Com levantamento e percurso total já definidos, a organização do Piauí Rally Camp, evento que chega ao seu terceiro ano consecutivo com uma super competição off-road, o que era voltado para carros 4x4 e UTVs, agora ficou melhor, pois nesse ano a organização inseriu duas novas modalidades: Motos – com a etapa Bosque, válida pelo Campeonato Piauiense de Enduro de Regularidade e a modalidade Velocidade - para carros e UTVs. As inscrições estão abertas nas lojas Cacique Pneus de Teresina, capital do Piauí, e em Parnaíba, no litoral do Estado, e ainda pelo site www.piauirallycamp.com.br. O Piauí Rally Camp acontecerá nos dias 4 e 5 de maio, entre Parnaíba, Bom Principio e Luis Correia, no litoral piauiense. Para as motos, será válida pela 2ª etapa do Piauiense, com supervisão da Federação de Motociclismo do Piauí – FMP.

O roteiro está incrível, recheado de passagens e trilhas poucas desbravadas em uma prova off-road de regularidade . Balaios, laços e pegadinhas, que testam a capacidade de orientação e navegação das duplas de pilotos e navegadores, darão o tom para os que levam esse esporte radical a sério. Aliado a isso, o diretor geral e criador do rally, Landerson Carvalho, comenta que as adversidades, as belezas das paisagens são um convite a mais, pois o roteiro é “Para ninguém botar defeito, pois exploraremos uma diversidade de terreno, as médias justas irão fazer os pilotos estarem bem alinhado com seus navegadores, pra quem vai participar da prova de velocidade será algo inédito, isso para carros e utvs. Para a prova de motos, o diretor Rômulo Santos afirmou que será uma etapa para entrar na historia do off road piauiense ”.

A organização também informa a prova está com bom nível técnico, o que exigirá perícia. A prova larga em Parnaíba para carros e utvs, em Bom Principio para Motos, na sexta-feira, dia 04 de maio a organização está preparando um local para a concentração, entrega de kits vistoria e o briefing técnico . No sábado, 05, a concentração começa bem cedo, a partir das 7 horas, com café da manhã a ser servido para as equipes na loja Cacique Pneus, em Parnaíba, de onde todos partem os 160 km de muita trilha encontrando muita trilha de encher os olhos, chegando no Carnaubinha Resort, onde haverá a festa de premiação e os veículos ficarão em parque fechado e os competidores. A direção geral é da Prime Eventos, cujo diretor é Landerson Carvalho. Para as motos, haverá café da manhã no dia 05 de maio, a partir das 7 horas da manhã, ao lado do Posto Padre Cícero, em Bom Princípio do Piauí, município a 35 km de Parnaíba. A chegada também será no Carnaubinha Praia Resort.

Colaboração e foto: Aldeia Comunicação

A cidade de Betim/MG recebeu neste fim de semana a abertura da Copa Brasil de BMX 2018. O evento contou com a participação de mais de 180 atletas de todo o país em diversas modalidades. De crianças há pilotos mais experientes acima dos 40 anos. O que demonstra que não tem idade para a prática do esporte e um das portas de entrada no mundo do motociclismo off road.

Como Gate cheio, o público compareceu em peso e para poder acompanhar de perto os saltos do percurso da pista. O evento ainda contou com praça de alimentação, barracas com produtos à venda, o Projeto Primeiros Pedais com suas Bike Balance foram algumas das atrações extras durante os dois dias do evento.

A primeira etapa da Copa Brasil de BMX é uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Federação Mineira de Ciclismo (FMC), com apoio da Prefeitura de Betim, Secretaria Municipal de Esportes, Penks, ASPAM, Primeiros Pedais, IGB-BAN, Collete Loca Tudo, Rodrigo Veículos e Peyrani Brasil.

Por Leo “Corrosivo” direto da Pista Internacional de BMX Aquileu Franco do Amaral.

