A Equipe Orange BH KTM Racing tem compromisso neste final de semana, na abertura do Campeonato Brasileiro de Hard Enduro. O campeão do Red Bull Romaniacs 2017, Bruno Crivilin, está inscrito e vai disputar a prova na categoria Gold.

O Barãomaniacs, prova de abertura da temporada, será disputada na cidade mineira de Barão de Cocais, em uma região que é conhecida por ser o paraíso das trilhas, principalmente para o hard Enduro.

No sábado, Crivilin já encara o prólogo da competição em um circuito com obstáculos artificiais no centro da cidade, que vai definir a ordem de largada da prova de domingo.

No domingo, um percurso desafiador até para os melhores pilotos. Serão 50 quilômetros para a categoria Gold, passando pelas trilhas Outubro Cinzento, Cachorro Morto, Cambotinha e Sibiu, dentre outras.

Crivilin utiliza a prova de Barão de Cocais como preparação para a temporada, já que este ano estão previstos alguns desafios pela frente, como a defesa do título do Red Bull Romaniacs, que pela primeira vez teve um brasileiro vencendo a prova em 2017.

Na semana que vem, Crivilin encara a abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, na cidade de Itupeva.

A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, Pró-X, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.
 
Bruno Crivilin encara Brasileiro de Hard neste sábado e domingo na cidade mineira de Barão de Cocais. No próximo final de semana o compromisso é com a abertura do Brasileiro de Enduro FIM, em Itupeva/SP. 

Colaboração e foto: Orange BH/Janjão Santiago

E teve chuva de sobra na estreia do Rally Minas Brasil no calendário do off-road nacional. Organizado pela Rallymakers, evento termina neste domingo (11), em Conceição do Mato Dentro/MG.

E foi oficialmente aberta a temporada 2018 dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Brasileiro de Rally Baja, bem como do Campeonato Mineiro de Rally. A cidade de Conceição do Mato Dentro (MG) foi a anfitriã do Rally Minas Brasil, que atraiu pilotos e navegadores de diversas partes do País, representando dez Estados e 55 municípios. O grid foi formado por 93 veículos – entre motos, quadriciclos, UTVs e carros –; que fez a alegria da população conceicionense, que visitou livremente o parque de apoio das equipes e ficou bem perto de importantes nomes do automobilismo fora-de-estrada. 

As crianças ficaram eufóricas, andando de um boxe para outro com os olhares apaixonados pelos veículos. “Participantes e organização interagiram com os moradores, inclusive com meu filho de seis anos, que ficou encantado com o rali. É uma alegria ter um evento como este em nossa cidade”, disse o morador Geraldo Magella de Figueiredo. 

E São Pedro batizou o Rally Minas Brasil, colocando a organização e os competidores “a toda prova”. Primeiro, porque em alguns pontos do roteiro, o terreno ficou bastante prejudicado e, por medidas de segurança, a organização do certame – a Rallymakers – aplicou o “plano B”, sem qualquer prejuízo a parte técnica da competição. 

Depois, os off-roaders foram desafiados em duas especiais – 75 e 81 quilômetros, totalizando 156 quilômetros que cortaram as montanhas das localidades de Itacolomi, Ouro Fino, Córregos, Santo Antônio do Cruzeiro, Tapera e Congonhas do Norte. O percurso foi bem travado e sinuoso, com erosões, cascalhos, subidas e descidas de serra. 

Escorregador de veículos 

Às 8h15 foi dado o sinal verde para o Rally Minas Brasil. O resultado deste sábado (10) foi válido pela 1ª etapa dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja, portanto, era preciso pontuar bem para abrir o campeonato com o pé direito. 

Nas motos, a temporada 2018 começou acirrada (e coloca acirrada nisso!). Com uma diferença de apenas oito segundos (um sopro), o vencedor do primeiro dia de disputas do Rally Minas Brasil foi o piloto Elias Campideli Folly (3h22min02s), que mal pode respirar porque Francine Rossi veio logo atrás (3h22min10s). “Para o tipo de prova igual à hoje, mais lisa, é necessário ter uma ‘tocada’ menos agressiva e mais conservadora, pois um tombo faz você perder tempo. Acredito que a experiência que possuo me fez sair vitorioso”, disse Folly. A terceira posição foi ocupada por Kelder Campos (3h24min51s). 

