Rossi chega em 6º na Áustria, mais mantem 2º colocação no mundial 2018!

Largando em 14º, o piloto nove vezes campeão mundial faz uma brilhante corrida de recuperação, ultrapassando oito oponentes e chegando em 6º lugar.

 O resultado da classificação para a etapa austríaca da MotoGP, um 14º lugar, a princípio poderia minar os ânimo de Valentino Rossi, mas o que se viu no GP disputado no dia 12 de agosto, foi uma incrível corrida de recuperação do nove vezes campeão mundial.

Apesar de inúmeras dificuldades ao longo do fim de semana, Rossi cruzou a linha de chegada na honrosa 6ª colocação, equanto que seu companheiro de equipe Maverick Viñales, que largou em 11º, chegou em 12º lugar.

Rossi fez uma largada cautelosa, atento às movimentações dos outros pilotos que seguiam a sua frente. Mesmo assim ele completou a primeira volta em 11º lugar. No início da quarta volta, o italiano assumiu a 10ª colocação e duas voltas depois já era o 9º, a frente de Johann Zarco.

A batalha pelo 8º lugar com Aleix Espargeró exigiu mais esforço do lendário piloto da Yamaha, que após ultrapassá-lo, teve pela frente uma grande lacuna até Tito Rabat. Dez voltas depois, Rossi tirou a diferença, conseguiu a posição e garantiu o sétimo lugar.

Não satisfeito, Valentino Rossi continuou a forçar o ritmo em busca de Álex Rins, que seguia 2,5 s a sua frente. Quatro voltas depois, o piloto da Yamaha conquistava o 6º lugar.

 A aproximação junto a Danilo Petrucci aconteceu, mas não a tempo de Rossi tentar um bote. Com isso, o italiano cruzou a linha de chegada em 6º lugar.

Viñales chegou ao GP da Ástria determinado a evitar o ocorrido na etapa anterior, quando sofreu uma queda na primeira volta. Sendo assim, o piloto da Yamaha começou a prova de forma comedida, o que lhe custou cinco posições, caindo para de 11º apara 16º lugar.

Gradualmente Viñales foi aumentando seu ritmo e recuperando posições até chegar em seu compatriota Aleix Espargaró. Ele bem que tentou ultrapssá-lo, mas em função do pneu traseiro deteriorado, não foi além do 12º lugar.

Com o resultado da etapa na Austria, Rossi permanece na segunda posição na classificação do campeonato, com 59 pontos para o primeiro, e 29 pontos à frente do companheiro de equipe Viñales, que agora está na quinta posição.

A Yamaha detém o terceiro lugar no Campeonato de Construtores depois da corrida em Spielberg, na Austria, com uma margem de 53 pontos para o primeiro, enquanto a Equipe Movistar Yamaha de MotoGP está agora na terceira posição da tabela, com uma diferença de 12 pontos da segunda colocada.

A equipe Movistar Yamaha MotoGP estará de volta à ação entre os dias 24 a 26 de Agosto, quando acontecerá o GP da Grã-Bretanha, disputado no Circuito de Silverstone.

colaboração e foto: Yamaha do Brasil