No ultimo final de semana, dias 25 e 26 de agosto, o município de Socorro-SP recebeu o Hard in Help hard enduro, evento válido pela quarta etapa do Campeonato Brasileiro Rinaldi de Hard Enduro.

O Hard in Help foi um dos evento mais desafiadores da temporada e exigiu muito dos pilotos, que precisaram unir força e técnica para vencer as trilhas mais hard do Brasil.

No primeiro dia os participantes percorreram um prólogo repleto de troncos, pedras, pneus  e um circuito de 15 quilômetros  do mais puro hard enduro.

Já no segundo dia os pilotos enfrentaram 25 quilômetros com as trilhas mais difíceis da história do campeonato e a grande maioria concluiu o percurso com êxito, deixando claro que os pilotos estão evoluindo a cada etapa.

Confira abaixo os resultados oficiais do Hard in Help.

Categoria GOLD:

- RIGOR RICO
- TIAGO MATHEUS
- TIAGO LUME
- FABIANO DOS SANTOS
- RIPI GALILEU

Categoria TRIAL:

- IGOR AZEVEDO

Categoria SILVER:

- GUSTAVO FURLANETO
- THIAGO VELOSO
- FABRICIO ROMANI
- GABRIEL CARVALHO
- RENAN TONON

Categoria BRONZE

- MARCELO OLIVEIRA
- MAURICIO PENINO
- ARTHUR MENDONÇA
- ELIESER DE ARAUJO

Categoria NACIONAL

- EDERSON SOUZA
- JAILOM SILVA
- MAURICIO GOMES
- JOAO BOSCO 
- DEIVID LUAN

Categoria IRON:

- MATHEUS COSTA
- MATHEUS GENEROSO
- RODRIGO ALVES
- ALAN SILVA
- MARCO DOMINGUES

A próxima etapa  do Campeonato Brasileiro Rinaldi  de Hard Enduro vai acontecer na cidade de Cuiabá - MT nos dias 13 e 14 de Outubro.

Bruno Crivilin, Campeão Brasileiro de Enduro 2018 na Classificação Geral com uma rodada de antecedência, está na Europa desde o dia 19 de agosto e enfrenta na próxima sexta (31) a domingo (2), os melhores do mundo na cidade de Edolo, província de Brescia, no norte da Itália. 

O atleta da equipe Orange KTM América Racing encara a 7ª rodada do Campeonato Mundial. Ele se juntou aos campeões Alex Salvini, líder na Categoria EnduroGP e Ruy Barbosa, líder na Categoria Youth e vêm treinando juntos, utilizando a estrutura da equipe JET/Zanardo Racing. 

No comando de uma KTM 250 EXC-F o objetivo do brasileiro será conquistar um lugar no pódio do mundial. Uma façanha nunca antes alcançada por um brasileiro. Ele ocupa a 6ª colocação na classificação, na categoria Junior 1, mesmo não tendo participado de uma das sete etapas prevista no campeonato. O melhor resultado no ano foi no GP de Portugal, onde o piloto finalizou na quarta colocação geral e em terceiro em sua categoria, ficando a nove segundos de um inédito pódio para o Brasil no Mundial. 

“Estou acostumando com as provas do Mundial, é tudo muito diferente, principalmente o ritmo e o percurso. Treinei bastante esses dias aqui com o Alex Salvini e o Ruy Barbosa, foi importante, deu pra pegar um bom ritmo. Em Portugal passamos muito perto de conquistar um pódio para o Brasil e desta vez vou lutar bastante novamente por isso. Estou melhorando e  fico mais à vontade nas provas. É difícil esconder a ansiedade, a expectativa é a melhor possível, quero acelerar muito aqui na Itália”,  explicou o representante brasileiro no Mundial de Enduro.

O GP da Itália será realizado numa cidade de quase cinco mil habitantes, terá um percurso de 50 quilômetros, onde os pilotos terão que dar quatro voltas no sábado e mais quatro no domingo. A prova começa na sexta-feira (31), com o Superteste, às 19h (14h no Brasil). No sábado e domingo a largada é às 9 da manhã (4h no Brasil). O site www.enduro-live.info transmite os resultados em tempo real.