Entre os quadriciclos, o piloto Geison Belmont conquistou um excelente resultado na primeira especial; ele foi o mais rápido entre as motos e quadriciclos na marca de 1h25min33. Porém, quando seguiu para a segunda bateria do dia, um problema no acelerador do quadriciclo fez com que ele perdesse rendimento. Mas, ainda sim, ele foi o vencedor da categoria quadriciclos. “Agora é arrumar tudo para repetir o desempenho da primeira especial e conquistar o pódio”, comentou Belmont. 

Outra briga de “gente grande” foi nos UTVs. Os pilotos Rodrigo Varela (3h05min43s) e Cristiano Batista (3h06min02s) fizeram os 156 quilômetros do Rally Minas Brasil “pau a pau”, e com apenas 19 segundos de diferença cruzaram a linha de chegada. “A prova estava excelente. É muito bom começar o campeonato com o pé direito, além do visual da região que era lindo. Sem dúvida, está sendo uma experiência muito bacana para mim e para a equipe”, disse Varela. Em terceiro lugar ficou o piloto André Hort (3h07min20s). 

Nos Carros, o piloto Jorge Wagenfuhr Júnior e navegador Ivo Renato Mayer foram os mais rápidos do dia (3h18min05s). O piloto – que participou do Dakar 2018 –, disse que só pensou em acelerar. “Mas sempre com cuidado, pois com um rali com as condições técnicas já mencionadas, é prudente fazer uma leitura rápida do terreno e ser cauteloso, além da dupla ter uma comunicação perfeita”, declarou o piloto. Na sequência, vieram as duplas Luiz Facco e Humberto Ribeiro (3h24min00s), e Marcos Baumgart e Cleber Cincea (3h26min09s), nas segunda e terceiras posição, respectivamente. 

O Rally Minas Brasil tem sequência neste domingo, 11. A largada está prevista para às 8h. Para mais informações, acesse: www.rallymakers.com.br. 

 

Resultados – Rally Minas Brasil

Primeiro dia

 

Categoria Motos 

1º Elias Campideli Folly, 3h22min02s

2º Francine Rossi, 3h22min10s

3º Kelder Campos, 3h24min51s

4º Rubens Neiton, 3h26min02s

5º Marco Antonio Pereira, 3h28min11s

 

Categoria Quadriciclos

 

1º Geison Pinheiro Belmont, 3h40min19s

2º Eduardo Birkman, 11h40min00s

3º Richard Amaral, 11h40min00s

 

Categoria UTVs

 

1º Rodrigo Varela, 3h05min43s

2º Cristiano Batista, 3h06min02s

3º André Hort, 3h07min20s

4º Daniel Costa, 3h07min27s

5º Bruno Varela, 3h07min34s

 

Categoria Carros

 

1º Jorge Wagenfuhr Júnior e Ivo Renato Mayer, 3h18min05s

2º Luiz Facco e Humberto Ribeiro, 3h24min00s

3º Marcos Baumgart e Cleber Cincea, 3h26min09s

4º Marcos Moraes e Fábio Pedroso, 3h26min57s

5º André Miranda e Cadu Sachs, 3h31min28s

O Rally Minas Brasil é uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro, com organização da Rallymakers

Supervisão: CBM, CBA, FMEMG, FMA e RCMG

Colaboração e foto: Liberade de Ideia /CF

Dentro das trilhas, a velocidade... Fora delas, a solidariedade que beneficiará 120 crianças da Escola Municipal Professor João Lima.

Aventura e solidariedade se misturarão harmonicamente durante a realização do Rally Minas Brasil – etapa de abertura dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Brasileiro Rally Baja 2018. De 9 a 11 de março, o evento – organizado pela Rallymakers – concentrará pilotos e navegadores na cidade de Conceição do Mato Dentro, MG, que acelerarão por um percurso de aproximadamente 300 quilômetros. 

