Goiana conquistou o título da categoria Júnior acelerando com os pneus Rinaldi HE 40, neste fim de semana, dias 6 e 7, no Chile.

Bárbara Neves conquistou o primeiro título internacional da carreira ao vencer a categoria Júnior no Campeonato Latino-Americano de Enduro para mulheres e crianças. O evento aconteceu neste fim de semana, dias 6 e 7 de outubro, no circuito de Pacarquin, em San Francisco Mostazal, no Chile.

Acelerando com os pneus Rinaldi HE 40, a atleta patrocinada pela marca brasileira fez bonito na disputa que envolveu competidoras de 13 a 20 anos. Ela venceu as quatro etapas, ditando o ritmo na especial composta pelos mais variados tipos de terreno, incluindo subidas e descidas bastante acidentadas.

“Fiquei muito feliz com meu desempenho, foi uma prova técnica e o nível das adversárias bem alto. O circuito contou com quatro voltas, teve trechos de single track, atoleiro, curvas e retas longas, além de uma parte de pedra. Os pneus Rinaldi foram excelentes, garantindo ótima tração”, destaca.

Em 2016, a goiana de 18 anos estreou no exterior, alcançando a terceira colocação no Enduro Internacional Feminino, em Portugal. Já no país, seu currículo conta com o título Brasileiro de Enduro FIM em 2017 e o vice nesta temporada, além de outras taças em diferentes modalidades.

Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica

Com este resultado, o piloto Yamaha segue na disputa pela conquista do campeonato. A terceira rodada do Arena Cross Brasil 2018 aconteceu neste sábado, 6 de outubro, na cidade de Boituva, interior de São Paulo. Nela, Jean Ramos, piloto da Yamaha Monster Energy Geração, conquistou com sua YZ450F a 3ª colocação na etapa, atrás do português Paulo Alberto e do paulista Hector Assunção. Com estes resultados, o atual campeão da competição está na terceira colocação da tabela de classificação da categoria Pró, a 11 pontos da liderança.

Segundo Jean, “o resultado foi decepcionante porque eu tinha chance de vencer e fiz boas largadas, mas na primeira bateria andei um pouco travado, não consegui me soltar, perdi rendimento e acabei em quarto. Na segunda bateria, larguei melhor, assumi a liderança, mas apesar de saber que posso vencer, faltou acreditar um pouco mais e pequei nos detalhes, que acabam fazendo a diferença”. E completa: “Mas ainda não acabou, posso recuperar. Vamos nos preparar para a próxima etapa, que já é daqui poucos dias”.

A quarta etapa do Arena Cross Brasil 2018 será dia 27 de outubro, em Lençóis Paulista.

Confira abaixo os resultados da etapa e a classificação do campeonato:

Resultados 3ª etapa Arena Cross 2018

1. Hector Assunção

2. Paulo Alberto

3. Jean Ramos

4. Humberto Martin

5. Lucas Dunka

6. Leo Souza

7. Dudu Lima

8. Caio Lopes

9. Marcello Lima

10. Tatá Pelegrino

 

Classificação do campeonato

1. Paulo Alberto / 109 pontos

2. Hector Assunção / 100 pontos

3. Jean Ramos / 98 pontos

4. Humberto Martin / 90 pontos

5. Lucas Dunka / 58 pontos

Colaboração e foto: Yamah do Brasil/MAURÍCIO HAAS

A mistica São Thomé das Letras, como a cidade mais alta do Brasil, na Serra da Mantiqueira, será palco da 8ª Etapa da Copa Sul de 2018. Este ano Saulo Silva prepara trechos com muito roteiro, trilhas, surpresas, mídias justas para a categoria, com garantia de todos os fins.

Inscrições: www.copaamsm.com.br

As primeiras 50 páginas do programa participam do sorteio de 01 conjunto italiano Braap (Calça e camisa).

