Após uma dura prova na Espanha na semana passada, o campeão do Romaniacs já está na cidade de Castelo Branco, em Portugal, para a disputa de mais uma etapa do Mundial de Enduro.
 
Depois de uma dura prova na Espanha, onde os pilotos tiveram que superar até chuva de granizo, o paddock do Mundial de Enduro já está instalado na cidade de Castelo Branco para a disputa do Grande Prêmio de Portugal. A prova, apesar de previsão de sol, também será um difícil teste de habilidade e resistência para os pilotos que terão que dar três voltas pelo circuito de 70 quilômetros e três especiais por volta.

O GP de Portugal começa nesta sexta-feira, às 20h00 (4 da tarde no horário do Brasil) com o Superteste que define a ordem de largada do sábado. No sábado e no domingo a largada da prova será às 9h (5 da manhã no Brasil) e os pilotos encaram um  Cross Teste, um Extreme Teste e um Enduro Teste, sendo que na última volta do dia entram novamente no Superteste onde terão seus tempos anotados, nesta que será a última especial de cada dia.

Líder do Campeonato Brasileiro de Enduro, Bruno Crivilin, da equipe Orange BH KTM Racing, está na cidade desde a manhã de quarta-feira e já fez o reconhecimento de todas as especiais. A principal diferença, segundo o piloto é em relação ao clima e ao tipo de terreno que vão encarar desta vez.
 
“Gostei muito do clima de Castelo Branco, é muito parecido com o clima do Brasil, sol quente, não é frio como foi na Espanha, onde sofri muito. O terreno também é bem parecido com o terreno onde eu costumo treinar em Belo Horizonte, com pedras,  cascalho e poeira, acho que isso vai me ajudar bastante”, explicou Crivilin.
 
Sobre as especiais, o piloto também está bem animado com o que viu. Serão duas especiais bem rápidas e longas e um Extreme Teste natural, em meio a muitas pedras, além de um Superteste travado e que será acompanhado por um grande público.
 
“O Cross Test é bem longo, serão 8,5 quilômetros, gostei bastante, a especial é bem aberta e rápida. Vai ser muito bacana , mas vamos ter que que tomar cuidado com a poeira, ficar de olho no filtro de ar. O Enduro Teste parece que é no percurso inverso ao que foi realizado ano passado, são sete quilômetros de especial, alguns trechos bem técnicos, com alguns buracos do ano passado ainda. Já o Extreme Teste é mais travado mas também é muito legal, muito técnico, todo natural, com muitas pedras e degraus, como acho que tem que ser, um extreme natural, travado no meio de pedras. E o Superteste, que vai ser realizado na noite desta sexta-feira, também é muito legal e parece que vai lotar, o público deve comparecer em peso. Vamos dar o máximo e ver se conseguimos um bom resultado para o Brasil e para minha equipe”, completou o piloto, que finalizou a etapa do Mundial na Espanha na oitava colocação.
 
O Grande Premio de Portugal começa na noite desta sexta, com o Superteste que define a ordem de largada para o sábado e que já começa a contar tempo para a classificação. No sábado e no domingo a largada será às 9 horas (5 da manhã no horário do Brasil). Os resultados em tempo real podem ser acompanhados pelo site www.enduro-live.info.
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, PróX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração e foto: Orange BH/Jaume Soler Movies

O Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade chega à sua terceira etapa com a expectativa de uma prova dura, com muitas trilhas, pedras e dificuldades para os pilotos. E é nisso que apostam o capixaba Jomar Grecco, que disputa a Categoria Master, e o mineiro Fábio Coelho Amaral, que disputa a Categoria Brasil.

Vice-líder do Campeonato, o Bicampeão Brasileiro de Enduro Jomar Grecco tem boa expectativa para o Enduro dos Ipês, que acontece neste sábado e domingo na cidade mineira de Lavras. Segundo o piloto, é a hora de começar a arrancada em direção ao terceiro título. As duas primeiras provas aconteceram no sul do país, no Rio Grande do Sul e no Paraná, em trilhas bastante escorregadias. Agora é hora de encarar trilhas com mais dificuldades, em terreno seco, com muitas pedras e degraus, e onde a atenção ao roteiro sempre faz a diferença. Um bom resultado em terras mineiras é fundamental para eliminar a diferença de 15 pontos para o líder do campeonato.