 

O piloto mineiro Tulio Borges Malta acelerou forte no Rally RN 1500 e subiu no lugar mais alto do podium na Categoria Marathon após percorrer por 04 dias pelas trilhas e estradas no norte do país.

"Dispenso comentários sobre esta prova que me deixa cada vez mais motivado em seguir em frente! Fiz uma bela prova, e estamos cada vez mais em sintonia. Eu, e a minha KLX 450R. Começamos o ano com o pé direito, que venha o Jalapão." comentou Tulio Borges em sua rede social.

Poe Leo "Corrosivo" direto da redação com foto de Vitor Sendra.

Depois de estrear com domínio em Itupeva, equipe repete o feiro e conquista mais 3 vitórias com seus pilotos, na segunda etapa do Campeonato, em Patrocínio/MG. O português Luis Oliveira andou forte durante todo o final de semana e garantiu mais uma vitória na Categoria E2. O piloto amplia a vantagem na classificação do Campeonato e com duas provas disputadas, abre ainda mais vantagem para o segundo colocado.
 
“Consegui andar muito bem no sábado e conquistei a vitória na minha categoria e na Geral. No domingo também vinha imprimindo um bom ritmo e mantive a liderança durante toda a prova. Mas antes da última especial começou a chover muito e a especial, em uma pista de motocross, ficou muito lisa. Acabei caindo na especial e com isso perdi a liderança na Geral, mas ainda consegui a vitória na minha categoria. Não estou feliz com o resultado, pois sei que poderia ter sido melhor”, comentou Luis Oliveira.
 
Já na categoria E3 o mineiro Rômulo Bottrel mais uma vez foi absoluto. Mostrou superioridade na categoria para motos dois tempos e acima de 450cc quatro tempos. O piloto venceu os dois dias de prova e se mantém invicto na temporada.
 
"Gostei bastante do meu ritmo, principalmente levando em conta que ainda não estou 100% recuperado. Tentei garantir minha categoria e deu certo, foram mais duas importantes vitórias no campeonato. Consegui vencer as 4 etapas do campeonato até aqui e lidero a categoria. Estou me dedicando ao máximo na fisioterapia, pra voltar a forma o mais rápido e lutar pelas vitórias também na Geral”, disse Rômulo Bottrel.

O jovem Patrik Capila mais uma vez foi o grande nome da Categoria Enduro Junior, destinada aos pilotos até 23 anos. O piloto capixaba mostrou domínio e venceu os dois dias da disputa. Além da vitória na sua categoria, ficou com a quarta colocação na classificação geral, mesma posição que ocupa na classificação do Campeonato.
 
“Andei bem durante todo o fim de semana, mas poderia ter evitado alguns erros bobos e ter um resultado ainda melhor. Viajo nesta segunda pra Europa e vou participar de três provas lá, uma pelo campeonato português e duas pelo campeonato Mundial. Essa experiência vai ser muito importante e pretendo chegar ainda mais forte pra Biguaçu, próxima prova do campeonato”, relatou Patrik, que retorna da Europa pouco antes da próxima etapa do Brasileiro.

Ronald Santi teve problemas no final de semana e não saiu satisfeito da prova em Minas. Competindo em seu estado, contava com dois bons resultados, já que a disputa em sua categoria está bastante acirrada. No sábado liderava a prova e teve problemas com o combustível, mas ainda assim conseguiu salvar o segundo lugar na prova, ficando a apenas 4 segundos do líder. Já no segundo dia, também teve problemas e achou melhor abandonar, já que o regulamento prevê dois descartes durante o campeonato.
 
“Final de semana difícil pra mim. No sábado estava ganhando a prova quando tive um problema no carburador, por causa de sujeira na gasolina, mas ainda conseguimos salvar a segunda  colocação, a apenas 4 segundos do primeiro colocado. Já no segundo dia tive outro problema logo na primeira especial do dia, perdendo muito tempo e perdendo a oportunidade de conquistar um bom resultado. Mas estou muito feliz com meu desempenho e com minha velocidade. Vamos pra próxima!”, desabafou Ronald Santi.
 