PROGRAMAÇÃO:

SECRETARIA DE PROVA - HORÁRIOS DE ATENDIMENTO: 

20/10 - SÁBADO - INSCRIÇÕES: 17: 00Hs às 21: 00hs 

21/10 - DOMINGO - INSCRIÇÕES: 07: 30Hs às 09: 30Hs 

- Local: Praça Barão de Alfenas, Centro de São Thomé.

Ação Social: todos os pilotos têm de pagar uma taxa sem valor de R $ 10,00, revertido em benefício de contra uma brigada de pagamento de São Thomé das Letras e será coletada na entrega dos calendários de identificação.

LOCAL DE LARGADA: 

Praça Barão de Alfenas, Centro de São Thomé.

HORÁRIO: 09: 30: 00Hs

* CATEGORIAS: MESTRADO / SÊNIOR / MAIOR 40 / MAIOR 45 / JUNIOR / BRASIL / MAIS50 / NOVATO

Premiação - TROFÉUS

MESTRADO / SÊNIOR / MAIOR 40 / MAIOR 45: 1º AO 5º Lugar

JUNIOR: 1º ao 10º Lugar

MAIS DE 50: 1º a 3º Lugar

NOVATO: 1º ao 10º Lugar

 BRASIL: 1º ao 3º Lugar;

Em breve mais informações!

Colaboração e foto: Luciana Anjo/Arquivo CF

Atleta patrocinada pela marca de pneus Rinaldi espera subir ao pódio na categoria Júnior. Disputa será neste fim de semana, dias 6 e 7, no Chile. Bárbara Neves será a única piloto brasileira a encarar a disputa do 1º Campeonato Latino-Americano de Enduro para mulheres e crianças, que acontece neste fim de semana, dias 6 e 7 de outubro, no circuito de Pacarquin, em San Francisco Mostazal, no Chile. A expectativa da goiana de 18 anos é subir ao pódio na categoria Júnior, que envolve competidoras de 13 a 20 anos.

“Vi alguns vídeos para avaliar o terreno e sei que não será uma prova fácil. Acabo de me recuperar de uma lesão na mão, ainda não sinto aquela segurança, mas vou fazer o melhor que eu puder. Escolhi os pneus Rinaldi HE 40 para equipar a motocicleta, sei que eles me oferecem a segurança e o desempenho que eu preciso. Estou bastante animada”, afirma.

A atleta destaca o alto nível da competição, mas a verdade é que ela é uma das favoritas. Babi, como é conhecida, acaba de ser vice-campeã brasileira da modalidade e ainda acumula outros títulos em seu currículo. Também vale destacar a terceira colocação conquistada por ela na classe principal do 1º Enduro Internacional Feminino, em Portugal, no ano de 2016.

Confira o perfil da atleta do Team Rinaldi:

Nome: Bárbara Neves Gonzaga
Data de nascimento: 16/05/2000
Cidade de nascimento: Goiânia - GO
Cidade onde mora: Aparecida de Goiânia - GO
Ano em que começou a andar de moto off road: 2012
Ano em que virou piloto profissional: 2017
Principais títulos: 3ª colocada no 1º Enduro Internacional Feminino - Portugal 2016 (categoria principal)
Campeã Goiana de Cross-Country 2017 (categoria feminina)
Campeã Brasileira de Enduro FIM 2017 (categoria feminina)
Vicecampeã Brasileira de Enduro FIM 2018 (categoria feminina)
 
Colaboração e foto: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/Idário Café

Foi nas mãos de bruno Crivilin que a Equipe Orange BH América garantiu o principal título do Campeonato Brasileiro de Enduro, a categoria EnduroGP, durante a etapa final realizada neste sábado (29) e domingo (30), na cidade mineira de Patos de Minas. A equipe que é referência no esporte brasileiro, também faturou a categoria E1, também com Crivilin e a E2 com o piloto Vinicius Calafati.