Já Fábio Amaral pretende manter o bom ritmo que teve até agora. O campeão do Independência em 2017 venceu as duas provas disputadas até agora e lidera a tabela de classificação com folga, são 38 pontos de vantagem para o segundo colocado. Ainda assim, o piloto da Yamaha O2BH Racing pretende ampliar ainda mais esta vantagem. Se as duas primeiras provas foram em terreno desconhecido para o piloto, agora ele corre praticamente em casa, nas trilhas mineiras, em terreno bem familiar ao piloto.

A animação dos pilotos na prova de Minas Gerais tem motivo. Foram nas trilhas da região de Lavras que ambos conquistaram o Enduro da Independência do ano passado. Fábio Coelho na categoria Brasil e Jomar Grecco na Categoria Master. Agora é hora de aproveitar as difíceis trilhas para conquistar vitórias importantes no campeonato.

O tradicional Enduro dos Ipês é válido pelas 9ª, 10ª, 11ª e 12ª etapas do Campeonato Brasileiro. Também é válido pelo Campeonato Mineiro e pela Copa Sul Mineira de Enduro.

A Equipe Yamaha O2BH Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/Janjâo Santiago

A cidade de Curvelo/MG receberá neste domingo os melhores pilotos do Brasileiro de Motovelocidade neste domingo, 06 de maio de 2018 na 2º etapa do GP Gerais que será válida pelo Campeonato Brasileiro da modalidade. 

São esperados os melhores pilotos do Brasil que prometem uma disputa eletrizante pelo traçado do Circuito dos Cristais a partir das 10 da manhã de domingo. 

Atrações:
Além da corrida, o publico conta com uma completa infraestrutura como fácil estacionamento, praça de alimentação com food trucks, espaço kids, banheiros e bebedouros. 

Após o final da prova, será realizado um passeio guiado pelo traçado do Circuito dos Cristais que estejam devidamente utilizando calçado fechado e capacete para ele e o garupa.

E ainda, o publico poderá visitar os boxes através da compra de pulseiras numeradas com direito a muitas fotos ao lado das motos durante os intervalos da corrida.

Para saber mais, acesse: www.gpgerais.com.br

Serviços:
Entrada franca, 
Acesso ao padock R$10,00 mais 1KG de alimento não perecível.
Estacionamento dentro do autódromo R$10,00.
Ingressos no local no dia 06/05 à partir das 10:00 horas.

Por Leo "Corrosivo" direto da redação.

Trilhas da cidade serão palco da competição de enduro, um dos principais eventos do motociclismo nacional

As emoções da Copa EFX Brasil voltam a movimentar as trilhas de Arujá (SP) neste domingo, dia 6 de maio. A cidade, tradicional no roteiro da competição de enduro, deve receber pilotos de diversas regiões do país para a disputa da segunda etapa da temporada 2018.

Reconhecida pela qualidade das trilhas, a prova na cidade costuma agradar bastante aos pilotos. Nesta edição não deve ser diferente. O Adrenatrilha Trail Club já levantou o percurso da corrida que terá aproximadamente 35 quilômetros por volta, com dois Controles de Horário e três Testes Cronometrados. Estão programadas três voltas, sendo a primeira para reconhecimento do traçado (obrigatória a todos os participantes).

Serão disputadas diversas categorias entre pilotos profissionais e amadores, incluindo as classes Trilheiros (Importada e Nacional, separadas de acordo com a origem da moto), que são destinadas aos que nunca competiram. As inscrições podem ser realizadas até esta quinta-feira (3) pelos sites www.adrenatrilha.com.br e www.megatrilha.com.br ou ainda através da página do Adrenatrilha Trail Club no Facebook por onde também serão transmitidas imagens ao vivo direto do evento.