Se de um lado o acelerador dos veículos é o comando para que os competidores busquem o menor tempo do Rally Minas Brasil, do outro lado, o coração e a razão é o combustível do Projeto Ideia Fixa, que por meio da jornalista Tânia Mara Carvalho e da analista de sistemas Ana Paula Carvalho Moreno, cuidam das ações socioeducativas e culturais que acontecerão simultaneamente ao evento.   

Em Conceição do Mato Dentro, o local escolhido pela Prefeitura da cidade foi a Escola Municipal Professor João Lima, na qual 120 crianças entre 5 e 11 anos participarão de brincadeiras, contação de histórias do Projeto Ideia Fixa e a relação com o rali. “Tudo é feito através do Teatrinho da Turma do Tupício. Posteriormente, cada criança receberá kits com dois livros de histórias infantis, brindes em EVA, folhas de atividades sobre higiene bucal, 1 saquinho contendo três produtos de beleza, creme dental, escova, 1 pirulito e produtos de higiene pessoal”, contou Tânia Mara. 

A ação será nesta sexta-feira (09), às 9h30. A escola está localizada na Avenida JK, no centro da cidade.  “Com o pé na estrada e no caminho do rali, entre poeira e pedras, o trabalho social prosseguirá como fazemos há 16 anos, com muito amor, garra, determinação e uma vontade enorme de fazer as crianças felizes, por estes caminhos a fora”, finalizou a jornalista. 

Até o momento, o Projeto Ideia Fixa percorreu mais de 490 mil quilômetros de estradas, mais de 143 mil pessoas em 17 Estados já foram beneficiadas com doações que somam 212 toneladas entre móveis, roupas, calçados, alimentos, brinquedos, água, kits de higiene bucal e pessoal, incluindo a distribuição de 164 mil livros novos e usados, para alunos de diversas escolas. 

Acompanhe Ideia Fixa pelas redes sociais:

www.projetoideiafixa.org

www.facebook.com/projetoideiafixa

Instagram - ideiafixa100

O Rally Minas Brasil é uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro, com organização da Rallymakers

Supervisão: CBM, CBA, FMEMG, FMA e RCMG

Colaboração e foto: Liberdade de Ideias

Motores ligados, equipamentos prontos e muita trilha pela frente. Assim começou o Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade. A cidade de São Francisco de Paula/RS, recebeu a caravana do enduro para dois dias de provas em terreno liso e desafiador. No sábado foram 130 quilômetros e cerca de cinco horas de prova para os pilotos. No domingo, mais 108 quilômetros e mais cinco horas de prova.

Para a Equipe Yamaha O2BH Racing não poderia ter começado melhor, com os pilotos conquistando excelentes resultados. O mineiro Fábio Coelho Amaral venceu os dois dias da competição e larga com boa vantagem no campeonato, pilotando uma Yamaha TTR 230F na Categoria Brasil, destinada às motos de fabricação nacional.

“Gostei muito da prova, apesar do terreno muito diferente do que estou acostumado. Nunca andei num terreno tão escorregadio quanto esse aqui. A prova foi bem completa, com muitas trilhas e bem exigente, com bastante roteiro, tanto no sábado quanto no domingo. Mas felizmente deu tudo certo, consegui andar bem e imprimir forte ritmo, a moto esteve perfeita durante todo o final de semana. O tempo também ajudou e não choveu, falaram que quando chove fica ainda pior as trilhas por aqui. Apesar do terreno bem liso, consegui andar bem, mesmo sem tanto costume, e foi importante também a concentração, não errei roteiro, não tive nenhum contratempo nesses dois dias. Andei sem cometer erros e no final deu tudo certo, deixamos a prova de abertura com uma vitória e liderando o campeonato”, comemorou Fábio Amaral.   

Quem também tem motivos para comemorar é o capixaba Jomar Grecco, disputando a Categoria Master com uma Yamaha WR 250F. Jomar está se recuperando de uma cirurgia e ainda assim, conseguiu o terceiro lugar no pódio, em uma prova muito exigente.