Foi o terceiro título brasileiro na carreira do jovem Crivilin, de apenas 21 anos. Ele venceu 6, das 7 etapas do campeonato nesta temporada, foi campeão com uma rodada de antecedência e nos últimos dois anos vem participando de etapas do Campeonato Mundial e já conseguiu resultados inéditos para o país, como a 3ª colocação na etapa de Portugal. O piloto dedicou o título a equipe e todos os seus patrocinadores.

“Sabemos que o país está em crise e mesmo assim, a equipe e os patrocinadores não mediram esforços para nos fornecer um equipamento de primeira e todo o suporte necessário. Dedico o título e todas as vitórias a vocês e a minha família”, disse Crivilin.

O clima foi de muita festa em Patos, com direito a champanhe e camiseta comemorativa pelas conquistas. Vinicius Calafati, que estreou esse ano pela equipe laranja, mostrou a que veio e sagrou-se Campeão Brasileiro. O paulista também destacou a importância de um time com completa infraestrutura como fator fundamental para a conquista, além da regularidade que manteve no inicia da temporada.

 “Obrigado a equipe que nos forneceu os melhores equipamentos de segurança e a melhor motocicleta disponível hoje no mercado. Consegui ser regular no começo do ano, no meio ataquei mais, consegui vencer 3 etapas e cheguei na final tranqüilo, com uma boa vantagem. É muito bom treinar na equipe que possui o melhores pilotos do Brasil”, agradeceu Calafati.

A Orange BH KTM América Racing tem o patrocínio de Kenda Pneus, ASW, Motul, ProX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MRPro, Academia PIC, e Alex design. É mais uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off road, para uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Colaboração e foto: Oragne BH/Janjão Santiago

O Team Rinaldi garantiu o vice no Campeonato Sul-Brasileiro de Enduro de Regularidade, que teve sua final realizada neste fim de semana, dias 29 e 30 de setembro, em São Lourenço do Oeste (SC). Emerson “Bombadinho” Loth encerrou a disputa da categoria Master com o segundo lugar na classificação.

Bomba chegou ao desafio na liderança, com cinco pontos de vantagem. Porém, enfrentou dificuldades que o impediram de se consagrar campeão pela sexta vez. O percurso contou com 120 quilômetros, explorando trilhas por todo o município, incluindo o distrito de Presidente Juscelino, além da cidade de Novo Horizonte.

“Foi uma prova difícil, com um percurso técnico, bastante pedras e a chuva veio para deixar tudo mais perigoso. Os pneus Rinaldi RW 33 e SH 31 me ofereceram muita segurança na pilotagem. Infelizmente, meu problema foi com a navegação, cometi alguns erros. Não foi o resultado que eu gostaria, mas estou feliz”, explica.

De volta a Curitiba, o piloto retoma a preparação para a última etapa do Paranaense da modalidade. A expectativa é de conquistar o sétimo título estadual da carreira; atualmente ele está na ponta da tabela, com 27 pontos a mais que o segundo colocado. O evento será nos dias 20 e 21 de outubro, em Realeza.
 
ID – Assessoria de Comunicação Estratégica/IC Fotos

iloto da equipe Honda Racing é o mais veloz da etapa final em Patos de Minas (MG); Júlio Ferreira e Nicolás Rodriguez também são destaques e confirmam o vice-campeonato nas categorias E2 e E1, respectivamente.

O fim de semana de sol, calor e muita poeira em Patos de Minas (MG) foi especial para o mineiro Gabriel “Tomate” Soares. O piloto da equipe Honda Racing conquistou neste domingo (30), na sétima e última etapa do Brasileiro de Enduro FIM, a primeira vitória de sua carreira na disputa geral do certame. Além do triunfo na classe Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição, Soares foi o ponteiro na E2, categoria na qual fez sua estreia nesta prova.

A disputa realizada na região do Alto Paranaíba também confirmou dois vice-campeonatos para a equipe Honda Racing: na classe E2, com o mineiro Júlio Ferreira, e na categoria E1, com o carioca Nicolás Rodriguez. Ferreira acelerou a motocicleta Honda CRF 450RX na competição, ao passo que Rodriguez utilizou a CRF 250R.

