Bruno Crivilin já está em Portugal, para disputar mais uma etapa do Mundial de Enduro

Após uma dura prova na Espanha na semana passada, o campeão do Romaniacs já está na cidade de Castelo Branco, em Portugal, para a disputa de mais uma etapa do Mundial de Enduro.
 
Depois de uma dura prova na Espanha, onde os pilotos tiveram que superar até chuva de granizo, o paddock do Mundial de Enduro já está instalado na cidade de Castelo Branco para a disputa do Grande Prêmio de Portugal. A prova, apesar de previsão de sol, também será um difícil teste de habilidade e resistência para os pilotos que terão que dar três voltas pelo circuito de 70 quilômetros e três especiais por volta.

O GP de Portugal começa nesta sexta-feira, às 20h00 (4 da tarde no horário do Brasil) com o Superteste que define a ordem de largada do sábado. No sábado e no domingo a largada da prova será às 9h (5 da manhã no Brasil) e os pilotos encaram um  Cross Teste, um Extreme Teste e um Enduro Teste, sendo que na última volta do dia entram novamente no Superteste onde terão seus tempos anotados, nesta que será a última especial de cada dia.

Líder do Campeonato Brasileiro de Enduro, Bruno Crivilin, da equipe Orange BH KTM Racing, está na cidade desde a manhã de quarta-feira e já fez o reconhecimento de todas as especiais. A principal diferença, segundo o piloto é em relação ao clima e ao tipo de terreno que vão encarar desta vez.
 
“Gostei muito do clima de Castelo Branco, é muito parecido com o clima do Brasil, sol quente, não é frio como foi na Espanha, onde sofri muito. O terreno também é bem parecido com o terreno onde eu costumo treinar em Belo Horizonte, com pedras,  cascalho e poeira, acho que isso vai me ajudar bastante”, explicou Crivilin.
 
Sobre as especiais, o piloto também está bem animado com o que viu. Serão duas especiais bem rápidas e longas e um Extreme Teste natural, em meio a muitas pedras, além de um Superteste travado e que será acompanhado por um grande público.
 
“O Cross Test é bem longo, serão 8,5 quilômetros, gostei bastante, a especial é bem aberta e rápida. Vai ser muito bacana , mas vamos ter que que tomar cuidado com a poeira, ficar de olho no filtro de ar. O Enduro Teste parece que é no percurso inverso ao que foi realizado ano passado, são sete quilômetros de especial, alguns trechos bem técnicos, com alguns buracos do ano passado ainda. Já o Extreme Teste é mais travado mas também é muito legal, muito técnico, todo natural, com muitas pedras e degraus, como acho que tem que ser, um extreme natural, travado no meio de pedras. E o Superteste, que vai ser realizado na noite desta sexta-feira, também é muito legal e parece que vai lotar, o público deve comparecer em peso. Vamos dar o máximo e ver se conseguimos um bom resultado para o Brasil e para minha equipe”, completou o piloto, que finalizou a etapa do Mundial na Espanha na oitava colocação.
 
O Grande Premio de Portugal começa na noite desta sexta, com o Superteste que define a ordem de largada para o sábado e que já começa a contar tempo para a classificação. No sábado e no domingo a largada será às 9 horas (5 da manhã no horário do Brasil). Os resultados em tempo real podem ser acompanhados pelo site www.enduro-live.info.
 
A Equipe Orange BH KTM Racing tem patrocínio da KTM do Brasil, Kenda Pneus, ASW, Motul, PróX, Dragon, Gaerne, Circuit, BMS, Belparts, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. Pertence ao Grupo Orange, proprietário da concessionária Orange BH em Belo Horizonte, que tem completo showroom e mais de quatro mil produtos em estoque, com 1.650m2 de estrutura. Mais informações em www.orangebh.com.br.

Colaboração e foto: Orange BH/Jaume Soler Movies