Depois da etapa italiana, Crivilin continua a treinar em continente europeu, onde se prepara para a etapa da França nos dias 22 e 23 de setembro. A Orange BH KTM América Racing tem o patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Motul, ProX, Dragon, Gaerne Circuit, BMS, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MRPro, Academia PIC, e Alex design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, para uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Colaboração e foto: Orange BH/

Saulo silva, natural da cidade de Luminárias no sul de Minas viu quando criança os pilotos dos Enduro da independência cruzar a cidade. Encantado com aquela festa, Saulo prometeu a si mesmo que um dia iria correr a prova. Anos depois o sonho tornou realidade e de lá prá cá já são mais de 10 anos envolvido como piloto e colaborador do evento.

Em 2018 não poderia ser diferente e Saulo Silva novamente participou da prova e conheceu o trajeto antes dos competidores na função de realizar o percurso como um Simulado de prova ao lado dos pilotos, Lúcio Ribeiro, Higino Vasconcelos e Kenio Nogueira da equipe técnica do evento.

Foram 04 dias de muita aventura rumo às trilhas altas da Mantiqueira que resultou em um texto repleto de detalhes e muitas histórias para guardar na mémoria.

DIA 1- SUPERAÇÃO.

O EI começa em 2018 com o dia mais difícil dos 4, pois será nas trilhas de Lavras/ Itumirim, conhecidas por serem de alto nível técnico. Segundo o Sayron, que conferiu a Média 2 resumiu em duas palavras "para bens". Segundo Higino e Keninho, na média 3 e 4, uma prova dura, mas será o grande desafio de 2018, vencê-lo será a certeza que dias mais fáceis virão.

DIA 2- O DIA DAS PEDRAS .

Logo após a largada, em Lavras, "rocks and mountains" e quando chega nas trilhas de Luminárias/São Thomé das "PEDRAS", elas literalmente tomam conta do cenário, sendo o desafio do dia mais longo com 184 km. Andar rápido nas trilhas intermediárias que dão acesso às mais exigentes será importante, até a chegada junto ao Lago e Cassino de Lambari MG.

DIA 3- O DIA DA EMOÇÃO

Desde a largada a emoção tomará conta do piloto. Médias 1 e 2 pegarão o primeiro desafio logo no início, marcando a mudança das pedras, para o "liso". Depois entremeio às trilhas rápidas, de mata e descidas íngremes , os pilotos serão recebidos como heróis nas cidades pequenas pelas crianças com bandeiras e festa. Será impossível não se emocionar.

DIA 4 - FESTA DO REGULARIDADE.

O último dia do EI 2018 será pelas "TRILHAS ALTAS DA MANTIQUEIRA", onde o roteiro celebra o Regularidade, com os "balaios" entre subidas e descidas íngremes das encostas da Mantiqueira, e no zig-zag por matas muito lisas, a média muito justa obrigando a acelerar tudo. Ao final, em Itajubá MG os campeões dignos do desafio fantástico enfrentado, receberão os merecidos troféus, fechando a festa, com todos os pilotos, apoios, organização e todos envolvidos nesta grande caminhada chamada Enduro da Independência, VIVA O REGULARIDADE!

Agradeço a organização por fazer parte desta equipe!

Aos amigos, Higino, Kenin, Jornal, Sayron, Lúcio e Jacob

Que venha o EI 2018 !

Por Leo Tavares com colaboração de Saulo Silva.

Jirios Abboud consagra mais um titulo em seu currículo conquistando o seu trí-campeonato no Mineiro de Motovelociade em 2018 na 4ª Etapa do GP Gerais. Campeão antecipado, o piloto de Governador Valadares promete dá trabalho para os seus concorrentes na última etapa do GP Gerais, dia 04/11 no Circuito dos Cristais em Curvelo/MG.

Por Leo Tavares direto da 4ª Etapa do GP Gerais

Quase 3 mil pessoas testemunharam hoje em Curvelo/MG a vitória de Antônio Franzen, durante a quarta etapa do GP Gerais, Campeonato Mineiro de Motovelocidade, realizado no Circuito dos Cristais. O piloto da O2BH Kawasaki América Racing venceu a a categoria Supersport 600cc e ainda chegou em terceiro no resultado geral, correndo junto com as 1000cc.

A próxima etapa e última do certame, será realizada nos dias 2, 3 e 4 de novembro, também em Curvelo e valerá para o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, onde o piloto está em segundo lugar. Toninho, como é conhecido, dedicou o título à família e aos patrocinadores da equipe mineira. 