Programação*

Domingo (06/05)
7h -  Abertura da secretaria de prova;
7h30 - Início da vistoria técnica e entrada no parque fechado;
8h45 - Briefing técnico aos pilotos e equipes;
9h - Início das largadas com os primeiros pilotos;
10h - Fim da vistoria técnica e entrada no parque fechado;
10h - Fechamento da secretaria;
15h30 - Início da premiação aos campeões;
18h - Encerramento das atividades.

*Sujeita a alterações

Serviço

Evento: 2ª etapa da Copa EFX Brasil 2018
Cidade: Arujá (SP)
Data: 6 de maio (domingo)
Local: Parque do Rodeio
Endereço: Av. PL do Brasil, altura do número 550 (continuação da Av. Renova dos Santos)
Informações: (11) 4513-5421 Adrenatrilha / (11) 99956-8006 Fábio Simões (Fabião)
Inscrições: www.adrenatrilha.com.br, www.megatrilha.com.br ou através da página do Adrenatrilha Trail Club no Facebook

Categorias

Elite (Força Livre) - Pilotos classificados no resultado geral do Campeonato Brasileiro e EFX Brasil.
E1 (Pró) - Motos até 150cc 2T e até 250cc 4T.
E2 (Pró) - Motos de 175cc até 250cc 2T e de 251cc até 450cc.
E3 (Pró) - Motos acima 251cc 2T e acima de 450cc 4T.
E4 (Pró) - Motos originalmente de até 28CV.
E35 (Força Livre) - Pilotos acima de 35 anos completados no ano.
E45 (Força Livre) - Pilotos acima de 45 anos completados no ano.
E50 (Força Livre) - Pilotos acima de 50 anos completados no ano.
E5 (Novato) - Motos até 150cc 2T e até 250cc 4T.
E6 (Novato) - Motos de 175cc até 250cc 2T e de 251cc até 450cc 4T.
E8 (Novato) - Motos originalmente de até 28CV.
EF (Força Livre) - Feminina.
Trilheiros Importada - Pilotos que nunca participaram de provas de enduro (motos importadas).

Colaboração e foto: Agencia Publix/Maurico Arruda

O Campeonato Brasileiro de Motocross segue em ritmo acelerado. Nos dias 5 e 6 de maio é a vez da cidade de Fama (MG) receber a 3ª etapa da competição.  Os pilotos podem garantir a inscrição a partir de hoje no site da CBM.

A cidade que faz divisa com Alfenas, núcleo urbano mais importante da microrregião, é considerada a princesinha de Furnas, já que é banhada pelo Lago de Furnas, considerado um dos maiores lagos artificiais da América Latina. A pista que fica às margens do lago além de ter o privilégio de estar num belíssimo cenário vai poder ser vista pelo público em diversos ângulos. Além da arquibancada montada estrategicamente para atender 20 mil pessoas, quem tiver lancha ou moto aquática vai poder acompanhar toda as provas de dentro do lago.

Os pilotos vão ter que se preparar para um terreno aclive, o que irá exigir muita técnica. Nesta etapa participam as classes Elite MX, MX1, MX2, MX3, MX2JR, MXRJ, MXF, 230cc, 65CC e 50CC. As inscrições antecipadas para as classes 50cc, 65cc, MXF, MXJR estão R$100,0 até o dia 02 de maio, para as demais categorias o valor é de R$200,00 (duzentos reais). O prazo final de inscrição será na sexta-feira, dia 04/05/18, no local, até as 18:30h na secretaria de prova, sem desconto.

A etapa que promete muita emoção dentro da pista, também deve agitar a região com os shows que vão acontecer após as competições. A organização local vai realizar já na sexta-feira (4), o show com Luka e Araketu, no sábado, primeiro de dia de competições, haverá apresentação no Sunset com Naldo, Oba Oba e Samba House e no encerramento da edição, no domingo (6) quem solta o som é o ex-bbb Eliéser Ambrósio.

O valor da entrada para que vai assistir às corridas será de R$20,00 (inteira) e R$ 10,00 (estudante). Os ingressos para os shows serão vendidos a parte com a organização local do evento, por meio de venda online Banda do Ingresso ou telefone (35) 99176-3680.

O Campeonato Brasileiro de Motocross tem o patrocínio de Rinaldi Pneus, Honda, Yamaha, IMS Racing, Baterias ERBS e apoio Uniart Troféus.