O próximo compromisso da equipe pelo Campeonato Brasileiro será na cidade de Biguaçú/SC, nos dias 19 e 20 de maio. Mas nesta segunda-feira os pilotos Patrik Capila e Luis Oliveira embarcam para a Europa, onde disputam nos próximos dias uma etapa do Campeonato Português de Enduro e duas etapas do Campeonato Mundial, na Espanha e em Portugal.
 
A Equipe Yamaha O2BH Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

Colaboração e foto: Yamaha do Brasil/Janjão Santiago

Sem vencer o primeiro dia, Crivilin consegue reação e supera rivais no segundo dia de prova, garantindo a vitória na categoria e na Geral, mantendo a liderança na classificação do Campeonato. Vinicius Calafati conquista segunda colocação na prova e se mantém na mesma posição na classificação do campeonato.
 
O final de semana não começou da forma prevista para os pilotos da Equipe Orange BH KTM Racing. No sábado Vinicius Calafati ficou na terceira colocação na categoria E2 e Bruno Crivilin foi o segundo na categoria E1 e terceiro na Geral.
 
Mas o domingo foi melhor. Mesmo com desvantagem no cronômetro, veio em prova de recuperação e diminuindo a vantagem para o líder, chegando na última especial do dia a cerca de cinco segundos. E na última especial a chuva apareceu para apimentar ainda mais a disputa. E no liso, Bruno se saiu melhor e garantiu a vitória no dia e no final de semana, tanto na categoria quanto na Classificação Geral.
 
“Semana incrível aqui em Patrocínio. Começamos a semana ministrando palestras em escolas e ONGs, convidando também a criançada pra assistir a prova. No sábado entrei meio desconcentrado, andei forte em algumas especiais e acabei cometendo muitos erros durante o dia. Tive uma boa conversa com minha equipe e no domingo entrei mais focado e concentrado. Consegui imprimir um bom ritmo durante toda a prova e consegui a vitória na E1 e na EnduroGP. Tenho agora mais uma semana pra finalizar a preparação e embarcar pra duas etapas do Mundial, onde espero representar muito bem nosso país”, explicou Crivilin, que disputa o Campeonato com uma KTM 250 EXC-F.
 
Para Vinicius Calafati o final de semana foi também de muita disputa. No sábado não andou tão bem e ficou apenas em terceiro. No domingo se recuperou e subiu uma posição, finalizando em segundo lugar no fim de semana. O piloto também ocupa a segunda colocação na classificação do Campeonato.
 
“Esse ano a prova foi atípica em Patrocínio, completamente diferente do que eu esperava, já que a região é de trilhas muito técnicas e difíceis. Esse ano a prova teve especiais mais abertas e deslocamento mais tranquilo, se comparados com outros anos. Tive muita dificuldade em andar na especial de areia, o que influenciou muito em meu resultado no sábado. Ainda assim consegui a terceira colocação no dia. Já no domingo foquei mais nessa especial e consegui me impor, melhorando significativamente os tempos e o resultado. Ao final, consegui encerrar o final de semana na segunda colocação, mesma posição que ocupo na classificação do Campeonato. Temos um tempo até a próxima etapa, então vou me dedicar ainda mais aos treinos para conseguir melhorar a classificação”, contou o paulista Vinicius Calafati, que acelera uma KTM 350 EXC-F. 
 
A próxima etapa do Brasileiro de Enduro será em Biguaçú/SC, nos dias 19 e 20 de maio. Mas antes disso Crivilin tem outros desafios. No próximo domingo ele embarca para a Europa, onde participa das etapas do Campeonato Mundial de Enduro na Espanha e em Portugal.
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, Pró-X, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração e foto: Grupo Orange/Janjão Santiago

O Campeonato Brasileiro de Enduro chega a Patrocínio para a segunda etapa da temporada. A prova, que costuma ser uma das mais técnicas e disputadas do ano, terá cerca de 50 quilômetros por volta (serão 3 voltas por dia) e em cada volta três especiais cronometradas.
 