"Foi um final de semana ótimo, minha Kawasaki esteve perfeita, foram ótimos pegas e consegui garantir o meu terceiro título aqui em Minas Gerais. Dedico à minha família, meus amigos que me ajudam sempre e a equipe O2BH Kawasaki América Racing, que junto com os nossos patrocinadores não mediram esforços para nos oferecer a melhor infraestrutura para as corridas, muito obrigado a todos vocês", disse o piloto. 

A Equipe O2BH Kawasaki América Racing tem patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Motul, BMS, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, para uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Colaboração e foto: O2BH Kawasaki/Leo Tavares/CF

Piloto do Team Rinaldi garantiu o título da Super Production após percorrer 3.601 quilômetros pelos estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará.

Ricardo Martins cumpriu seu objetivo na 26ª edição Rally dos Sertões. O piloto catarinense, que defende o Team Rinaldi, sagrou-se campeão entre as motos da categoria principal – a Super Production, após percorrer 3.601 quilômetros com os pneus HE 42, passando pelos estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará, durante sete dias. Ele ainda encerrou o evento com o segundo lugar geral.

“Há alguns anos venho buscando esse resultado. Já havia sido campeão na classe Marathon, em 2011, mas esse título tem um gostinho diferente. O evento foi um dos mais desafiadores de todos os tempos, com variados tipos de terreno, pedra, areia, serra, lama, enfim, posso dizer que foi um verdadeiro teste para os pneus e não me surpreende o excelente desempenho”, destaca.

Desde o início, a estratégia de Martins foi manter a tranquilidade, concluindo um dia de cada vez. Das sete etapas, ele venceu uma e somou outros dois segundos lugares, três terceiros e um oitavo. “Ano passado acabei abandonando após uma queda que me rendeu algumas fraturas nas costelas. Aprendi a lição e fui buscando pontos importantes aos poucos”, explica.

O Team Rinaldi contou ainda com os pilotos Luciano Gomes e Bruno Leles na disputa da Production Aberta. Luciano garantiu seu lugar no pódio com um quarto lugar. Já Bruno finalizou na sétima posição.

Classificação final após sete etapas - Motocicletas (extraoficial)

Geral

1 - Tunico Maciel - 27:24:40
2 - Ricardo Martins - 27:56:17 (Team Rinaldi)
3 - Gregorio Caselani - 28:28:01
4 - Mário Marchiori - 29:07:41
5 - Túlio Malta - 29:14:14

Categoria Super Production

1 - Ricardo Martins - 27:56:17 (Team Rinaldi)
2 - Gregorio Caselani - 28:28:01
3 - Wagner Jovenal - 40:25:50
4 - Moara Sacilotti - 45:51:34
5 - Tiago Fantozzi - 50:19:11

Categoria Production Aberta

1 - Tunico Maciel - 27:24:40
2 - Mário Marchiori - 29:07:41
3 - Elias Folly - 29:22:18
4 - Luciano Gomes - 29:24:25 (Team Rinaldi)
5 - Vítor Closs - 30:04:42
7 – Bruno Leles – 31:04:49 (Team Rinaldi)

Colaboração e foto: ID Comunicação/Doni Castilho

 Depois de 3.600 quilômetros e sete dias de competição entre Goiânia e Fortaleza, o mineiro Túlio Malta pode soltar o grito de campeão do 26º Rally dos Sertões. O piloto da Equipe O2BH Kawasaki América Racing mostrou domínio desde o primeiro dia de disputa e liderou a competição do início ao fim. Foram cinco vitórias em sete etapas disputadas.

Para conseguir a façanha, o mineiro de Lagoa da Prata utilizou uma motocicleta Kawasaki KLX 450R praticamente original – a categoria Marathon não permite muitas alterações - e lutou de igual para igual com pilotos que tinham motocicletas preparadas especialmente para o Rally. Teve desempenho brilhante, sempre ocupando os primeiros lugares e finalizando a prova na quinta colocação na Classificação Geral, mesmo enfrentando problemas em um dos dias.

De quebra, conquistou ainda o Campeonato Brasileiro de Rally na Categoria Marathon, já que os cinco primeiros dias de prova foram válidos pelas etapas finais da temporada. Túlio chegou ao Sertões invicto e da mesma forma finalizou a temporada. Em 2018 só deu ele.