Na derradeira etapa do Brasileiro de Enduro FIM, que teve como base o CT Tampa’s, os pilotos encararam um circuito de 32 quilômetros por trilhas e estradas da região. O trajeto incluiu dois Enduro Testes e um Cross Teste, sendo que os competidores cumpriram quatro voltas no circuito neste sábado, o primeiro dia de prova, e mais três neste domingo.

Depois de ficar fora de duas etapas da competição por conta de uma lesão na mão direita, Gabriel “Tomate” Soares voltou à ativa em grande estilo. O mineiro ditou o ritmo das disputas finais, logo na estreia com a motocicleta Honda CRF 450RX.

“Batalhei durante o ano inteiro por esta vitória e agora ela chegou. Foi de uma forma meio inesperada, já que estou voltando de uma lesão, mas estou colhendo o fruto do meu trabalho”, disse Soares. “No ano que vem, com certeza, minha briga será entre os primeiros da geral. O trabalho está sendo feito para isso e acredito que 2019 vai ser um bom ano”, completou.

Sobre a Honda CRF 450RX, “Tomate” é enfático: “É uma moto que me surpreendeu muito. De cara, já consegui ter um bom desempenho com ela nos treinos e estou muito à vontade. Tive uma ótima adaptação. Foi amor à primeira vista”.

Após travar duelo acirrado com o campeão Vinicius Calafati na E2 ao longo de toda a temporada, Júlio Ferreira foi outro grande destaque do campeonato. Ele alcançou o segundo lugar tanto da categoria E2 quanto da Enduro GP (atrás de Bruno Crivilin).

“O ano, para mim, foi muito bom. Consegui bater minhas metas pessoais. Não foi possível ser campeão, mas estou feliz com o vice-campeonato. Fiz uma temporada sólida, ficando entre os três primeiros na geral em praticamente todas as etapas”, lembrou o mineiro. “Fica aquele gostinho de ‘quero mais’, claro, mas vou trabalhar bastante para poder conseguir um resultado ainda melhor no ano que vem.”

Equipe Honda Moto Litoral bicampeã na E4 - Pelo segundo ano consecutivo, a equipe Honda Moto Litoral foi a grande vencedora da categoria E4 com o capixaba Thiago Wernersbach, que acelera a motocicleta Honda CRF 230F. “Para mim, foi um ano ótimo. A CRF 230F me ajudou bastante, é uma moto que não apresenta nenhum problema, muito confiável. Ser bicampeão é muito bom”, comemorou o piloto. 

Além de agradecer aos companheiros de time, ele fez questão de frisar o apoio de integrantes da equipe Honda Racing ao longo da temporada. “O chefe de equipe Felipe Zanol sempre dá aquele apoio moral, aquele conselho excepcional que ele tem. Todo o pessoal da Honda Racing é muito importante para gente”, concluiu. A equipe baseada no Espírito Santo ainda emplacou dois vice-campeonatos: Felipe Carlette (classe E3) e Diogo Andrade (E35). 

A equipe Honda Racing de Enduro FIM conta com o patrocínio da Honda, D.I.D correntes e Mobil.

Resultados da 7ª etapa - Patos de Minas (MG)

Categoria Enduro GP
1 - Gabriel Soares - Honda CRF 450RX
2 - Júlio César Ferreira - Honda CRF 450RX
3 - Patrk Capila
4- Bruno Crivilin 
5 -Gustavo Pellin
7 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R

E1
1 - Lucas Basso
2 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R
3 - Willian Palandi
4 - Bruno Crivilin

E2
1 - Gabriel Sores - Honda CRF 450RX
2 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX
3 - Gustavo Pellin
4 - Victor Miranda
5 - Vinícius Calafati

E3
1 - Felipe Carlette (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 450R
2 - Kildner Lopes
3 - Anderson da Luz

E4
1 - Ronald Santi
2 - Fernando Pereira (Honda Motofield) - Honda CRF 230F
3 - Marcel Maison
4 - Patrik Gaspareto
5 - Leonardo Senju

