O Grupo Orange anunciou nas mídias sociais na tarde de hoje (19/09/2017) o investimento em um Centro de Treinamento na cidade de Rio Acima/MG na região metropolitana de Belo Horizonte.

"Agora é a vez do MX ...!!! No próximo final de semana iremos inaugurar o CT ORANGE BH (antiga pista MX Park Rio Acima) amanhã (quarta – 20/09) mais detalhes e informações, reserve o sábado para encontrar os pilotos da OBH e os amigos do MX ..." comentou Guto em sua postagem no Facebook.

Vamos aguardar as próximas novidades.

Por Leo "Corrosivo" direto da redação.

A Equipe Orange BH KTM Racing conquistou resultado inédito na modalidade: seus pilotos dominaram o final de semana em Araxá, palco do Campeonato Brasileiro de Enduro, fazendo uma dobradinha na Geral e colocando três pilotos entre os quatro primeiros. Além disso, venceram também as principais categorias, a E1, E2 e E3.

Os pilotos da Equipe Orange BH KTM Racing mostraram toda sua superioridade no final de semana e dominaram a etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro na cidade mineira de Araxá. No sábado, Rômulo Bottrel venceu a Geral. No domingo foi a vez de Bruno Crivilin vencer a prova. Na soma das duas etapas, Crivilin foi o Campeão, com Rômulo Bottrel na segunda colocação. Além deles, Patrik Capila conquistou um excelente quarto lugar na classificação Geral.

Com os resultados do final de semana, a disputa do título fica para a última prova da temporada, que também terá rodada dupla e 50 pontos em disputa. Bruno Crivilin segue disposto a vencer o campeonato e fechar a temporada com chave de ouro, depois de sagrar-se campeão do Romaniacs e conquistar a medalha de ouro no Six Days.

“O ano tem sido muito bom para mim e minha equipe. Conquistamos a vitória no final de semana de forma incontestável, eu e o Bottrel fomos os mais rápidos durante toda a prova. Isso é fruto de muito trabalho e muita dedicação por parte de toda a equipe, que vem trabalhando forte e muito unida. Não posso deixar de agradecer a todos da Equipe que vem fazendo de tudo pra que nós pilotos possamos conquistar esses ótimos resultados. Estou muito confiante para a última etapa, vamos lutar até o fim.”, comemorou Crivilin, que utiliza uma KTM 350 EXC-F no campeonato brasileiro de enduro.

Os pilotos também dominaram suas categorias. Na categoria E1, Patrik Capila venceu no sábado e foi segundo no domingo. Na soma dos resultados, escalou o degrau mais alto do pódio e saiu com a vitória no final de semana.

“Eu estava na terceira colocação na classificação do campeonato, a dez pontos do segundo colocado. Não me restava outra opção senão partir pra cima desde o início. Consegui andar em um ritmo muito bom, apesar das dificuldades das trilhas, bastante exigentes, e venci o sábado. No domingo repeti a dose e acelerei forte, saio de Araxá com a vitória na categoria. A diferença que era de dez pontos caiu pra um ponto e a briga fica pra última etapa, em Farroupilha/RS.”, relatou Patrik, que disputou a prova com uma KTM 250 EXC-F.

Na Categoria E2 Bruno continua imbatível e adicionou mais duas vitórias na temporada. Com isso, segue para a última etapa com uma vantagem que lhe dá segurança na briga pelo título.

“São mais duas vitórias importantíssimas, que me dão um pouco mais de tranquilidade pra última prova. Mas ainda assim, chego no final disposto a acelerar tudo pra vencer e fechar com chave de ouro esse ano. Consegui desde o início da temporada imprimir um certo domínio na categoria, o título está muito próximo, mas sei que não podemos vacilar e vamos trabalhar duro até o fim.”, disse Crivilin.

Na Categoria E3 o mineiro Rômulo Bottrel está com uma mão na taça de campeão. Ele abriu boa vantagem e chega tranquilo na reta final. Para o piloto, basta largar na última prova para conquistar mais um título de Campeão Brasileiro.

“Viemos toda a temporada trabalhando forte e conquistando os resultados para chegar agora com certa folga pra última etapa. A Equipe toda está de parabéns. Isso é fruto de muito trabalho. Sabíamos desde o princípio do que éramos capazes e estamos conquistando muitas vitórias ao longo da temporada. O título está quase na mão, mas vamos esperar a última prova, pra então fecharmos com chave de ouro e podermos então comemorar, todos da equipe, as conquistas desse time, que não mede esforços pra que possamos acelerar e conquistar esses resultados.”, disse Bottrel, que na temporada corre com uma KTM 300 EXC, motocicleta dois tempos.