“Estou muito feliz com a conquista na categoria e com o quinto lugar geral. Tivemos que fazer algumas escolhas pra chegar a esse resultado, que se mostraram escolhas acertadas. Fiz um sertões particularmente impecável, poupando equipamento, sem nenhuma queda nos sete dias, mas andando forte e de forma regular. Conquistamos o lugar mais alto do pódio! Estou muito feliz, foi um ano dedicado integralmente ao rally, onde tive que abrir mão de outras coisas pra poder me dedicar aos treinamentos e a parte física. Então só tenho a comemorar e agradecer aos patrocinadores e a todos que apoiaram e acreditaram no meu projeto e no meu trabalho, especialmente a O2BH Kawasaki. Muito feliz em colocar a KLX 450R no degrau mais alto do pódio, uma moto produzida no Brasil, acessível a todos, extremamente competitiva e resistente”, comemorou o Campeão do Rally dos Sertões.

O 26º Rally dos Sertões começou no último domingo (19) e se encerrou neste sábado (25), com a chegada no aterro da praia de Iracema, em Fortaleza, com os pilotos percorrendo 656 quilômetros no dia. No total foram 3.601 quilômetros, com 2.059 de trechos especiais cronometrados. Túlio Malta levou pouco mais de 29 horas para completar todas as especiais, acelerando sua Kawasaki KLX 450R para finalizar a prova na primeira colocação, deixando o segundo colocado a cerca de uma hora e vinte atrás.

A Equipe O2BH Kawasaki América Racing tem patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Motul, BMS, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, para uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Classificação Final (extraoficial)

Classificação Geral - Motocicletas
1 - Tunico Maciel – 27:24:40
2 - Ricardo Martins – 27:56:17
3 – Gregório Caselani -  28:27:51
4 - Mário Marchiori – 29:07:41
5 – Túlio Malta – 29:09:14 – Equipe O2BH Kawasaki América Racing
 
Categoria Marathon
1 - Túlio Malta – 29:09:14 – Equipe O2BH Kawasaki América Racing
2 – André Bezerra– 30:28:26
3 – Francine Rossi – 30:34:20
4 – Manoel Malassise – 31:10:55
5 – Chicão Oliveira – 31:23:11 

Colaboração e foto: O2BH Kawasaki/Gustavo Epifânio/Fotop/Vipcomm

O piloto Tunico Maciel é o grande campeão das motocicletas no 26º Rally dos Sertões. Após sete dias e 3.601 quilômetros percorridos a bordo da moto Honda CRF 450RX, sendo 2.059 de trechos cronometrados, o mineiro conquistou neste sábado (25) a taça inédita com 31min37seg de vantagem sobre o segundo colocado, o catarinense Ricardo Martins. O resultado representa o tetracampeonato da Honda Racing no principal desafio do calendário off-road nacional. 

A equipe tem mais motivos para comemorar na rampa de chegada em Fortaleza (CE). Além do título geral da motos, Maciel confirmou vitória na Production Aberta, enquanto Júlio “Bissinho” Zavatti foi o campeão da classe Rally Brasil e da categoria especial Brasil - CRF 230cc. O paulista acelerou a moto Honda CRF 230F e ainda alcançou a nona posição na tabela geral das motocicletas.

Na sétima e última etapa da prova, realizada neste sábado (25) entre Juazeiro do Norte (CE) e a capital cearense, Tunico Maciel consolidou a vitória ao concluir a especial no segundo lugar - foram três vitórias em sete etapas, no total. O dia somou 656 km, sendo 200 km de especiais. A conquista do Rally dos Sertões é um sonho realizado para o piloto, que em 2015 tinha sido campeão pela categoria Marathon. 

"Estou muito feliz, batalhei muito para estar aqui, foram sete dias bem longos, difíceis. Nem sei explicar a sensação que estou sentindo, acho que a ficha ainda não caiu", afirmou o mineiro. "Agora que venham os próximos desafios. Vou treinar mais, me dedicar mais e, se Deus quiser, este vai ser o primeiro de muitos títulos que ainda vou conquistar no Sertões."

Bissinho assegurou o tetracampeonato da carreira na classe Rally Brasil e na categoria especial Brasil – CRF 230cc, destinadas a pilotos que competem com motocicletas de fabricação nacional. 

"Cada título é uma emoção. E esse é uma emoção a mais porque eu venho conquistando há alguns anos o título da mesma categoria com a Honda CRF 230F, que é uma moto surpreendente, que mostrou para o Brasil todo que tem um potencial enorme", afirmou o piloto paulista. "Estou contente demais e quero dar continuidade no meu trabalho, seguir em frente e conquistar novos títulos com a Honda Racing."