“A prova superou minhas expectativas, porque aqui no sul é sempre muito complicado de andar. No ano passado fui apenas o 9º colocado na prova, foi péssimo meu resultado. Dessa vez eu vim com outros objetivos, o principal era não me machucar - não tomei nenhuma queda – e tentar ficar entre os cinco primeiros colocados. Então estou muito feliz porque alcancei meus objetivos, é um resultado muito bom porque estou me recuperando de uma cirurgia. Apesar de estar estreando uma moto nova, gostei bastante do desempenho, a moto é muito forte e equilibrada, consegui imprimir um bom ritmo. O plano agora é conquistar outro bom resultado na próxima prova, que acontece no Paraná, e começar a atacar mais forte quando o campeonato chegar em Minas Gerais.  A prova foi muito boa, as trilhas estavam muito lisas, terreno muito escorregadio, muito roteiro e navegação, então exigiu muito condicionamento físico. A prova exigiu muito, principalmente no segundo dia. Mas todo mundo elogiou bastante a prova, apesar de ter sido bem pesada, exigir bastante”, relatou Jomar Grecco.

O próximo compromisso dos dois pilotos pelo Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade acontece nos dias 7 e 8 de abril, no Paraná. Ao todo serão 12 etapas passando pelos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina, finalizando com mais uma prova no estado do Espírito Santo.

Colaboração e foto: Yamaha O2BH Racing

A equipe de motocross oficial Honda Racing Brasil está na Argentina, onde será realizada a primeira etapa do Mundial da categoria, neste fim de semana. O time já teve representantes individuais em algumas etapas da maior competição do planeta, mas é a primeira vez que o esquadrão Honda Racing vai completo para a prova. Os pilotos Jetro Salazar (equatoriano) e Hector Assunção (paulista) representarão a equipe na MXGP, a principal da prova, com a nova Honda CRF 450R. Já Gustavo Pessoa (paulista) e Lucas Dunka (catarinense) aceleram na MX2 com a Honda CRF 250R.

Os treinos serão sábado (3/3) e a corrida no domingo (4/3) no circuito Patagonia Race Track, com 1.600 metros, na Villa La Angostura, próximo a Bariloche, um dos destinos turísticos mais famosos e movimentados do país. Serão duas baterias de 30 minutos mais duas voltas em cada categoria.

O chefe da equipe, Cale Neto, ressalta a importância de correr com os melhores pilotos do mundo. “É uma experiência muito produtiva poder correr a prova de mais alto nível que temos. O céu é o limite. Vamos adquirir novas técnicas e testar os pilotos em condições boas, ao lado dos mais rápidos do planeta. Temos muito a aprender e vamos mostrar aos nossos pilotos onde podemos chegar e como vamos trabalhar para isso. É um espelho para fazermos muitas coisas boas por aqui, no Brasil”, avalia.

Cale observa ainda que o objetivo principal é colocar o treinamento realizado até o momento em teste real, para obter frutos nos campeonatos brasileiros. “Não vamos para sermos os melhores latinos, nada disso. É trazer a experiência de estar no melhor campeonato e buscar o melhor resultado possível. É nosso bom e velho motocross e é o que fazemos de melhor. Estaremos no lugar certo”, conclui.

Por aqui, a equipe Honda Racing participa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que terá 8 etapas e começa dia 25 de março, em Cornélio Procópio (PR). Também estará presente no Arena Cross, que tem sua primeira de 5 etapas em Barueri (SP), dia 14 de abril.

Ano passado, Gustavo Pessoa foi campeão brasileiro na MX2 e quer repetir a dose em 2018. No Arena Cross, Hector Assunção ficou com o vice-campeonato em 2017 e vai em busca do título neste ano.

Colaboração e foto: VipComm/Idário Café

O movimento de expansão da ASW Racing como uma marca brasileira internacionalizada é contínuo. A empresa, que tem uma longa tradição de apoiar  a presença de atletas brasileiros em competições internacionais e está acostumada a atuar em diversos pontos da América Latina, agora é patrocinadora oficial da equipe inglesa Bike It Kawasaki Dixon Racing Team.

