 - Roberto Theodoro - 205 pontos
4 - Lucas Colombo - 164 pontos

5 - Uiliam Brunetta - 80 pontos.

Colaboração e foto: Mundo Press/Rogério Leite

Sete pilotos representam equipe no Brasileiro FIM, neste sábado e domingo, em Farroupilha (RS). Emerson Loth, o Bombadinho, disputa 29ª edição do tradicional Ibitipoca Off Road em Minas Gerais

A KTM Sacramento marca presença nas principais competições do enduro nacional neste fim de semana, dias 4 e 5 de agosto. Em Farroupilha (RS), Diego Colett, Maurício Rizzon, Willian Palandi, Cassiano Tebaldi, Anderson Vieira, Vinícius Lopes "Musa" e Gustavo Pellin representam a equipe na sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. Já em Juiz de Fora (MG) e região, Emerson Loth, o Bombadinho, corre no 29º Ibitipoca Off Road, um dos mais tradicionais enduros de regularidade do país.

A prova no sul terá sua base no Santuário de Caravaggio, conhecido ponto turístico e religioso na Serra Gaúcha. O percurso será formado por cerca de 42 quilômetros de trilhas, sendo que estão programadas três voltas pelo trajeto em cada um dos dias do evento. Segundo a organização, as especiais serão três: um Cross Teste com 3,5 quilômetros, e dois Enduro Testes, o primeiro com 4,5 km passando por eucaliptos, plantações e ainda mata fechada, enquanto o segundo tem 3,5 km por trilhas que costumam ser bastante úmidas.

Em Minas Gerais, o Ibitipoca Off Road reúne mais de 500 motos com largada às 7h deste sábado, no Bairro Salvaterra, em Juiz de Fora. O pernoite será em Conceição do Ibitipoca, distrito da cidade de Lima Duarte, de onde os pilotos partem no domingo no mesmo horário, retornando para Juiz de Fora. A chegada no segundo dia de prova será na Faculdade Suprema, a partir das 14h30.

A equipe KTM Sacramento é patrocinada por KTM, Dafra, Borilli Racing, Motul, Alpinestars, Bell, 100% e Edgers.

colaboração e foto: Publix/Erik Araujo

É em Cascavel/PR, neste domingo (5), que o mineiro Antônio Franzem da O2BH Kawasaki America Racing entra na pista do Autódromo Internacional Zilmar Beux para buscar a liderança na 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Ele está a 10 pontos do líder, o paulista Michel Velludo e já está na cidade para a disputa do fim de semana.

Depois da abertura do campeonato em Curvelo/MG e a segunda etapa em Goiânia/GO, o Campeonato Brasileiro de Movelocidade chega a Cascavel, onde promete disputas alucinantes  em todas as categorias. Franzem compete na Supersport 600cc e busca vencer a corrida. O evento tem a supervisão da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo).

A programação começa nesta sexta-feira, com a realização dos treinos livres. Os treinos classificatórios, que definem o grid de largada, estão previsto para o sábado e as provas serão no domingo.

O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade é disputado em cinco etapas. Depois de Cascavel, a competição volta a Goiânia para a realização da 4ª etapa, no dia 9 de setembro; e Curvelo encerra a temporada com a 5ª e decisiva etapa no dia 14 de outubro no Circuito dos Cristais.

A Equipe O2BH Kawasaki América Racing tem patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange com sede em de Belo Horizonte.

Classificação do Brasileiro de Motovelocidade

Categoria Supersport

1º) Michel Seixas Velludo(Yamaha), com 50 pontos

2º) Antônio Carlos Franzen Bezerra (Kawasaki), 40

3º) Ricardo Juliani Ferreira (Kawasaki), 40

4º) Kioman de Jesus Navarro Munhoz (Honda), 35

5º) Sérgio Ferreira de Laurentys (Moto não divulgada), com 34 pontos

Colaboração e foto: O2BH Kawasaki/Arquivo CorrosivoFilmes

O desafio é duplo! Na Zona da Mata mineira, na região de Juiz de Fora, Jomar Grecco e Fábio Amaral disputam o Ibitipoca Off Road, válido pela final do Campeonato Mineiro de Regularidade. Já no Rio Grande do Sul, na cidade de Farroupilha, os pilotos Rômulo Bottrel, Patrik Capila e Ronald Santi encaram a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro.