A equipe Honda Racing também foi destaque na categoria Super Production, com o vice-campeonato de Gregório Caselani. O gaúcho finalizou a disputa geral das motocicletas em terceiro lugar. 

"Foi uma prova dura desde o começo e na quinta etapa estava tudo meio resolvido. O Tunico já estava liderando com uma boa vantagem, eu em terceiro já não tinha muito o que fazer, não dependia só de mim. Então, abracei a missão de ajudá-lo nas etapas finais. Estou feliz demais pelo título dele e da equipe Honda", disse o gaúcho. 

O heptacampeão da prova e maior vencedor das motos Jean Azevedo, por sua vez, saiu da briga pelo título das motos no quarto dia de disputa. Apesar disso, seguiu na prova e acabou vencendo a última etapa.

O 26º Rally dos Sertões teve início em Goiânia (GO), no dia 19 de agosto, e passou por caminhos da Bahia e do Piauí antes de chegar no Ceará. A prova também reuniu quadriciclos, UTVs e carros. 

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country conta com o patrocínio da Honda, Michelin, Mobil, D.I.D correntes.

Classificação final após sete etapas (extraoficial)

Classificação geral - Motocicletas

1 - Tunico Maciel - 27:24:40 - Honda CRF 450RX

2 - Ricardo Martins - 27:56:17

3 - Gregorio Caselani - 28:27:51 - Honda CRF 450RX

4 - Mário Marchiori - 29:07:37

5 - Túlio Malta - 29:09:14

9 - Júlio "Bissinho" Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F

Categoria Super Production

1 - Ricardo Martins - 27:56:17

2 - Gregorio Caselani - 28:27:51 - Honda CRF 450RX

3 - Wagner Jovenal - 36:15:50

4 - Moara Sacilotti - 37:11:34

5 - Tiago Fantozzi - 46:09:11

Categoria Production Aberta

1 - Tunico Maciel - 27:24:40 - Honda CRF 450RX

2 - Mário Marchiori - 29:07:37

3 - Luciano Gomes - 29:19:25

4 - Elias Folly - 29:22:18

5 - Vítor Closs - 29:39:42

Categoria Rally Brasil

1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F

2 - Álvaro Amarante - 31:10:11

3 - Cristiano Teixeira - 32:24:05

4 - Sandro Conci - 33:53:14

5 - Janaína Souza - 35:02:49

Categoria Rally Brasil

1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F

2 - Álvaro Amarante - 31:10:11

3 - Cristiano Teixeira - 32:24:05

4 - Sandro Conci - 33:53:14

5 - Janaína Souza - 35:02:49

Rally dos Sertões - 7ª etapa (resultados extraoficiais)

Classificação geral - Motocicletas

1 - Jean Azevedo - 3:12:43 - Honda CRF 450RX

2 - Tunico Maciel - 3:13:13 - Honda CRF 450RX

3 - Ricardo Martins - 3:16:44

4 - Gregorio Caselani - 3:19:09 - Honda CRF 450RX

5- Mário Marchiori - 3:21:09

7 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F

Categoria Super Production

1 - Jean Azevedo - 3:12:43 - Honda CRF 450RX 

2 - Ricardo Martins - 3:16:44

3 - Gregorio Caselani - 3:19:09 - Honda CRF 450RX

4 - Wagner Jovenal - 4:28:54

5 - Moara Sacilotti - 5:30:00

Categoria Production Aberta

1 - Tunico Maciel - 3:03:14 - Honda CRF 450RX

2 - Mário Marchiori - 3:21:09

3 - Elias Folly - 3:22:50

4 - Luciano Gomes - 3:23:57

5 - Vítor Closs - 3:24:25

Categoria Rally Brasil

1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F

2 - Álvaro Amarante - 3:24:33

3 - Cristiano Teixeira - 3:32:162

4 - Sandro Conci - 3:38:29

5 - Rafael Paschoalin - 3:45:42

Categoria especial Brasil - CRF 230cc

1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F

2 - Álvaro Amarante - 3:24:33

3 - Cristiano Teixeira - 3:32:162

4 - Sandro Conci - 3:38:29

5 - Líbera Costabeber - 3:46:10

Colaboração e foto: Mundo Press/Vitor Eleutério

Depois de deixar a Bahia e entrar no Piaui, percorrendo 446 quilômetros (401 de trecho especial cronometrado), o piloto Tulio Malta levou a sua Kawasaki KLX 450R a mais uma vitória na Categoria Marathon e se firma entre os primeiros colocados da Classificação Geral deste 26º Rally dos Sertões. Foi a quarta vitória em cinco etapas disputadas.

