Rally Minas Brasil: batizado por São Pedro

E teve chuva de sobra na estreia do Rally Minas Brasil no calendário do off-road nacional. Organizado pela Rallymakers, evento termina neste domingo (11), em Conceição do Mato Dentro/MG.

E foi oficialmente aberta a temporada 2018 dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Brasileiro de Rally Baja, bem como do Campeonato Mineiro de Rally. A cidade de Conceição do Mato Dentro (MG) foi a anfitriã do Rally Minas Brasil, que atraiu pilotos e navegadores de diversas partes do País, representando dez Estados e 55 municípios. O grid foi formado por 93 veículos – entre motos, quadriciclos, UTVs e carros –; que fez a alegria da população conceicionense, que visitou livremente o parque de apoio das equipes e ficou bem perto de importantes nomes do automobilismo fora-de-estrada. 

As crianças ficaram eufóricas, andando de um boxe para outro com os olhares apaixonados pelos veículos. “Participantes e organização interagiram com os moradores, inclusive com meu filho de seis anos, que ficou encantado com o rali. É uma alegria ter um evento como este em nossa cidade”, disse o morador Geraldo Magella de Figueiredo. 

E São Pedro batizou o Rally Minas Brasil, colocando a organização e os competidores “a toda prova”. Primeiro, porque em alguns pontos do roteiro, o terreno ficou bastante prejudicado e, por medidas de segurança, a organização do certame – a Rallymakers – aplicou o “plano B”, sem qualquer prejuízo a parte técnica da competição. 

Depois, os off-roaders foram desafiados em duas especiais – 75 e 81 quilômetros, totalizando 156 quilômetros que cortaram as montanhas das localidades de Itacolomi, Ouro Fino, Córregos, Santo Antônio do Cruzeiro, Tapera e Congonhas do Norte. O percurso foi bem travado e sinuoso, com erosões, cascalhos, subidas e descidas de serra. 

Escorregador de veículos 

Às 8h15 foi dado o sinal verde para o Rally Minas Brasil. O resultado deste sábado (10) foi válido pela 1ª etapa dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja, portanto, era preciso pontuar bem para abrir o campeonato com o pé direito. 

Nas motos, a temporada 2018 começou acirrada (e coloca acirrada nisso!). Com uma diferença de apenas oito segundos (um sopro), o vencedor do primeiro dia de disputas do Rally Minas Brasil foi o piloto Elias Campideli Folly (3h22min02s), que mal pode respirar porque Francine Rossi veio logo atrás (3h22min10s). “Para o tipo de prova igual à hoje, mais lisa, é necessário ter uma ‘tocada’ menos agressiva e mais conservadora, pois um tombo faz você perder tempo. Acredito que a experiência que possuo me fez sair vitorioso”, disse Folly. A terceira posição foi ocupada por Kelder Campos (3h24min51s). 

Entre os quadriciclos, o piloto Geison Belmont conquistou um excelente resultado na primeira especial; ele foi o mais rápido entre as motos e quadriciclos na marca de 1h25min33. Porém, quando seguiu para a segunda bateria do dia, um problema no acelerador do quadriciclo fez com que ele perdesse rendimento. Mas, ainda sim, ele foi o vencedor da categoria quadriciclos. “Agora é arrumar tudo para repetir o desempenho da primeira especial e conquistar o pódio”, comentou Belmont. 

Outra briga de “gente grande” foi nos UTVs. Os pilotos Rodrigo Varela (3h05min43s) e Cristiano Batista (3h06min02s) fizeram os 156 quilômetros do Rally Minas Brasil “pau a pau”, e com apenas 19 segundos de diferença cruzaram a linha de chegada. “A prova estava excelente. É muito bom começar o campeonato com o pé direito, além do visual da região que era lindo. Sem dúvida, está sendo uma experiência muito bacana para mim e para a equipe”, disse Varela. Em terceiro lugar ficou o piloto André Hort (3h07min20s). 

Nos Carros, o piloto Jorge Wagenfuhr Júnior e navegador Ivo Renato Mayer foram os mais rápidos do dia (3h18min05s). O piloto – que participou do Dakar 2018 –, disse que só pensou em acelerar. “Mas sempre com cuidado, pois com um rali com as condições técnicas já mencionadas, é prudente fazer uma leitura rápida do terreno e ser cauteloso, além da dupla ter uma comunicação perfeita”, declarou o piloto. Na sequência, vieram as duplas Luiz Facco e Humberto Ribeiro (3h24min00s), e Marcos Baumgart e Cleber Cincea (3h26min09s), nas segunda e terceiras posição, respectivamente. 

O Rally Minas Brasil tem sequência neste domingo, 11. A largada está prevista para às 8h. Para mais informações, acesse: www.rallymakers.com.br. 

 

Resultados – Rally Minas Brasil

Primeiro dia

 

Categoria Motos 

1º Elias Campideli Folly, 3h22min02s

2º Francine Rossi, 3h22min10s

3º Kelder Campos, 3h24min51s

4º Rubens Neiton, 3h26min02s

5º Marco Antonio Pereira, 3h28min11s

 

Categoria Quadriciclos

 

1º Geison Pinheiro Belmont, 3h40min19s

2º Eduardo Birkman, 11h40min00s

3º Richard Amaral, 11h40min00s

 

Categoria UTVs

 

1º Rodrigo Varela, 3h05min43s

2º Cristiano Batista, 3h06min02s

3º André Hort, 3h07min20s

4º Daniel Costa, 3h07min27s

5º Bruno Varela, 3h07min34s

 

Categoria Carros

 

1º Jorge Wagenfuhr Júnior e Ivo Renato Mayer, 3h18min05s

2º Luiz Facco e Humberto Ribeiro, 3h24min00s

3º Marcos Baumgart e Cleber Cincea, 3h26min09s

4º Marcos Moraes e Fábio Pedroso, 3h26min57s

5º André Miranda e Cadu Sachs, 3h31min28s

O Rally Minas Brasil é uma realização da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro, com organização da Rallymakers

Supervisão: CBM, CBA, FMEMG, FMA e RCMG

Colaboração e foto: Liberade de Ideia /CF