O resultado alcançado pelos pilotos é inédito. Além da dobradinha na Geral, venceram as principais categorias. Foram absolutos nas classes E1, E2 e E3 e monopolizaram o degrau mais alto do pódio em Araxá. Agora se preparam para a prova final, que acontece na cidade gaúcha de Farroupilha, em outubro. Mas antes disso os pilotos tem outros desafios. Bruno Crivilin disputa no final do mês o Red Bull Los Andes, no Chile, enquanto Rômulo Bottrel e Patrik Capila participam do Barãomaniacs, etapa do Brasileiro de Hard Enduro que acontece na cidade de Barão de Cocais.

Enduro Dona Beja – Araxá/MG

Resultados acumulados dos dois dias de provas EnduroGP (Classificação Geral):
1 – Bruno Crivilin – Orange BH KTM Racing 
2 – Rômulo Bottrel – Orange BH KTM Racing
3 – Júlio Ferreira 
4 – Patrik Capila – Orange BH KTM Racing
5 – Vinícius Luis da Silva

Categoria E1:
1 – Patrik Capila – Orange BH KTM Racing - 47 
2 – Victor Miranda
3 – Loandro Anton

Categoria E2:
1 – Bruno Crivilin – Orange BH KTM Racing - 50
2 – Júlio Ferreira - 44
3 – Diego Colett - 40

Categoria E3:
1 – Rômulo Bottrel – Orange BH KTM Racing - 50
2 – Rigor Rico - 44
3 – Ripi Galileu - 40

A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM Brasil, Borilli Racing, ASW, Motul, BR Parts, Dragon, Gaerne, Exceed, MrPro, BMS Racing, USWE, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, que distribui no Brasil com exclusividade as marcas Airoh e Kini Red Bull. São mais de quatro mil produtos nas concessionárias Orange BH KTM, O2BH Yamaha e O2BH Kawasaki, que se localizam em Belo Horizonte e possuem juntas 1.650m2, a maior loja do segmento no Brasil. Mais informações em orangebh.com.br ou o2bh.com.br.

Crédito das fotos: Janjão Santiago/Orange BH

A cidade de Araxá, em Minas Gerais, estreou em grande estilo no calendário do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para motocicletas. Válida como a sexta e penúltima etapa da competição, a prova teve o capixaba Bruno Crivilin (equipe Orange BH KTM) como vencedor após dois dias de disputas neste fim de semana (16 e 17). O evento batizado de Enduro Dona Beja ainda foi válido como a grande final para a categoria EFeminina. A goiana Bárbara Neves (Zanol Team Rinaldi ASW) confirmou o título inédito e é a primeira campeã da temporada 2017. 

O roteiro da etapa trouxe tipos variados de desafios, como especiais e deslocamentos técnicos, pedras soltas, terreno acidentado, calor forte e muita poeira. O público esteve presente no complexo do famoso Grande Hotel da cidade, que serviu de base para pilotos e equipes de diversas localidades do país. A rodada dupla teve saldo positivo para Crivilin, que pela primeira vez no ano conquistou a vitória de uma prova pela categoria Enduro GP (a qual envolve os pilotos mais rápidos da competição).

“Foi a primeira vez que corri em Araxá e gostei das especiais. A etapa foi bastante competitiva, no primeiro dia andei com mais cautela e no domingo aumentei o ritmo e não errei. Estou muito feliz, ainda mais porque o Rômulo Bottrel ficou em segundo lugar da Enduro GP e conquistamos uma dobradinha para a equipe Orange BH KTM”, lembrou o capixaba. “O Brasileiro está nos momentos finais e ainda há muito o que acontecer, acredito que tenho boas chances”, acrescentou Crivilin. 

Com a taça na mão, Bárbara Neves disputou pela primeira vez o Brasileiro de Enduro FIM. “Eu me dediquei e evoluí bastante durante o ano, tive que aprender muito para conquistar o título. Agradeço a todos que estiveram do meu lado: o meu pai, que me ensinou a andar de moto, a Zanol Team Rinaldi ASW, os patrocinadores e o chefe de equipe Felipe Zanol e seus pais, Jacy e Dora, que me ajudaram muito nos treinos e bastidores”, finalizou a atleta. A decisão de todas as categorias masculinas está marcada para os dias 14 e 15 de outubro em Farroupilha (RS). 