Júnior
1 - Patrik Capila
2 - Willian Lauers
3 - Vinícius Abreu (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R
4 - Vinícius Luís da Silva
5 - Bernardo Barreto

Over 35
1 - Nielsen Bueno
2 - Anderson Vieira
3 - Aloizio Filho
4 - Rodrigo Lopes
5 - Tiago Bellaver
9 - Diogo Andrade (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R

Classificação final do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2018

Enduro GP
1 - Bruno Crivilin - 297 pontos
2 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX - 229 pontos
3 - Vinicius Calafati - 245 pontos
4 - Patrik Capila - 236 pontos
5 - Gustavo Pellin - 221 pontos
7 - Gabriel Soares - Honda CRF 450RX - 156 pontos
9 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R - 165 pontos

E1 
1 - Bruno Crivilin - 300 pontos
2 - Nicolás Rodriguez - Honda CRF 250R - 254 pontos
3 - Diego Colett - 152 pontos
4 - Gabriel Soares - Honda CRF 250R
5 - Willian Palandi - 144 pontos

E2
1 - Vinícius Calafati - 270 pontos
2 - Júlio Ferreira - Honda CRF 450RX - 266 pontos
3 - Gustavo Pellin - 246 pontos
4 - Victor Miranda - 208 pontos
5 - Maurício Rizon - 153 pontos

E3
1 - Rômulo Bottrel - 291 pontos
2 - Felipe Carlette (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 450R - 264 pontos
3 - Felipe Lagarrea - 245 pontos
4 - Rodrigo Corsi - 99 pontos
5 - Kilder Lopes - 96 pontos

E4
1 - Thiago Wernersbach (Honda Motolitoral) - Honda CRF 230F - 282 pontos
2 - Anderson da Luz - 254 pontos
3 - Ronaldo Santi - 250 pontos
4 - Fernando Pereira (Honda Motofield) - Honda CRF 230F - 217 pontos
5 - Marcos Souza - 189 pontos

Júnior
1 - Patrik Capila - 297 pontos
2 - Willian Lauers - 263 pontos
3 - Vinícius Abreu (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250R - 246 pontos
4 - Vinícius da Silva - 98 pontos
5 - Washington Pereira - 98 pontos

Over 35
1 - Nielsen Bueno - 283 pontos
2 - Diogo Resende (Honda Moto Litoral) - Honda CRF 250 - 233 pontos
3 - Anderson Vieira - 221 pontos
4 - Igor Reolon - 136 pontos
5 - Tiago Bellaver - 117 pontos.

Colaboração e foto: Mundo Press/Idário Café

Atleta do Team Rinaldi foi a destaque da temporada, sendo campeã em sua primeira participação no campeonato. Final aconteceu neste fim de semana, em Patos de Minas (MG).
Maiara Basso é a mais nova campeã da categoria Feminina do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A atleta do Team Rinaldi foi a grande destaque da temporada, conquistando o título em sua primeira participação na competição. A final foi realizada neste fim de semana, dias 29 e 30 de setembro, em Patos de Minas (MG).

A gaúcha chegou ao evento na liderança, com dez pontos de vantagem sobre a principal adversária, a goiana Bárbara Neves, que também é patrocinada pela marca de pneus. Mesmo assim, partiu para cima e venceu os dois dias de provas, conquistando o título inédito em seu currículo. Bárbara encerrou com o vice.

O desafio contou com um circuito de 32 quilômetros por trilhas e estradas da região, com três trechos cronometrados e quatro voltas por dia. O primeiro deles, o Cross Teste Rinaldi, somou 4,9 km de percurso, mesclando Motocross e Cross Country. O segundo teve 4 km e o terceiro 7,3 km, ambos em plantações de eucaliptos.