A expectativa parta os pilotos da Equipe Orange BH KTM Racing é a melhor possível, depois da boa estreia na temporada, onde Bruno Crivilin venceu a Categoria E1 e a classificação geral. Já Vinicius Calafati conquistou a segunda colocação na Categoria E2. Nesta quinta-feira os pilotos fizeram o reconhecimento a pé das especiais, já que pelo regulamento não é permitido andar com as motocicletas no percurso onde acontecerá a prova.   
 
“Já fiz o reconhecimento das especiais e a expectativa é sempre muito boa. Teremos uma especial muito legal em uma pista de Motocross que acaba de ser inaugurada na cidade, mas que se chover deixará o terreno muito liso. Outra especial é em meio a eucaliptos, também muito legal, mas que pode ficar complicada se chover também. A terceira e última especial é numa areeira, terreno diferente do que estamos acostumados a andar e que pode mudar muito de uma volta pra outra com o movimento das motos. Acho que teremos uma boa prova e uma disputa acirrada. Vou correr pensando no campeonato, ainda estamos no início da temporada.”, explicou o capixaba Bruno Crivilin, que acelera uma KTM 250 EXC-F.   
 
Vinicius Calafati também está animado para a prova e vem treinado bastante nos últimos dias.
 
“Me dediquei bastante aos treinos com moto nos últimos dias e estou em um bom ritmo. Andei hoje nas três especiais e gostei bastante do que vi, a turma aqui de Patrocínio sempre é muito competente, são sempre provas muito boas e muito divertidas. Esse ano parece que teremos uma prova diferente da que estamos acostumados, sem muitas pedras e sem muitas dificuldades, mas sempre uma prova desgastante. Se chover, fica bem complicado, o terreno é bem liso.”, comentou o paulista Vinicius Calafati, que disputa a temporada com uma KTM 350 EXC-F.
 
O paddock onde serão instaladas as equipes e local de largada e chegada dos pilotos é no Espaço Cultural, local que também terá uma especial cronometrada em uma pista de motocross, onde o público pode acompanhar de perto os pilotos em ação. A largada no sábado será às 10 da manhã. Já no domingo, a largada será mais cedo, às oito da manhã.

A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, Pró-X, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração e foto: Orange BH/Janjão Santiago

 Resultado também foi superior na comparação mensal; em março média diária de vendas foi 3.777 unidades, alta de 7,9% sobre o mês anterior O setor de motocicletas comemora o bom desempenho de produção no primeiro trimestre do ano. De janeiro a março, as fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) registraram avanço no volume com 259.537 unidades, alta de 12,2% sobre o mesmo período de 2017, quando foram fabricadas 231.381 motocicletas. Os dados são da ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

O avanço da produção no acumulado dos três primeiros meses de 2018 mostra, mais uma vez, que o segmento caminha rumo à retomada e reforça a projeção de avanço de 5,9% no acumulado do ano. “Há tempos não começávamos um ano com um horizonte tão positivo. Isto nos anima e nos deixa confiantes com relação aos indicadores dos próximos meses”, diz Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo. Para o executivo, o cenário agora é de crescimento sustentável, com os estoques controlados.

Além dos bons resultados do trimestre, a produção de motocicletas também apresentou alta na comparação mensal: em março foram produzidas 94.599 unidades, avanço de 14,8% sobre o mesmo mês do ano anterior (82.416). Já na comparação com fevereiro (83.632), o crescimento foi de 13,1%.      

Na análise das vendas para o atacado também houve aumento nos três primeiros meses do ano com 234.003 unidades, alta de 8,4% sobre igual período de 2017 (215.818). Na verificação isolada de março também houve crescimento. Neste período foram repassadas às concessionárias 87.243 motocicletas, elevação de 8,5% sobre o mesmo mês do ano passado (80.372) e de 16,6% na comparação com fevereiro (74.793).