Colaboração e foto: CBM

A primeira etapa da temporada 2018 do Brasileiro de Trial começou levantando voo em Belo Horizonte/MG. A prova reuniu neste domingo 29/04 os melhores pilotos do país que enfrentaram os obstáculos naturais e in door da pista montada no Aeroporto do Carlos Prates na capital Mineira.

“Esta primeira etapa promete muita adrenalina para os participantes e um show à parte para o público que poderá ver de perto os melhores pilotos de trial do Brasil em ação” comentou Cristiano Tirado da CBM.

Além das manobras radicais, os pilotos e público ainda curtiram após a prova a exposição de Carros Antigos e desfrutaram de uma bela estrutura montada no Hangar do aeroporto com Food Truck , cerveja Backer e muito conforto para todos os envolvidos.

O resultado final da 1º Etapa do Brasileiro de Trial ficou de seguinte forma:

Categoria Super: 
1º Jordi Picola
2º Rafael Moraes
3º Rodrigo Moraes

Categoria Avançados: 
1º Wladymir Jasinski
2º Igor Azevedo
3º João Victor Santos

Categoria Novatos:
1º Rodolfo Bazetto
2º Leonardo Freitas
3º Eduardo Andrade

Por Leo “Corrosivo” direto do Brasileiro de Trial no Aeroporto Carlos Prate

Uma prova dura, digna de uma etapa de Mundial. Mas que com as mudanças do clima, ficou ainda mais exigente. Essa foi a opinião geral de todos os pilotos que estiveram em Santiago de Compostela, na Espanha, para a disputa do Mundial de Enduro.

No sábado a prova já foi bem exigente, sendo que a cada volta ficava mais complicada por conta dos buracos que surgiam no percurso com a passagem das motos. Parte do caminho já tinha bastante água e poças d’água, exigindo dos pilotos muita atenção e cuidado na pilotagem. O brasileiro Bruno Crivilin, da equipe Orange BH KTM Racing, conseguiu imprimir um bom ritmo no primeiro dia e não teve maiores dificuldades.
 
Se no Enduro Teste e no Extreme Teste conseguia ter bom ritmo, era no Cross Teste que o brasileiro se sobressaia frente aos melhores pilotos do mundo – chegou a fazer o segundo tempo nesta especial, na sua categoria. Ao final da etapa de sábado, finalizou na oitava colocação em sua categoria, a Enduro Júnior 1- EJ1.
 
“Essa etapa foi uma prova digna do Mundial de Enduro. Foi bem exigente, quatro voltas por dia de 65 quilômetros cada volta, com três especiais em cada uma, totalizando doze especiais no dia. A prova foi bem legal e o percurso estava bem pesado e exigente, mas nada assim intransponível, que exigisse tanto”, disse Crivilin, após conseguir um ‘Top 10’ no primeiro dia de prova.
 
A expectativa para o domingo era melhorar esse resultado. Não fosse pelas mudanças do clima durante o dia, poderia ter conseguido. O tempo na Galícia é imprevisível e muda a toda hora, mas ninguém poderia prever que em um só dia os pilotos enfrentariam chuva, sol, frio intenso e até granizo. O cenário dificultou a vida de todos os pilotos, e até os mais experientes tiveram bastante dificuldade nos terrenos extremamente escorregadios, com atoleiros e poças d’água.
 
“Com a chuva o percurso piorou muito e até os pilotos mais experientes tiveram algum tipo de dificuldade. A prova ficou muito dura e era preciso muita atenção a todo momento, mesmo nos deslocamentos. Havia muitos atoleiros e poças que estavam ficando bem fundas com a passagem das motos”, relatou Crivilin.
 
Mesmo com muitas dificuldades, principalmente enfrentando um frio intenso, o brasileiro conseguiu terminar mais uma vez entre os dez primeiros, finalizando com o oitavo lugar na classificação da sua categoria novamente. E assim como no primeiro dia, conseguiu excelentes resultados no Cross Teste, andando sempre na frente e chegando a fazer terceiro tempo na especial neste dia.
 