O Enduro Dona Beja também somou pontos para o Campeonato Mineiro e para a Copa Cerrado da modalidade. No Brasileiro, a decisão de todas as categorias masculinas está marcada para os dias 14 e 15 de outubro em Farroupilha (RS). 

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM em Araxá-MG 
(6ª etapa do calendário, válida como a final da classe Feminina)
Site oficial: www.brasileirodeenduro.esp.br 

Resultados acumulados dos dois dias de provas
Enduro GP

1 – Bruno Crivilin - 47 
2 – Rômulo Bottrel - 43
3 – Júlio Ferreira - 42

E1
1 – Patrik Capila - 47
2 – Victor Miranda - 42
3 – Loandro Anton - 38

E2
1 – Bruno Crivilin - 50 
2 – Júlio Ferreira - 44
3 – Diego Colett - 40

E3
1 – Rômulo Bottrel - 50 
2 – Rigor Rico - 44
3 – Ripi Galileu - 40

EJúnior
1 – Vinícius Luis da Silva “Musa” - 47 
2 – Vinícius Calafati - 43 
3 – Willian Dalmonech - 40

E4 Light
1 – Tiago Wernersbach - 50 
2 – Marcos de Souza - 44
3 – Renato Costa - 38

E35
1 – Nielsen Bueno - 50 
2 – André Barbosa - 42 
3 – Adriano de Avila - 40

E40
1 – Beto Lamego - 50 
2 – William Meneses - 44
3 – Cassiano Tebaldi - 40

E45
1 – Pélmio Simões - 50
2 – Marcos Benvenutti - 42 
3 – Laurindo Zatorski Filho - 42

E50
1 – Cleber Sacramento - 50 
2 – Gustavo Jacob - 50 
3 – Isaias Rosa - 50

EAmador
1 – Augusto Benvenutti - 44 
2 – Filipe de Lima - 43
3 – Uliam Bunetta - 40

EFeminina
1 – Bárbara Neves - 50
2 – Janaína Souza – 44

Classificação do campeonato após seis etapas
Enduro GP

1 – Luis Oliveira - 256
2 – Bruno Crivilin - 223
3 – Júlio César Ferreira - 219

E1
1 – Luis Oliveira - 275
2 – Loandro Anton - 232 
3 – Patrik Capila - 199

E2
1 – Júlio Ferreira - 267
2 – Diego Colett - 240
3 – Bruno Crivilin - 238

E3
1 – Rômulo Bottrel - 283 
2 – Gustavo Pellin - 227
3 – Rigor Rico - 204

EJúnior
1 – Vinícius Calafati - 235 
2 – Gabriel Lucas Soares “Tomate” - 235
3 – Willian Dalmonech - 230

E4 Light
1 – Tiago Wernersbach - 263 
2 – Jaime Zorzal - 229
3 – Bruno Martins - 100

E35
1 – Nielsen Bueno - 295 
2 – Diogo de Andrade - 220 
3 – André Barbosa - 145

E40
1 – Cassiano Tebaldi - 222 
2 – Luciano de Lima - 200
3 – Beto Lamego - 140

E45
1 – Pélmio Simões - 280
2 – Marcos Benvenutti – 232
3 – Laurindo Zatorski Filho - 215

E50
1 – Roberto Theodoro - 166 
2 – Gustavo Jacob - 108
3 – Cleber Sacramento - 100

EAmador
1 – William Palandi - 200 
2 – Augusto Benvenutti - 180
3 – Roberto Theodoro - 79

EFeminina
1 – Bárbara Neves - 144
2 – Janaína Souza - 116
3 – Tainá Aguiar - 40

Colaboração e foto: Mundo Press/Marcelo Campos

Belo Horizonte faz parte oficialmente do maior evento motociclístico de caridade do mundo. Voltado para proprietários de motocicletas de estilo clássico e vintage, o The Distinguished Gentleman's Ride acontece em 2017 no domingo 24 de setembro.

Na data, mais de 70.000 cavalheiros e damas se vestindo elegantemente, em mais de 600 cidades de 95 países, pilotam suas motocicletas em prol da saúde masculina. O objetivo de 2017 é aumentar ainda mais a conscientização para a causa e arrecadar US$5 milhões para a Fundação Movember, que se dedica a pesquisas sobre câncer de próstata e saúde mental dos homens.