Entre as categorias mais comercializadas nos primeiros três meses do ano, destaque para a Street que aparece no topo do ranking, com 51,2% de participação (119.723 unidades); em segundo lugar está a Trail, com 22,1% (51.624) e em terceiro a Motoneta, 14,1% (32.948). O Scooter ficou com a quarta posição (15.386), o que representa participação de 6,6%. Em quinto lugar, aparece a Naked com 5.589 unidades, o que corresponde a 2,4% do mercado.

Já na análise referente ao mês de março, Street tem 50,6% de participação, com 44.168 unidades, depois aparece Trail com 21,4% (18.666), Motoneta com 15,2% (13.245), Scooter com 6,6% (5.753) e Naked com 2,5% (2.148). 

Emplacamentos

Com base nos dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), as vendas no varejo totalizaram 219.304 unidades no primeiro trimestre do ano, o que demonstra aumento de 4% sobre as 210.970 motocicletas emplacadas no mesmo período de 2017. No desempenho isolado de março houve uma redução de 4,3%: 79.320 unidades sobre as 82.879 licenciadas no mesmo mês do ano passado. No entanto, na comparação com fevereiro (62.991) houve alta de 25,9%.

As boas perspectivas estão baseadas principalmente no desempenho das vendas diárias de motocicletas que no mês de março avançaram consideravelmente, mesmo com menos dias úteis sobre fevereiro – 21 e 18, respectivamente. Foram 3.777 unidades, alta de 7,9% sobre o mês anterior (3.500) e de 4,8% sobre março de 2017 (3.603) que totalizou 23 dias úteis.

Exportações

As exportações apresentaram crescimento expressivo no primeiro trimestre. No período foram enviadas para outros países 23.320  motocicletas, o que representa alta de 45,4% sobre o mesmo período de 2017 (16.732). Os principais destinos foram Argentina (18.436) e Austrália (1.258). Somente no mês de março foram embarcadas 9.022 motos, alta de 66,5% sobre o mesmo mês do ano passado (5.420) e de 31,4% sobre fevereiro (6.866).

Projeções atualizadas

MOTOCICLETAS - PROJEÇÕES 2018

 

2017

2018

Quantidade

Variação %

Produção

882.876

935.000

52.124

5,9

Atacado

814.573

850.000

35.427

4,3

Varejo

851.013

865.000

13.987

1,6

Exportação

81.789

85.000

3.211

3,9

 

 

 

 

 

 

    Fonte: Abraciclo / Associados

Colaboração: Abraciclo

Depois de dominar a prova de abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro, equipe Yamaha O2BH Racing quer manter o domínio na segunda etapa.

Os pilotos da equipe Yamaha O2BH Racing já estão na cidade mineira de Patrocínio, onde neste sábado e domingo aceleram para manter a hegemonia no Brasileiro de Enduro. Na prova de abertura da temporada a Equipe foi a maior vencedora, conquistando a vitória nas categorias E2, E3 e EJ, com Luis Oliveira, Rômulo Bottrel e Patrik Capila, respectivamente, além de garantir o pódio com a terceira colocação de Ronald Santi na Categoria E4.
 
Nesta quinta-feira os pilotos fizeram o reconhecimento das especiais e estão bem animados com o que viram. Serão três especiais, sendo uma em uma pista de Motocross, uma em meio a eucaliptos e a terceira e última em uma areeira.
 
O português Luis Oliveira, líder do campeonato na Categoria E2, dessa vez teve mais tempo para se preparar para a disputa.
 
“Na prova de abertura cheguei quase no dia da prova, dessa vez vim com mais antecedência e com isso pude preparar a minha moto e treinar com ela. Gostei bastante das especiais, teremos boas disputas. Vou lutar pela vitória, andei pelas especiais e estou bastante animado”, disse o atual campeão brasileiro, Luis Oliveira.
 