“A maior dificuldade no começo foram os buracos no percurso das especiais, a pista ia ficando cada vez mais esburacada e mais difícil de conseguir baixar tempo. Mas com a chuva e o frio, os buracos passaram a ser secundários. O frio foi sem dúvida a minha maior dificuldade e o que mais me limitou. O dia todo competindo com temperaturas entre 4 e 8 graus, mas com sensação térmica chegando a 2 graus, foi bem complicado. Na parte final deste domingo ainda pegamos chuva de granizo, as pedras machucavam bastante por causa da velocidade. Foi bem complicado, terminei o dia com o rosto bem queimado por causa do frio”, explicou Crivilin.
 
O brasileiro da Equipe Orange BH KTM Racing destacou a oportunidade de disputar uma etapa do Mundial de Enduro em solo europeu. Segundo Crivilin, além da disputa, o aprendizado em uma prova como esta é algo a ser destacado.   
 
“Cada corrida, independentemente de ser aqui na Europa ou no Brasil, é única e traz experiências diferentes. Mas poder correr aqui fora, em outro país, com pilotos de alto nível, percursos e especiais diferentes, é um aprendizado muito grande, é uma oportunidade de evolução que não se pode deixar de ressaltar”, disse.
 
Ele fez questão ainda de destacar o nível dos pilotos. Uma etapa do Mundial concentra sempre os melhores pilotos do mundo.
 
“A disputa e o nível da competição aqui não tem nem o que falar. São os melhores pilotos do mundo, reunidos em um só lugar, mais de 100 pilotos de alto nível, nenhum deles é lento e nenhum está aqui só pra brincar. Poder medir forças com esses pilotos é fantástico. Nesse nível de disputa, um pequeno erro te custa várias posições. Precisamos acertar isso, cometi alguns erros nesses dois dias, e é nisso que vamos focar essa semana, vamos seguir mais fortes pra etapa do Mundial em Portugal, no próximo final de semana”, finalizou.
 
Bruno Crivilin segue agora para Castelo Branco, em Portugal, onde nos próximos dias 4, 5 e 6 disputa mais uma etapa do Campeonato Mundial. A previsão é de que a prova em terras lusitanas aconteça com tempo seco, sem chuva, e com temperaturas um pouco mais altas que o frio da Espanha.
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, PróX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração: Orange BH/Carlos Constantino

O piloto Bruno Crivilin está na cidade de Santiago de Compostela, onde neste final de semana encara o Mundial de Enduro. É a segunda participação do piloto em uma etapa de Mundial. A primeira foi em 2016, quando correu apenas um dia de prova com os ligamentos do joelho rompidos.
 
Bruno Crivilin está desde domingo passado na Europa. O jovem piloto desembarcou na cidade de Almeria, na região sul da Espanha, junto com Guto Constantino, chefe da Equipe Orange BH KTM Racing. Após receber a sua KTM 250 EXC-F, encarou cerca de 1200 quilômetros de estrada até chegar na cidade de Santiago de Compostela, na região noroeste da Espanha.
 
Na quarta-feira aproveitou para fazer o reconhecimento das especiais. Serão três especiais por volta e três voltas por dia, no sábado e no domingo. Nesta sexta acontece o Superteste que define a ordem de largada do sábado.
 
Nesta quinta, o capixaba percorreu mais uma vez as especiais para memorizar o percurso, e na parte da tarde aproveitou para testar e fazer os ajustes na moto com que vai acelerar na Categoria Júnior.
 
“A moto está pronta, testei e fiz todos os ajustes que queria, de suspensão e mapeamento. A moto está bem forte e estou muito animado. Andei com ela e me senti muito bem, principalmente quando ando mais rápido, atacando. Vou andar novamente nesta sexta com ela antes de encarar o Superteste que define a ordem de largada do sábado”, disse Crivilin.
 
Esta é a segunda participação do piloto em uma prova do Mundial. A primeira foi em 2016, mas na ocasião Crivilin participou mais para “conhecer a prova”. Ainda assim, conseguiu ficar entre os 10 primeiros no Superteste e em 11º lugar na prova do sábado.
 