Todos os pilotos participantes devem se cadastrar no website do The Distinguished Gentleman's Ride para ter acesso aos detalhes do passeio de Belo Horizonte e concorrer a prêmios e recompensas pelos seus esforços.

Registre-se agora para criar seu perfil em www.gentlemansride.com.

Colabroação: DGR BH - 2017

Aconteceu neste sábado 16/09 a primeira blitz educativa do Trail Club no bairro Vale do Sol em Nova Lima/MG.
A blitz contou com a participação da Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental, Associação de Bairro e os motos clubes que fazem parte do BH Trail Club.

Os treieros foram abordados onde receberam orientações a respeito da boa prática do esporte, conservação das trilhas e a boa convivência com a comunidade.Outras blitzs serão realizadas ao longo dos próximos meses em diversos pontos da região.

Faça você também parte desta idéia e acompanhe as novidades pelos canais de relacionamento dos moto clubs envolvidos: Equipe Cobra, Q4 Enduro Team,  Cano Cheio Enduro Team, Barranco de Minas, TCMG e Cavucando Enduro Team.

Por Leo "Corrosivo" direto das trilhas de Macacos.

 

Os Pilotos da  Equipe Orange BH KTM Racing estão em Araxá para disputa da penúltima prova do Campeonato Brasileiro de Enduro: Rômulo Bottrel e Bruno Crivilin lideram suas categorias e Patrik Capila ocupa terceira colocação.

Os pilotos da Equipe Orange BH KTM Racing já estão na cidade mineira de Araxá para a disputa da penúltima prova do Campeonato Brasileiro de Enduro. A prova, com dois dias e duas etapas válidas pelo campeonato, será disputada na região do Grande Hotel de Araxá.

Com os descartes obrigatórios previstos em regulamento (todos os pilotos tem que descartar seus dois piores resultados na temporada), Bruno Crivilin e Rômulo Bottrel são líderes em suas categorias. Mais do que isso, Bottrel tem a chance de colocar a mão na taça já nesta etapa, já que pode abrir mais de 50 pontos de vantagem para o segundo colocado, diferença que não poderá ser tirada mais, já que restarão somente 50 pontos em disputa depois da prova de Araxá.

“Quero fazer o meu melhor e tentar duas vitórias no final de semana. Estou em um bom ritmo, acabamos de chegar da França onde disputamos o Six Days de Enduro e treinei bastante depois disso também. A moto está perfeita como sempre. Não estou preocupado com os números, vou acelerar pra fazer o meu melhor, depois a gente vê o resto.”, comentou Bottrel, que disputa a Categoria E3 com uma KTM EXC 300.

Já Bruno Crivilin tem um papel mais difícil, já que a disputa está aberta em sua categoria. Ele tem apenas 3 pontos de vantagem para o segundo colocado.

“Ainda sinto algumas dores por conta da lesão na costela, corri o Six Days com dores e sei que aqui não vai ser diferente, já que não tive tempo de me recuperar. Mas espero andar bem e sair com dois resultados positivos pra chegar na última etapa com um pouco mais de folga.”, disse Crivilin, que disputa a Categoria E2 com uma KTM EXC-F 350.

O caçula da equipe, Patrik Capila, disputa a categoria E1. É sua primeira temporada completa no Brasileiro de Enduro e está a apenas 10 pontos do segundo colocado. Depois de um problema que o tirou de uma etapa na última prova, quer afastar o azar e conquistar bons resultados na reta final do campeonato.

“Na última etapa não tive sorte. Tive um problema na corrente da minha moto que me tirou pontos importantes. Agora tenho que acelerar pra tirar o prejuízo. Estou bem, treinei bastante nos últimos dias e vamos acelerar pra ver o que conseguimos. Tem sido uma temporada de muito aprendizado, acho que estou evoluindo bem.”, relatou Patrik, que corre a temporada com uma KTM EXC-F 250.

A 11ª e 12ª etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro acontecem neste sábado e domingo. No sábado a largada será às 10 da manhã e no domingo, os pilotos largam um pouco mais cedo, às 9 da manhã.

Colaboração e foto: Orange BH/Janjão Santiago

O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM define o título da classe Feminina em Araxá (MG), neste final de semana (16 e 17). A prova reserva fortes emoções, ainda mais porque para as demais categorias será válida como a sexta e penúltima etapa do calendário nacional. A base da corrida é o Grande Hotel de Araxá, com estrutura de ponta e fácil acesso para o público conferir de perto as feras do esporte e suas motocicletas em ação.