Quem está bem animado para as disputas do final de semana também é o jovem Patrik Capila, de 19 anos. Ele vem treinando bastante e tem uma maratona de provas pela frente. No final de semana acelera nos dois dias do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira embarca para a Europa, ode participa de três provas, em três finais de semana seguidos: uma etapa do Campeonato Português, etapa do Mundial na Espanha e fecha com o Mundial em Portugal.
 
“Estou bem preparado, em um bom ritmo, mas quero acelerar com segurança e sem cometer erros, já que terei outros desafios nas semanas seguintes. Venho de uma vitória na prova de abertura e fiquei muito perto de um pódio na Classificação Geral. Vamos ver o que consigo aqui, gostei bastante das especiais, mas sei que a disputa vai ser bem difícil”, comentou o jovem capixaba Patrik Capila.
 
Rômulo Bottrel, que apesar de competir lesionado na prova de abertura conseguiu a vitória, também espera repetir o bom desempenho.
 
“Na prova de abertura não sabia nem se conseguiria terminar a prova por causa da lesão. Mas consegui ir melhorando o ritmo e finalizei o final de semana com a vitória na categoria e o pódio na geral. A lesão melhorou, mas ainda sinto muito o ombro, então não dá pra fazer previsão. Mas vou acelerar pra tentar sair daqui com mais uma vitória e manter a liderança no campeonato”, comentou o mineiro Rômulo Bottrel.
 
Ronald Santi, que disputa a categoria E4 com uma TT-R 230, sabe das dificuldades que vai encontrar pela frente e do alto nível da disputa na categoria.
 
“Consegui conquistar um pódio na prova de abertura, apesar do alto nível de disputa da categoria. Aqui vai ser ainda mais difícil, mas estou bem animado. O campeonato é longo e o segredo é encarar uma etapa por vez. Vamos tentar mais dois bons resultados no final de semana e quem sabe, melhorar a classificação no campeonato”, disse o mineiro Ronald Santi.
 
O percurso que será enfrentado pelos pilotos terá 55 quilômetros por volta, e os pilotos vão passar no entorno de um vulcão extinto. Serão três voltas por dia, com três especiais cronometradas por volta. A base onde estarão instaladas as equipes será no Espaço Cultural, onde também fica a primeira especial, na pista de Motocross. A largada no sábado será as dez da manhã e no domingo os pilotos largam às oito da manhã.

A Equipe Yamaha O2BH Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

colaboração e foto: O2BH Yamaha/Janjão Santiago

O mineiro Tunico Maciel, da Honda Racing, foi o mais rápido entre as motocicletas na primeira etapa do 20º Rally RN 1500, realizado nesta quinta-feira (12) entre São Miguel do Gostoso e Açu, no Rio Grande do Norte. Com o resultado, ele também larga na frente na briga pela taça da categoria Production Aberta a bordo da nova Honda CRF 450RX. Na classe Rally Brasil, o paulista Júlio “Bissinho” Zavatti lidera com a moto Honda CRF 230F. A prova em solo potiguar vale como abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

A equipe vermelha também emplacou o paulista Jean Azevedo em terceiro lugar e o gaúcho Gregorio Azevedo em quarto na classificação geral das motos. Eles aceleram a moto CRF 450RX e ocupam a segunda e a terceira posições da categoria Super Production, respectivamente. A etapa de abertura do RN 1500 incluiu 225 quilômetros de desafios e muitas dunas, sendo 144 km de especiais (trechos cronometrados).

Tunico Maciel analisou o desempenho que rendeu a vitória. “Fiquei muito feliz com o resultado. Consegui andar bem rápido, apesar da cautela necessária nos trechos de dunas e de poças d’água”, contou. “Estou bastante confiante, quero fazer um rally sem erros e levar a CRF 450RX até o final, sempre lutando pelas vitórias”, acrescentou Maciel.

A etapa marcou a estreia da nova motocicleta CRF 450RX no Brasileiro de Rally Cross Country, a qual trouxe ainda mais inovações ao modelo, como partida elétrica e injeção eletrônica. “É uma moto nova, estou me adaptando a ela, mas posso dizer que gostei demais. Eu só tenho elogios, a moto ajudou muito no desempenho”, afirmou.