“Em 2016 estava programada a minha primeira participação em uma etapa do Mundial. Mas um dia antes de viajar, rompi os ligamentos do joelho em uma prova do Brasileiro. Resolvemos vir assim mesmo e decidi andar na prova, mais para conhecer, já que sentia muitas dores e praticamente não conseguia colocar o pé no chão”, lembrou o piloto.
 
Dessa vez a história é diferente, Crivilin chega no Mundial em plena forma e muito bem preparado. O piloto é líder do Campeonato Brasileiro, vencendo as duas etapas disputadas na temporada, na sua categoria e na Classificação Geral.
 
“A expectativa é boa, sei que vou ter que dar meu máximo, vou ter que andar como nunca andei para ter um bom resultado aqui. Estou muito bem preparado fisicamente e mentalmente. Mas o nível da Categoria Junior está muito alto e ficar entre os dez primeiros já vai ser um grande desafio. Mas vamos ver o que dá, é uma boa oportunidade para ver também como está o nosso nível em relação aos europeus”, continuou o piloto.
 
Sobre o percurso das especiais, o capixaba gostou do que viu, mas o principal receio é em relação à chuva. Existe a previsão de que ela caia no final de semana, o que pode comprometer muito o desenrolar da prova.
 
“As especiais estão bem legais, gostei bastante do que vi por aqui, estão rápidas, mas bem legais e desafiadoras. Com as motos passando o terreno vai ficar com muito buraco, como é normal no Mundial. E ainda tem previsão de chuva... Se chover mesmo vai ficar bem técnico, bem liso, vai dar muita lama e pode complicar um pouco”, finalizou o jovem piloto da Orange BH KTM.
 
A prova começa nesta sexta-feira, às 18 horas no horário local (13 horas no horário do Brasil) com o Superteste que define a ordem de largada do sábado. A pista está montada ao lado do paddock, com pedras, troncos, pneus e muitos obstáculos que vão medir a habilidade e velocidade dos melhores pilotos do mundo.  
 
No sábado os pilotos largam para três voltas no percurso de 65 quilômetros cada, com três testes cronometrados em cada volta. No Domingo repetem o percurso do dia anterior, com mais nove especiais cronometradas. A largada no sábado e no domingo será às 9 da manhã no horário local – às 4 da manhã no Brasil.
 
Os resultados em tempo real podem ser acompanhados pelo site www.enduro-live.info. Pelas redes sociais da equipe no Instagram e no Facebook também você acompanha os resultados, fotos e vídeos da prova (Instagram: @equipeorangebhktm / Facebook: Equipe Orange BH KTM).
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, PróX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração e foto: Orange BH/ Guto Constantino

Os pilotos Patrik Capila e Luis Oliveira, da Equipe Yamaha O2BH Racing, já estão na cidade espanhola de Santiago de Compostela, onde nesta sexta, sábado e domingo disputam a etapa do Mundial de Enduro. Patrik vai acelerar na categoria Júnior, enquanto Luis Oliveira disputa a Categoria EnduroGP.
 
Nesta quinta-feira os pilotos já fizeram o reconhecimento das especiais a pé, para se familiarizarem com o terreno e os obstáculos que irão enfrentar no percurso. Serão três especiais, sendo um Cross Teste, um Enduro Teste e um Extreme Teste. O capixaba Patrik Capila está animado, mas prevê dificuldades caso a previsão de chuva se confirme.
 
“As especiais são bem abertas, não são muito travadas, são especiais que poderemos imprimir uma boa velocidade. O Cross Teste tem cinco quilômetros, bem legal, mas se chover vai ficar bem complicado, porque já tem alguns pontos alagados no percurso. O Enduro Teste se chover também vai ficar bem esburacado com a passagem das motos e pode complicar um pouco. O Extreme é em um percurso com muitos obstáculos artificiais, com pneus, pedras e troncos”, explicou Capila.
 
Nesta sexta a prova já começa e os pilotos encaram o Superteste em uma pista montada ao lado do paddock, que também define a ordem de largada do sábado. No Superteste os pilotos largam de dois em dois, em pistas paralelas. Os mais rápidos nesta sexta largam na frente no sábado.