Batizado de Enduro Dona Beja, o evento representa rodada dupla para a pontuação do Brasileiro e ainda vale pelo Campeonato Mineiro e pela Copa Cerrado da modalidade. A líder da classe Feminina é a estreante Bárbara Neves (equipe Zanol Team), de Goiás, com 96 pontos. Atual bicampeã brasileira, a paulista Janaína Souza (Honda Motofield) aparece em segundo lugar com 72 pontos ganhos.

“Está tudo 100% pronto para a prova, que vale o título”, afirmou Bárbara. “As expectativas são ótimas. Eu me preparei bastante para as disputas, tanto física como psicologicamente, e espero fazer o melhor possível em Araxá”, continuou. Janaína também promete empenho máximo. “Estou muito feliz e motivada, vindo de grandes resultados no Rally dos Sertões e no Enduro da Independência. Sigo para defender o título do Brasileiro de Enduro FIM e confirmar mais uma vitória na temporada”, disse.

Entre os homens, o Brasileiro está na reta final e ninguém quer ficar fora da briga pelos títulos de 2017. O grande destaque do campeonato é o português Luís Oliveira (Honda Racing), que lidera as categorias E1 e Enduro GP – direcionada aos pilotos mais rápidos da competição.  

Os outros ponteiros são Júlio Ferreira (classe E2, Honda Racing), Rômulo Bottrel (E3, Orange BH KTM), Gabriel Soares “Tomate” (EJúnior, Honda Racing), Jaime Zorzal (E4, Moto Litoral), Nielsen Bueno (E35, Sacramento Racing KTM), Cassiano Tebaldi (E40, Sacramento Racing KTM), Pélmio Simões (E45, Orange BH KTM), Roberto Theodoro (E50) e William Palandi (EAmador, Sacramento Racing KTM).

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.

Campeonato Brasileiro de Enduro FIM em Araxá-MG
(6ª etapa do calendário, válida como a final da classe Feminina)
Inscrições: Acesse  
Site oficial: http://www.brasileirodeenduro.esp.br

Programação*

15/9 (Sexta- Feira)
Das 16h30 às 20h – Secretaria de prova no restaurante Prato Fino (Rua Don José Gaspar, 400, Centro), em Araxá-MG
19h – Briefing da prova no Restaurante Prato Fino

16/9 (Sábado)
Das 7h às 9h50 – Vistorias Técnicas e condução das motos ao Parque Fechado no Grande Hotel de Araxá (MG)
10h – Largada dos dois primeiros pilotos
16h – Previsão de chegada dos primeiros pilotos
20h – Divulgação dos resultados oficiais do dia no Restaurante Prato Fino

17/9 (Domingo)
Das 7h às 9h – Vistorias Técnicas e condução das motos ao Parque Fechado no Grande Hotel de Araxá  (MG)
9h – Largada dos dois primeiros pilotos
15h – Previsão de chegada dos primeiros pilotos
19h – Divulgação dos resultados oficiais do dia no Restaurante Prato Fino.

* A programação está sujeita a alterações.

Colaboração e foto: Mundo Press/Fred MAncini

Um dos mais importantes pilotos de motocross do país, Negretti fez sua estreia em Enduro de regularidade, no último fim de semana
 
Um dos principais pilotos de motocross do Brasil, Jorge Negretti foi homenageado na etapa do Enduro da Independência, tradicional prova de Enduro de regularidade do Brasil, realizada entre os dias 6 e 9 de setembro, e que contou com uma trilha de 700 km ligando as cidades de Aparecida, em São Paulo, e Lavras, ao sul de Minas Gerais. 

Convidado para ser o abretrilhas da prova, Jorge Negretti ficou muito entusiasmado com a sua primeira participação em um evento de Enduro de regularidade:

"Participar do Enduro da Independência sempre foi um sonho para mim. Eu lembro da competição desde os meus tempo de criança, quando acompanhava pelas revistas. E este ano, tive a oportunidade de participar da 35ª edição. Ou seja: foram 34 anos desejando participar desta competição."