"Este é um passo muito importante para a ASW. A nossa visão de nos tornarmos uma referência mundial começa agora a tomar forma. Um grande e longo projeto inicia-se da melhor forma possível e temos muito orgulho de fazer parte da Bike It Kawasaki Dixon Racing Team, o que tem tudo para tornar-se uma parceria promissora. Sim, é um sonho, e sabemos que com nosso potencial poderemos realizá-lo e irmos ainda mais longe.", diz Leandro Mattos, Diretor Geral da ASW Racing.

A Bike It Kawasaki Dixon Racing Team, é uma equipe estabelecida em Hampshire, no Reino Unido, e foi criada em 2002 por Steve Dixon, figura reconhecida no mundo do off road. que atua como chefe da equipe.

Presente no MXGP 2018, a Bike It Kawasaki Dixon Racing Team é formada por dois pilotos:

• Tommy Searle, piloto inglês atuante na categoria MX1, que, em seus 28 anos de vida, conquistou 15 vitórias na MX2 Overall do MXGP, foi campeão britânico na MX1 em 2016 e também 3 vezes vice-campeão mundial na MX2.

• Darian Sanayei, jovem piloto americano de 21 anos, que já foi 20 vezes campeão amador no seu país de origem, vice-campeão europeu na categoria MX2 e, no ano passado, conseguiu a décima primeira colocação na MX2 do MXGP.

Para receber o time, a ASW Racing organizou um evento no ASW Off Road Park, no qual uma coletiva de imprensa foi organizada para melhor conhecimento da mídia local sobre a equipe, com direito a algumas voltas de exibição dos pilotos na pista.

"O investimento em uma equipe do mundial de motocross, além de ser a realização de um sonho, é também um grande aprendizado de desenvolvimento para a marca e uma etapa crucial do plano comercial de exportação. O objetivo comercial é continuar a expansão na América Latina e, através da nossa base na Inglaterra, iniciar uma atuação na Europa. Vamos levar os mesmos produtos, tecnicamente, que estão disponíveis em nossos revendedores aqui no Brasil. Desta forma, nosso consumidor saberá que o mesmo produto que ele está usando nas pistas e trilhas do Brasil estará alinhando no gate do Mundial de Motocross.
O nosso evento de apresentação da equipe Dixon em Mogi tornou o dia memorável. Um grande orgulho de ser brasileiro e ver através dos atletas que sim, o nosso país e a nossa indústria fazem um motociclismo de alto nível.
Muito obrigado a todos que estiveram conosco aqui.", ressalta Fernando Silvestre, diretor comercial da ASW Racing.

Agora o foco da Bike It Kawasaki Dixon Racing Team junto com a ASW Racing é o Mundial de Motocross (MXGP). Os pilotos estão preparados para o campeonato que começará neste sábado (03/03), na Argentina.

Colaboração e foto: ASW/Johanes Duarte

Motos, quadriciclos, UTVs e carros estarão alinhados no próximo final de semana, 09 a 11 de março, na cidade de Conceição do Mato Dentro, MG. O Rally Minas Brasil levará para terras mineiras as emoções da abertura da temporada 2018 dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Brasileiro de Rally Baja, bem como o Campeonato Mineiro de Rally. As inscrições seguem abertas até o dia 07 de março, pelo site www.rallymakers.com.br.

Organizada pela Rallymakers, a prova promete superar as expectativas dos participantes, a começar pelo prólogo – tomada de tempo que definirá a ordem de largada, no sábado (10), às 7h. De acordo com o diretor executivo da Rallymakers, Fernando Bentivoglio, serão aproximadamente 7 quilômetros, dentro de uma fazenda e percurso em linha (e não em circuito). “Será em um local chamado Dourado, já conhecido pela população. Neste mesmo lugar, largará a primeira etapa do Rally Minas Brasil”, completou ele.

Com 150 quilômetros, o roteiro da competição explorará os caminhos e as belezas das regiões  de  Itacolomi, Ouro Fino, Córregos, Santo Antonio do Cruzeiro, Tapera e também Congonhas do Norte. “Todos os locais são de fácil acesso. Quem desejar acompanhar o Rally Minas Brasil será muito bem vindo. Teremos sinalização e nossa equipe estará nos locais para orientar as pessoas sobre onde poderão assistir a passagem dos veículos com segurança”, afirmou Bentivoglio.