No sábado os pilotos largam para três voltas de 65 quilômetros cada, com três testes cronometrados em cada volta. No Domingo repetem o percurso do dia anterior, com mais 9 especiais cronometradas.
 
“Estou bem animado, acho que vai ser uma boa prova, uma experiência totalmente nova poder acelerar com os melhores pilotos do mundo. Quero agradecer demais a todos que estão me proporcionando essa experiência, minha equipe Yamaha O2BH Racing, meus patrocinadores, meu companheiro de equipe Luis Oliveira - que tem me ensinado muito - e todos que estão no Brasil torcendo por mim”, disse Capila.
 
A largada do Superteste nesta sexta está prevista para 18 horas no horário local (13 horas no horário do Brasil). Já no sábado e no domingo a largada será às 9 da manhã no horário local – às 4 da manhã no Brasil.
 
Os resultados em tempo real podem ser acompanhados pelo site www.enduro-live.info. Pelas redes sociais da equipe no Instagram e no Facebook também você acompanha os resultados, fotos e vídeos da prova :
Instagram:@yamahao2bhracing
Facebook: www.fb.me/yamahao2bhracing
 
A Equipe Yamaha O2BH Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/Jnajâo Santiago

Os pilotos Patrik Capila e Luis Oliveira, da Equipe Yamaha O2BH Racing, já estão na cidade espanhola de Santiago de Compostela, onde nesta sexta, sábado e domingo disputam a etapa do Mundial de Enduro. Patrik vai acelerar na categoria Júnior, enquanto Luis Oliveira disputa a Categoria EnduroGP.
 
Nesta quinta-feira os pilotos já fizeram o reconhecimento das especiais a pé, para se familiarizarem com o terreno e os obstáculos que irão enfrentar no percurso. Serão três especiais, sendo um Cross Teste, um Enduro Teste e um Extreme Teste. O capixaba Patrik Capila está animado, mas prevê dificuldades caso a previsão de chuva se confirme.
 
“As especiais são bem abertas, não são muito travadas, são especiais que poderemos imprimir uma boa velocidade. O Cross Teste tem cinco quilômetros, bem legal, mas se chover vai ficar bem complicado, porque já tem alguns pontos alagados no percurso. O Enduro Teste se chover também vai ficar bem esburacado com a passagem das motos e pode complicar um pouco. O Extreme é em um percurso com muitos obstáculos artificiais, com pneus, pedras e troncos”, explicou Capila.
 
Nesta sexta a prova já começa e os pilotos encaram o Superteste em uma pista montada ao lado do paddock, que também define a ordem de largada do sábado. No Superteste os pilotos largam de dois em dois, em pistas paralelas. Os mais rápidos nesta sexta largam na frente no sábado.

No sábado os pilotos largam para três voltas de 65 quilômetros cada, com três testes cronometrados em cada volta. No Domingo repetem o percurso do dia anterior, com mais 9 especiais cronometradas.
 
“Estou bem animado, acho que vai ser uma boa prova, uma experiência totalmente nova poder acelerar com os melhores pilotos do mundo. Quero agradecer demais a todos que estão me proporcionando essa experiência, minha equipe Yamaha O2BH Racing, meus patrocinadores, meu companheiro de equipe Luis Oliveira - que tem me ensinado muito - e todos que estão no Brasil torcendo por mim”, disse Capila.
 
A largada do Superteste nesta sexta está prevista para 18 horas no horário local (13 horas no horário do Brasil). Já no sábado e no domingo a largada será às 9 da manhã no horário local – às 4 da manhã no Brasil.
 
Os resultados em tempo real podem ser acompanhados pelo site www.enduro-live.info. Pelas redes sociais da equipe no Instagram e no Facebook também você acompanha os resultados, fotos e vídeos da prova :
Instagram:@yamahao2bhracing
Facebook: www.fb.me/yamahao2bhracing
 
A Equipe Yamaha O2BH Racing tem patrocínio da Yamaha do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária O2BH Yamaha em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.o2bh.com.br.

Colaboração e foto: O2BH Yamaha/Jnajâo Santiago