Maiara comemorou o desempenho. “Estou muito feliz, gostei da modalidade, não esperava me sair tão bem. Foi bastante desafiador e gratificante. Gostaria de agradecer aos meus patrocinadores pelo apoio, em especial a Rinaldi, que me apoia há bastante tempo”, destaca a tricampeã brasileira de motocross e bi de velocross.

Agora elas se preparam para as próximas corridas. Maiara tem a final do Brasileiro de Motocross no mês de novembro, em Fagundes Varela (RS), na qual lidera a Feminina. Já Bárbara encara neste fim de semana o Campeonato Latino-Americano de Enduro, em San Francisco de Mostazal, no Chile. A expectativa é de trazer o caneco na Júnior.
 
Colaboração: ID – Assessoria de Comunicação Estratégica

A equipe Yamaha O2BH América Racing confirmou o favoritismo e conquistou o Campeonato Brasileiro de Enduro, que foi realizada neste sábado (29) e domingo (30) em Patos de Minas (MG), nas categorias EJ com Patrik Capila e a E3 com Rômulo Bottrel. Com o resultado, a equipe se sagrou campeã da temporada e obteve ainda uma terceira colocação com Ronald Santi na E4 light, vencedor da etapa. Foi o primeiro ano da Equipe Oficial Yamaha no Enduro e quinto título na carreira de Bottrel. 

“Sem dúvidas esse foi o ano mais difícil da minha carreira. Fiz a temporada inteira com uma lesão complicada no ombro, sentindo muita dor, muita fraqueza nos braços e superação foi a palavra do ano. Estou muito feliz em conquistar o meu quinto título brasileiro de Enduro e o primeiro para essa nova equipe. Foi uma ano de muito aprendizado mental e que se não fosse a estrutura e os excelentes equipamentos que utilizamos isso não seria prossivel. Dedico o titulo a minha família, nossos patrocinadores e a nossa equipe”, desabafou o pentacampeão e experiente, Bottrel.

A Yamaha O2BH América Racing montou um time com três pilotos de Enduro, mesclando a experiência de Bottrel e Ronald Santi com a juventude de Patrik Capila, que em seu primeiro contrato como piloto profissional, com apenas 19 anos, foi campeão em seu ano de debute. “Se Deus permitir esse será o meu primeiro título de vários. Fico muito feliz e satisfeito. A minha Yamaha esteve perfeita em toda a temporada. Só tenho a agradecer a equipe e aos nossos apoiadores. Agora é focar no Six Days”, relatou o piloto após a prova de hoje, revelando que irá participar pela seleção brasileira da maior competição mundial de Enduro, o Six Days que será realizado no Chile em novembro.

Além de Ronald Santi, terceiro colocado na temporada, a equipe azul já havia garantido o titulo de Campeã Brasileira de Regularidade em duas categorias, incluindo a principal (Máster) e venceu as duas principais provas, o Independência e o Ibitipoca Off Road. “Isso demonstra o nível de comprometimento da nossa equipe com nossos fornecedores e patrocinadores. Montamos um time de campeões e assim queremos continuar em 2019”, disse Carlos Augusto Constantino, chefe da equipe. 

Youtuber Convidado

A final do Campeonato Brasileiro de Enduro teve um convidado especial. A Yamaha O2BH América Racing desafiou o Youtuber Patrick Gaspareto, conhecido nas mídias sociais como @gaspareto5, a sentir as emoções da competição. Participando pela primeira vez, o paranaense, a bordo de uma Yamaha TT-R 230cc, na categoria E4, ele chegou em quarto lugar e descreveu a sua participação como acima de qualquer expectativa.

“Vim sem treino, a principio para cobrir o evento, tomei gosto pela prova, aceitei o desafio da O2BH. Não tenho palavras pra descrever, fiz todas as especiais, aguentei até o fim. Foi muito gratificante. Superou minhas expectativas, não tive tempo pra treinar e gostei, acelerei de verdade, nunca tinha treinado nesta motocicleta e contra todos os fatores negativos para um estreante, ainda consegui um bom resultado. Acho que todos devem participar”, relatou Gaspareto.
 