O parque de apoio do Rally Minas Brasil estará montado nas dependências do aeroporto de Conceição do Mato Dentro, e isso facilitará o acesso das equipes aos serviços essenciais, tais como, hotéis, posto de combustível, lava-jatos, restaurantes etc.

“Estamos na reta final da organização do Rally Minas Brasil. Trabalhamos demais para montar esse certame, atentos aos mínimos detalhes e pensando naquilo que os competidores buscam em uma disputa de rali. Entregaremos uma etapa digna de abertura de temporada. Prova técnica, prazerosa e com um panorama natural de ‘cair o queixo’, por isso, quem não se inscreveu, vem que ainda dá tempo”, encerrou Bentivoglio.

O Rally Minas Brasil é uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro, com organização da Rallymakers

Supervisão: CBM, CBA, FMEMG, FMA e RCMG

Colaboração e foto: Liberdade de Ideias/Doni Castilho/DFotos

A ASW acaba de anunciar mais uma ação de peso no esporte off road, só que desta vez a empresa de Mogi das Cruzes/SP vai equipar e vestir os pilotos da Kawasaki Dixon Team na temporada 2018 do Mundial de Motocross.

O anuncio foi realizado nesta tarde de quarta-feira (28/02/2018) na Fazenda ASW Off Road Park com os pilotos da equipe que vieram ao Brasil para o evento.

Boa sorte aos pilotos da equipe Kawasaki Dixon Team que agora passam a vestir e representar os produtos ASW pelo Mundo.

Por Leo “Corrosivo” direto da redação com foto de Dimas Mattos.

A cidade de Curvelo/MG foi palco da abertura do Mineiro de Enduro FIM 2018 neste sábado (24/02/2018) que acordou com os roncos das motos na manhã de sol no Circuito dos Cristais. Mesmo a chuva que caiu durante toda a semana não tirou a vontade dos pilotos que compareceram em peso de todos os cantos do estado para o desafio.

E a chuva que caiu até a noite anterior da prova ajudou a refrescar a região que é conhecida pelo forte calor, deixando as trilhas ainda melhor para acelerar e sem poeira. Parque fechado, motos prontas para o desafio que começou as 10:30h com a largada do primeiro piloto rumo as trilhas do primeiro Cross Teste montado logo na entrada do Circuito dos Cristais de onde o público podia acompanhar de perto a passagem dos competidores.

Com o percurso de aproximadamente 24 quilômetros com três Cross Testes pelo trajeto, os pilotos aceleraram forte até a segunda volta no seco. Na terceira e última volta, os competidores enfrentaram uma forte chuva que acabou deixando a vida dos competidores ainda mais dura e refrescante.

A prova em Curvelo/MG ficou digna para receber uma etapa do Brasileiro de Enduro FIM por ter um percurso bem tecnico e aliado a infraestrutura impar do Circuito dos Cristais, que oferece todas as mordomias como banheiros com chuveiros aquecido, pátio para montagem de box, estacionamento, praça de alimentação e o fácil acesso pela rodovia nova e trechos duplicado.

Enquanto a turma do fora de estrada cortava na alta no meio do mato, o público presente podia acompanhar de perto os pilotos do 2º TrackMix acelerando sua maquinas em 2 e 4 rodas pelo traçado do Circuito dos Cristais.

De certo ponto da área de convívio do Circuito se escutar os roncos das motos de enduro de um lado misturado com as das motos esportivas de 1000cc e dos motores V8 dos carros de corrida do outro. Para quem gosta de emoção, o sábado foi de adrenalina pura!