Além de vencer na Categoria Marathon, o piloto da equipe O2BH Kawasaki América Racing finalizou o dia na quarta colocação na Classificação Geral. Com os resultados, tem agora 1h32 de vantagem para o segundo colocado na categoria. Na Classificação Geral, está 11 minutos atrás do terceiro e tem uma vantagem de 30 minutos para o quinto colocado.

“Fiz os últimos três Rally dos Sertões e hoje foi a especial mais desgastante que já enfrentei. Dos 400 quilômetros de especial, foram 220 de areia. Foi bem pesado mesmo e o equipamento fez toda a diferença, principalmente os pneus. Ontem fiz a opção de poupar e não acelerar tanto, então hoje pude ser um pouco mais agressivo, ataquei um pouco mais e o resultado foi super positivo. Terminamos a etapa maratona sem nenhuma ocorrência, agora vamos revisar todo o equipamento pra finalizar bem esses dois dias que restam e chegar bem em Fortaleza”, relatou o mais novo campeão brasileiro de Rally.

O dia de hoje marcou também o encerramento do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. O mineiro já havia conquistado o título da Categoria Marathon na terça-feira, com duas etapas de antecedência.

Faltam agora apenas mais duas etapas para o final da prova em Fortaleza, neste sábado (25). Após uma rápida passagem pelo Piauí, o Rally dos Sertões segue em direção ao Ceará, e chegará nesta sexta-feira (24) à cidade de Juazeiro do Norte. Os pilotos terão um percurso total de 602 quilômetros, com 226 deles cronometrados. Será a penúltima especial da atual edição. No sábado (25), a etapa final desta edição terá mais 656 quilômetros até chegar a Fortaleza, com 200 kms de trechos cronometrados.

A Equipe O2BH Kawasaki América Racing tem patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Motul, BMS, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, para uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Classificação acumulada após cinco etapas (extraoficial)

Classificação Geral - Motocicletas
1 - Tunico Maciel – 21:08:11
2 - Ricardo Martins – 21:36:30
3 – Gregório Caselani -  21:59:02
4 - Túlio Malta – 22:10:54 – Equipe O2BH Kawasaki América Racing
5 – Mário Marchiori – 22:40:54
 
Categoria Marathon
1 - Túlio Malta – 22:10:54– Equipe O2BH Kawasaki América Racing
2 – Francine Rossi – 23:43:41
3 – André Bezerra – 23:52:47
4 – André Cheron – 24:09:03
5 – Manoel Malassise – 24:17:57

Colaboração e foto: O2BH Kawasaki/Marcelo Machado

Ricardo Martins venceu a categoria motos na quinta especial do Rally dos Sertões, realizada nesta quinta-feira, dia 23 de agosto, entre as cidades de Barra (BA) e São Raimundo Nonato (PI). O piloto do Team Rinaldi completou os 401 quilômetros do trecho cronometrado em 5h22min45s, resultado que lhe rendeu a segunda colocação Geral, a primeira na categoria principal - a Super Production, e ainda o vice no Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country 2018.

“Muito feliz com a minha primeira vitória nesta edição do Sertões. Estou indo com calma, tentando terminar sempre entre os primeiros, sem arriscar tanto. Ainda restam dois dias e tudo pode acontecer, mas me sinto confiante com a estratégia que tracei. Os pneus Rinaldi HE 42 estão se comportando bem, com ótimo rendimento. Sobre o Brasileiro de Rally Cross-Country, o ano foi bem disputado. Lutei até o fim, dando o meu melhor, foi por pouco”, afirma o catarinense.

Nesta sexta-feira, os pilotos seguem em direção a Juazeiro do Norte (CE), com um percurso total de 602 km. Rápida, a especial cruzará rios secos com pedras, alternando com estradas arenosas e uma região montanhosa com grandes lajes e pedras. Já no sábado, a final reserva 656 km até Fortaleza (CE). Ela começa com um trecho de trial bem estreito, com muitas pedras, onde qualquer erro pode custar caro. O caminho segue sinuoso, alternando trechos de média e baixa velocidade para cruzar o sertão central.

Colaboração e foto: ID Comunicação/Marcelo Machado