O Ibitipoca Off Road é uma tradicional prova do calendário do motociclismo brasileiro,  está em sua 29ª edição e mais uma vez é palco da final do Mineiro de Regularidade. Enquanto o atual campeão brasileiro Jomar Grecco luta pelo pentacampeonato na competição (o piloto venceu as quatro últimas edições), Fábio Amaral quer encerrar com mais uma vitória no Campeonato Mineiro e comemorar mais um título na temporada na Categoria Brasil. Assim como seu companheiro Jomar Grecco, Fábio Amaral também conquistou o título de Campeão Brasileiro em 2018 e representam os dois primeiros títulos da Yamaha na temporada de Enduro.

Já na cidade de Farroupilha/RS, ao lado do Santuário de Caravaggio, os pilotos Rômulo Bottrel, Patrik Capila e Ronald Santi aceleram suas motocicletas Yamaha em prova válida pela penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. Dependendo do resultado, Bottrel e Capila já podem comemorar o título de campeões brasileiros em 2018.

Eles precisam de 28 pontos em 50 a ser conquistados, ou seja, dois sétimos lugares. Se conseguirem os resultados, só precisam de largar na última etapa – nem precisam fazer a prova - para que a mesma possa ser descartada, conforme o regulamento. Desta forma, Bottrel conquistará o título de campeão da Categoria E3 e Patrik o campeonato na Categoria Junior. Já Ronald Santi tem um desafio maior. Além de vencer, ele tem que torcer por combinação de resultados para manter aberta a chance do título. O mineiro ocupa a terceira colocação no Campeonato na Categoria E4, para motos nacionais.

A Equipe Yamaha O2BH América Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, América F.C., Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

Colaboração e foto: O2 BH Yamaha/Janjão Santiago

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM será disputada neste final de semana (4 e 5 de agosto) em Farroupilha, no Rio Grande do Sul. Os pilotos Júlio Ferreira e Nicolás Rodriguez são as apostas da equipe Honda Racing para a prova, a penúltima da temporada, que terá como base o estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio, um dos um dos principais pontos turísticos e religiosos da Serra Gaúcha.

O Enduro da Curva Reta terá um percurso de 42 quilômetros com três trechos cronometrados, sendo um Cross Teste e dois Enduro Testes. Os competidores irão encarar três voltas no circuito por dia. Estão previstos trechos de lavoura, plantações de eucaliptos e pontos de mata fechada no caminho.

Júlio Ferreira, que acelera a motocicleta Honda CRF 450RX, está na briga pela liderança da categoria E2. O mineiro é o vice-líder da tabela, a quatro pontos do piloto Vinícius Calafati, e também disputa a categoria Enduro GP – na qual é o quarto da classificação.

“Estou bastante animado. Tenho treinado muito e acho que a recente vitória na Copa EFX me fez ficar ainda mais motivado para este próximo desafio”, afirmou Ferreira. Ele foi o vencedor da etapa de Bueno Brandão (MG) da Copa EFX Brasil de Enduro FIM, disputada no último domingo (29), e está invicto na competição após quatro etapas. “Agora vou focar no Brasileiro. Tem esse restinho de campeonato pela frente, essas duas últimas etapas, e vou lutar pelo título até o fim.”

Vice-líder da E1, Nicolás Rodriguez também se diz pronto para alcançar um bom desempenho na prova da Serra Gaúcha. “Minha expectativa é boa, treinei bastante em terrenos parecidos com os quais vamos encontrar lá e estou me sentindo muito bem para ir em busca de um resultado consistente lá em Farroupilha”, afirmou. O piloto carioca compete com a Honda CRF 250R. 

Gabriel “Tomate” Soares, que também representa a equipe Honda Racing, está em recuperação de uma fratura na mão direita e não disputará a prova.