"Mesmo não tendo competido, foi uma experiência incrível. O Enduro da Independência são quatro dias de eventos, eu passei por vários trechos de grande dificuldade, não imaginava que seria tão difícil assim. Eu tinha uma ideia de como seria desafiante, apesar de nunca ter participado de uma prova de Enduro de regularidade antes. Já venci provas em Enduro de velocidade anteriormente, mas foi a minha estreia neste tipo de prova."

"Teve um trecho da prova em que naveguei, peguei uma moto com planilha e tudo, e vi o quanto é difícil você navegar e andar rápido. Quando você anda rápido é uma coisa, quando você navega, é preciso reduzir a velocidade. Achei muito difícil fazer as duas coisas juntas."

Com uma carreira vitoriosa no motocross, com dez títulos brasileiros, além de ter sido campeão sul americano e latino americano, Jorge Negretti foi pioneiro em três modalidades: Arenacross, Freestyle, e Supercross, além de participações no Supermoto e no Enduro de velocidade. 

Após um hiato de dois anos, Negretti voltou recentemente a participar de alguns eventos, e tem programado duas apresentações de Freestyle ainda neste mês: dia 26 no sambódromo do Anhembi, em um evento que será organizado pela revista Motociclismo, e no dia 30 em Colatina, no Espirito Santo.

Quanto ao Enduro de regularidade, Jorge Negretti pretende adquirir mais experiência na modalidade, e deve participar em breve de outras competições, conforme o calendário. 

Colaboração e foto: NS Comunicação e Eventos/Leo Tavares

Aconteceu nesta noite de quarta-feira 13 de setembro mais uma reunião dos participantes do BH Trail Club na região de Macacos/MG. A reunião foi para discutir os próximos passos e apresentar o folder do projeto que serão distribuídos nas próximas ações.

O BHTC e formado pelos trail clubes Equipe Cobra, Q4 Enduro Team, Cano Cheio Enduro Team, Barranco de Minas, TCMG e Cavucando Enduro Team.

Por Leo “Corrosivo” direto da reunião do BH Trail Club com foto: Jomane Casa Grande

Fábio Coelho Amaral, da O2BH Yamaha, vence a Categoria Brasil e deixa mais azul o principal enduro do Brasil, que comemorou 35 anos de existência. Após rodar mais de 700 quilômetros em quatro dias de prova, largando da Basílica de Aparecida em São Paulo, passando pelas cidades Mineiras de Itajubá, Três Corações, Luminárias e São Tomé das Letras e pela região das trilhas da fé, o Enduro da Independência chegou neste sábado, 9 de setembro, à cidade de Lavras.

Em meio a terra, lama e as naturais dificuldades das trilhas, Fábio Coelho Amaral foi o grande campeão da Categoria Brasil, destinada às motocicletas nacionais, maneira perfeita para comemorar 10 anos do lançamento da valente e robusta Yamaha TT-R 230 e os 35 anos do maior e mais emblemático enduro do Brasil.

A ideia de tornar a Yamaha TT-R 230 a campeã do Independência começou a um bom tempo, fruto da Yamaha Motor do Brasil e a O2BH Yamaha, a nova concessionária da marca em Belo Horizonte, inaugurada em maio deste ano pelo Grupo Orange BH, cuja larga experiência nas competições de Off Road dispensa apresentações.

 Para o piloto Fábio Amaral, conquistar a vitória teve um sabor especial, mas o melhor foi poder curtir as trilhas pilotando uma TT-R 230. Apesar da disputa acirrada, o final da competição foi mais que feliz.

“Eu sabia que a prova seria muito difícil em função do roteiro escolhido pela organização. São Tomé, Luminárias e Lavras são regiões conhecidas pelo alto nível técnico de suas trilhas e pela quantidade de pedras. No início usei a estratégia de andar mais tranquilo, poupando o equipamento, já que seria uma prova de muito desgaste, tanto físico quanto do equipamento, em que qualquer vacilo poderia colocar tudo a perder”, declarou Fábio Amaral. E completa: “mas à medida que a prova foi se desenvolvendo, deixei de lado a estratégia e parti para o ataque. A moto me passou muita confiança, a única coisa que precisei fazer nesses quatro dias foi abastecer e lubrificar a corrente. Consegui andar forte e venci três dos quatro dias. Muito bom conquistar essa primeira vitória junto com a O2BH Yamaha”.

Para a Yamaha, a vitória é ainda mais especial: a primeira moto a vencer o Independência foi uma saudosa e igualmente valente Yamaha DT 180, em 1983. 

Colaboração e foto: Yamaha do Brasil/Janjão Santiago