A Equipe Yamaha O2BH América Racing tem patrocínio da Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off Road, uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.

Colaboração: O2BH Yamaha/Janjão Santiago

Neste sábado (29) e domingo (30) a cidade de Patos de Minas, localizada no Triângulo Mineiro, será palco do encerramento do Campeonato Brasileiro de Enduro. O piloto Bruno Crivilin, da Equipe Orange BH KTM América Racing venceu todas as provas até aqui e conquistou o título de forma antecipada, na Categoria EnduroGP. O ídolo brasileiro quer mais e pretende fechar a temporada com chave de ouro, de forma invicta, com sete vitórias em sete provas.

Além disso, na categoria E1, o piloto Orange precisa apenas largar no primeiro dia de competição para comemorar o seu segundo título dentro do Brasileiro. A meta de Crivilin é vencer para fechar o ano invicto nas duas categorias que participou e acumulando 14 vitórias consecutivas no campeonato, durante uma temporada. Sem esconder o favoritismo e em tom de respeito aos outros competidores, Crivilin não esconde a satisfação de se tornar tri-campeão brasileiro.  

“Apesar da conquista do título de forma antecipada e de me sagrar tricampeão brasileiro, quero encarar esta prova com o mesmo nível de comprometimento que encarei as outras etapas. Vou lutar pela vitória desde o início”, disse o novo tricampeão brasileiro, Bruno Crivilin.

A Orange BH KTM América Racing também vive a expectativa de acumular mais títulos com o companheiro de Crivilin, o paulista Vinicius Calafati. Ele defende a dobradinha da equipe na Categoria EnduroGP, já que está na segunda colocação, com cinco pontos de vantagem para o terceiro colocado. Já na categoria E2, Calafati lidera com dez pontos de vantagem e precisa apenas de um segundo e terceiro lugares – ou finalizar a prova à frente de seu principal adversário em qualquer um dos dois dias de prova - para a conquista do título brasileiro.

“Estou na torcida também pelo Calafati, seria bacana finalizar a temporada com uma dobradinha para a Equipe na categoria principal, a EnduroGP, e com três títulos em três categorias disputadas. Sei que ele é capaz, está com uma boa vantagem na liderança que dá tranquilidade para acelerar, sem precisar arriscar muito”, avaliou Crivilin.

Já Calafati garante que vai lutar para conseguir os resultados almejados. “Estou muito perto do título, mas não tem nada garantido, prometo que vou batalhar desde o início para conquistá-lo. Treinei bastante nesses últimos dias, estou em uma boa condição física e acho que isso vai ser importante também, pois o calor está forte em Patos. Estou tranquilo, quero fazer uma prova sem fazer contas, concentrado na pista e pensando somente na vitória”, disse o líder da Categoria E2.

 

A sétima e última prova do campeonato terá um percurso de 35 quilômetros, com três especiais cronometradas por volta. O Cross Teste tem 4,9 kms, o Enduro Teste 1 tem 4 kms e o Enduro Teste 3 tem 7,3 kms. Os pilotos terão que dar 4 voltas pelo percurso no sábado e mais 4 voltas no domingo.

 

Classificação Categoria Enduro GP

1 - Bruno Crivilin – Orange BH KTM América Racing - 292 pontos

2 - Vinícius Calafati – Orange BH KTM América Racing - 222 pontos

3 - Júlio Ferreira - 217 pontos

4 - Patrik Capila - 199 pontos

5 - Gustavo Pellin - 189 pontos

 

Classificação Categoria E1

1 - Bruno Crivilin – Orange BH KTM América Racing - 297 pontos

2 - Nicolás Rodriguez - 246 pontos

3 - Diego Collet - 152 pontos

 

Classificação Categoria E2

1 - Vinícius Calafati – Orange BH KTM América Racing - 270 pontos

2 - Júlio Ferreira - 260 pontos

3 - Gustavo Pellin - 242 pontos

Colaboração e foto: Grupo Orange BH