A equipe Honda Racing de Enduro FIM conta com o patrocínio da Honda, D.I.D correntes e Mobil.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018 - 6ª etapa
Base do Evento: Estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio, em Farroupilha (RS)

4/8 - Sábado
Das 7h às 9h50 - Vistoria Técnica / Abertura do Parque Fechado
10h - Largada dos dois primeiros pilotos
16h – Previsão de chegada dos primeiros pilotos
19h - Divulgação dos resultados oficiais do dia no Restaurante Família Brunetta

5/8 - Domingo
9h - Largada dos dois primeiros pilotos
15h – Previsão de chegada dos primeiros pilotos 
17h – Divulgação dos resultados oficiais e premiação no Restaurante Família Brunetta.

Colaboração e foto: Mundo Press/Reanto Fernandes

Três campeonatos patrocinados pela Rinaldi prometem agitar este fim de semana, dias 4 e 5 de agosto. Brasileiro de Motocross e de Enduro FIM, além do Mineiro de Enduro de Regularidade, reúnem os melhores pilotos do país para disputas eletrizantes. Confira abaixo mas informações sobre cada evento!

Campeonato Brasileiro de Motocross

O Campeonato Brasileiro de Motocross terá sua quinta etapa realizada no Parque Municipal de Extrema (MG), localizado na avenida Delegado Waldemar Gomes Pinto, 767. Serão disputadas oito categorias Elite MX, MX1, MX2, MX3, MX2JR, MXJR, MX4 e MX5. A programação inicia no sábado, às 8h30, com os treinos livres, e segue às 12h30, com os cronometrados, e às 15h40, com as primeiras provas. No domingo, às 8h, rola o warm up, e às 10h10, o restante das baterias. A entrada é franca.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM

A sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM acontece em Farroupilha (RS), junto ao Enduro da Curva Reta. O percurso será de aproximadamente 42 quilômetros, com três voltas e três especiais. Um dos pontos principais é o Cross Teste Rinaldi, formado por 3,5 km, o qual poderá ser acompanhado de perto pelo público. As largadas ocorrem no sábado, às 10h, e no domingo, às 9h, no estacionamento auxiliar do Santuário de Caravaggio. A entrada é franca.

Campeonato Mineiro de Enduro de Regularidade

A grande final do Campeonato Mineiro de Enduro de Regularidade promete render fortes emoções junto a disputa do Ibitipoca Off Road, uma das principais provas do calendário nacional da modalidade. Os competidores irão percorrer um total de 400 quilômetros, com terreno repleto de pedras e mata fechada, bastante técnico. Emerson Loth, piloto patrocinado pela Rinaldi, marcará presença na categoria Master, acelerando com os pneus SH 31 e RW 33. As largadas ocorrem às 7h, no sábado, na Faculdade Suprema, em Juiz de Fora, e no domingo, no Hotel Alphaville, em Ibitipoca.

Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/Rogério Sousa Leite

A cidade de Juiz de Fora na zona da Mata Mineira ,vai se transformar na capital nacional do Regularidade neste fim de semana entre os dia 04 e 05 de agosto. Considerada por muitos como a prova mais charmosa do país, o Ibitipoca Off Road 2018 completa a sua 29 Edição, atraindo pilotos de todo o país.

Pelo caminho, os pilotos vão enfrentar 400 quilômetros de aventura em dois dias de prova passando por trechos de mata fechada, pedras, single track e trechos de areia. A concentração da prova começa nesta sexta feira (03/08) e será válida pelo pelo Campeonato Mineiro e Copa Estrada Real.

Quer saber mais, acesse o site: http://www.ibitipocaoffroad.com.br

Por Leo “Corrosivo” direto da redação.

 

Em busca de um novo mercado, a Harley-Davidson apresentou nesta segunda-feira (30) uma série de estratégias para tentar conquistar novos clientes. Uma das grandes novidades foi a a Pan America1.250cc, uma big trail prá lá de invocada. 

Outros modelos foram apresentados entre eles, motos elétricas e de média cilindrada de 500cc. Pelo visto, a Harley-Davidson quer também um pedaço do mercado dominado pelas motos europeias e japonesas. 

Agora é aguardar para ver o que vem por ai! 

Por Leo "Corrosivo" direto da redação com colaboração da Harley-Davidson