E após 3 horas de muita ação pelas trilhas da região,  já era hora de premiar os melhores do dia que ficou assim:

E1:

1º Gabriel Soares

2º Nicolas Rodrigues

3º Luciano Paiva

E2:

1º Júlio Ferreira

2º Philipe Fernandes

3º Leandro Franca

E3:

1º Bernado Souza

2º André Barbosa

3º Kielder Wagner

E35:

1º Vinicius Moraes (Galego)

2º Aloizio Filho

3º Fernando Baeta

E40:

1º Gleison Ferreira

2º Adriano Avila

3º Cristian Aguiar

E45:

1º Pelmio Simões

2º Beto Lamego

3º Geraldo Magela

EJ (Junior):

1º Leonardo Matos

2º Bernado Barreto

E50:

1º Girius Abboud

2º Eduardo Porcaro

3º Milton Farias

E4 - Light:

1º Marcos Vinicius

2º Rodrigo Maia

3º Leonardo Sejun

EA - Amador

1º Pablo Ribas

2º Álvaro Oliveira

3º Pedro Neto

Por Leo Tavares “Corrosivo” direto da abertura do Mineiro de Enduro FIM. 

Faltam 17 dias para a poeira do Brasileiro de Rally Baja e XC levantar em solo Mineiro. E a cidade de Conceição do Mato Dentro localizada em um das regiões mais bela do estado abrirá as portas para o Rally Minas Brasil.

Em poucos dias será dada a largada para a primeira edição do Rally Minas Brasil, que abrirá a temporada 2018 dos campeonatos Brasileiros de Rally Cross Country e Rally Baja, bem como, do Campeonato Mineiro de Rally. O evento – organizado pela Rallymakers – acontecerá entre os dias 09 a 11 de março, no município de Conceição do Mato Dentro, considerada a capital mineira do ecoturismo.

De acordo com o CEO da Rallymakers, Fernando Bentivoglio, pilotos e navegadores participarão de uma prova que entrará para a história. “Conceição do Mato Dentro nos surpreendeu. São mais de 3 mil quilômetros de estradas de terra, que nos ofereceu diversas opções para escolher o melhor roteiro para o Rally Minas Brasil. Com a orientação de colaboradores da Secretaria de Turismo e de Meio Ambiente da cidade, o levantamento foi feito de forma minuciosa”, contou Bentivoglio. “E o melhor de tudo, a região é linda demais. A cada dobra de serra, um panorama incrível surge no horizonte”, destacou.

Serão dois dias de disputas em um trecho cronometrado de aproximadamente 150 quilômetros, totalizando 300 quilômetros percorridos que passarão por alguns distritos, tais como: Itacolomi, Tapera,  Córregos, e pequenos vilarejos. O parque de apoio do Rally Minas Brasil estará nas dependências do aeroporto de Conceição do Mato Dentro, o que facilitará o acesso do público. A movimentação começará na sexta-feira, 09, com as vistorias técnicas e administrativas.  

No sábado, 10, às 9h30 começará efetivamente a busca pelo melhor tempo dos competidores inscritos nas categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros. O certame retomará no domingo, 11, a partir das 8h.

Para o Presidente do Rallye Clube de Minas Gerais e organizador do Campeonato Mineiro de Rally, o piloto Antonio Carlos Teixeira, não resta dúvidas de que o Rally Minas Brasil será muito técnico e desafiador, devido as características geográficas da região. “Acredito que ainda teremos dias de calor intenso para contribuir com o desgaste dos veículos e participantes”, declarou Teixeira que competirá na categoria Pró Brasil – Carros, com um carro protótipo Sherpa.

Ainda, de acordo com Teixeira, a abertura do campeonato brasileiro em Minas Gerais é motivo de orgulho, pois é uma oportunidade para alavancar o Estado, bem como, a prática do esporte em terras mineiras. “Temos diversas opções de território para a realização de etapas de rali, apresentando variados desafios aos apaixonados pelo off-road”, garantiu.

As inscrições estão abertas pelo site www.rallymakers.com.br. Até o momento, estão inscritos representantes de nove Estados, sendo: Paraíba, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, sendo pessoas vindas de mais de 40 cidades do País.
O Rally Minas Brasil é uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro, com organização da Rallymakers

Supervisão: CBM, CBA, FMEMG, FMA e RCMG

Por Leo "Corrosivo" com colaboração de Isis Moretti/Liberdade de Ideias com foto de Doni Castilho/DFotos.