Brasileiro de MX 2018 foi ao vivo na Web pela Yamaha do Brasil

 Os pilotos da Yamaha Monster Energy Geração disputaram neste fim de semana, 7 e 8, a segunda etapa do Brasileiro de Motocross 2018. O evento aconteceu em Rancho Queimado, Santa Catarina, com presença de grande público. Na etapa, além da estreia da categoria Elite MX, que uniu os melhores pilotos das classes MX1 e MX2 em uma bateria final repleta de emoções, também teve como destaque a transmissão ao vivo de toda a competição.

Neste novo formato, a transmissão mostrou em tempo real todas as emoções da 2ª etapa do Brasileiro de Motocross 2018, e teve Luciano KDra Lancelotti como narrador, juntamente com os comentários de Jorge Negretti. Foram nada menos que sete câmeras transmitindo, além das corridas, tudo o que aconteceu entre as baterias, com inúmeras entrevistas e reportagens mostrando curiosidades dos bastidores da competição.

Para isso foi preciso 25 profissionais trabalhando exclusivamente para passar todas as emoções do evento aos fãs de motocross e da Yamaha. A iniciativa da Yamaha, que foi um grande sucesso, continuará nas próximas etapas. Para assisti-las, basta acessar a página oficial da Yamaha do Brasil no Facebook e no canal do YouTube da fábrica.

Para o piloto Carlos Campano, atual Campeão Brasileiro de Motocross na MX1 que compete ao guidão de uma YZ 450F, o fim de semana foi duro, mas com bons resultados que podem ser determinantes no final do Campeonato. “A bateria da categoria Elite MX foi uma corrida muito difícil para mim. Na largada, caí batendo com outro piloto, fiquei em último, quase caí várias vezes e na pista havia muitos pilotos bons, tive que fazer várias ultrapassagens. Cheguei em terceiro, achei que poderia passar o Assunção, e até passei, mas ele me deu o troco, então ficamos em terceiro, mas estamos com ritmo e velocidade muito boa. Estamos felizes", declarou o piloto de origem espanhola que foi o  3º colocado na MX1 e 3º colocado na Elite MX.

Para seu companheiro de equipe que também compete de YZ 450F, a etapa foi mais sofrida. Jean Ramos foi o 5º colocado na MX1 e o 8º colocado na Elite MX. Para ele, "Corridas difíceis. Duas belíssimas largadas, saí na frente, mas na terceira curva da primeira bateria me passaram, tentei imprimir um bom ritmo, mas logo senti um pouco os braços, não estava bem solto e perdi um pouco de rendimento, terminando em quarto. Na segunda bateria, junto com a MX2, a largada era importante, consegui sair na frente, mas rodei na segunda curva e tive que fazer uma prova de recuperação. Terminei em sétimo (na MX1, oitavo na Elite MX). Estamos na luta. Vamos seguir trabalhando duro para voltar ao topo nas próximas etapas."

Fabio Santos, a bordo de uma YZ 250F, foi o 2º colocado na MX2 e 7º colocado na Elite MX. Determinado a forçar ainda mais seu ritmos nas próximas etapas, ele declarou que: "Na primeira bateria, larguei na frente mas logo na quarta volta acabei levando um tombo bobo, demorei um pouco para voltar no ritmo, e no final da corrida consegui diminuir a diferença para o primeiro, mas já era tarde. Na segunda bateria, não tive uma largada muito boa, como as 450 largaram junto ficou ainda mais difícil. Mas estava chegando no primeiro colocado da MX2 durante a Elite MX, quando acabei levando outro tombo bobo, no qual a frente saiu e não deu tempo de salvar. Voltei bem atrás, perdi um pouco o ritmo, mas no final consegui voltar a andar bem. Salvei o segundo lugar da minha categoria. Hora de levantar a cabeça e ir ainda mais forte para a terceira etapa."

 Por fim, o jovem Tallys Natham teve um fim de semana ao seu contento. Ele conquistou o 3º colocado na MX2-Junior com uma YZ 250F, e o 4º colocado na Nacional 230, com uma valente TT-R 230.

"Não consegui boas largadas neste fim de semana. No sábado ainda levei um tombo e fiquei com dores no pulso, mas mesmo assim foi possível conquistar o quarto na Nacional e o terceiro na MX2-Junior. Vamos seguir trabalhando!", declarou o piloto.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross já tem data e local para acontecer, 6 de maio em Charqueada, Piracicaba -SP. E mais uma vez, a Yamaha Motor do Brasil transmitirá o evento na integra e ao vivo na página oficial da Yamaha do Brasil no Facebook e no canal do YouTube da fábrica.

Resultados da 2ª etapa BRMX 2018

Elite MX
1. Jetro Salazar / 25 pontos
2. Hector Assunção / 22 pontos
3. Carlos Campano / 20 pontos
4. Paulo Alberto / 18 pontos
5. Humberto Martin / 16 pontos

MX1 / soma das baterias /
1. Jetro Salazar / 3-1 / 45 pontos
2. Paulo Alberto / 1-4 / 43 pontos
3. Carlos Campano / 2-3 / 42 pontos
4. Hector Assunção / 5-2 / 38 pontos
5. Jean Ramos / 4-6 / 33 pontos

MX2 / soma das baterias /
1. Gustavo Pessoa / 1-1 / 50 pontos
2. Fabio Santos / 2-2 / 44 pontos
3. Pepê Bueno / 3-3 / 40 pontos
4. Lucas Dunka / 4-4 / 36 pontos
5. João Ribeiro / 8-5 / 29 pontos

MX2-Junior
1. Bruno Schmitz / 25 pontos
2. João Lino / 22 pontos
3. Tallys Nathan / 20 pontos
4. Leonardo Nunes / 18 pontos
5. Joseildo Junior / 16 pontos

Colaboração e foto: Yamaha do Brasil/Miguel Campano