A categoria Rally Brasil traz apenas motocicletas nacionais e, mais uma vez, a performance da Honda CRF 230F foi destaque. “Estou satisfeito com o resultado, a moto esteve perfeita durante todo a etapa”, contou o líder Bissinho Zavatti. “É um equipamento de confiança, que me levou até o final para conseguir a vitória do dia".

A segunda etapa do Rally RN 1500 será realizada nesta sexta-feira (13), com largada e chegada em Açu. Serão percorridos 207 km, sendo 134 km de trechos cronometrados. A prova, que ainda inclui carros, quadriciclos e UTVs, possui quatro dias de disputas no total, com mais de 800 quilômetros de percurso – 563 deles de especiais. Os campeões serão conhecidos neste domingo (15), em Bom Jesus (RN).

A equipe Honda Racing de Rally conta com o patrocínio da Honda, Michelin, Mobil, D.I.D correntes, Edgers, BRC, Race Tech e Alex Design.

Rally RN 1500 – 1ª etapa (resultados extra-oficiais)

Classificação geral – Motocicletas
1 – Tunico Maciel – 1:57:31 – Honda CRF 450RX
2 – Ricardo Martins - 1:57:52
3 – Jean Azevedo - 1:58:20 – Honda CRF 450RX
4 – Gregório Caselani – 2:00:03 – Honda CRF 450RX

5 – Túlio Malta – 2:03:51

Categoria Super Production
1 – Ricardo Martins – 1:57:52
2 – Jean Azevedo – 1:58:20 – Honda CRF 450RX
3 – Gregório Caselani – 2:00:03 – Honda CRF 450RX

4 – Ramon Sacilotti – 2:04:24
5 – José Hélio Rodrigues – 2:05:15

Categoria Production Aberta
1 – Tunico Maciel – 1:57:31 – Honda CRF 450RX
2 – Luciano Gomes – 2:06:58
3 – Mario Marchiori – 2:10:54
4 – Ezair Rodrigo Bossa – 2:11:55
5 – Rafael Milan – 2:12:51

Categoria Rally Brasil
1 – Júlio “Bissinho” Zavatti – 2:09:32 – Honda CRF 230F

2 – Yuri Giordano – 2:27:40
3 – Denis de Andrade – 2:27:59
4 – Thiago Ferreira – 2:33:33

Programação* do 20º Rally RN 1500

13/4 - 2ª etapa
Açu (RN) x Açu (RN)
Percurso do dia: 207 km (134 km de especiais)

14/4 - 3ª etapa
Açu (RN) x Currais Novos (RN)
Percurso do dia: 215 km (170 km de especiais)

15/04 - 4ª etapa
Currais Novos (RN) x Bom Jesus (RN)
Percurso do dia: 195 km (115 km de especiais)

17h - Premiação
Local da chegada: Restaurante Tábua de Carne, via costeira Av. Sen. Dinarte Mariz, 229 - Parque das Dunas, Natal - RN.

*A programação é fornecida pela organização do evento e poderá sofrer alterações.

Colaboração e foto: Mundo Press/Fábio Davini/DFOTOS

Abertas as inscrições da 2º Etapa do GP Gerais 2018 pelo site www.gpgerais.com.br. A prova será válida pelo Campeonato Mineiro e pelo Brasileiro de Motovelociade.

Para você que deseja assistir a essa alucinante corrida anota aí. Dia 06 de Maio tem velocidade no circuito dos Cristais em Curvelo/MG.

Ingressos no local: Acesso ao padock R$10,00 mais 1Kg de alimento não perecível. Estacionamento dentro do autódromo R$10,00

Para mais informações (31) 99939-6783, (31) 99971-8318 ou atendimentotechtime@gmail.com

E não esqueça de seguir o GP Gerais nas redes sociais @gpgerais.

Por Leo "Corrosivo" direto da redação.